Publicidade:

Desconforto ou dor durante o sexo: é normal?

De acordo com o Colégio Americano de Ginecologistas e Obstetras, 75% das mulheres vão sofrer desconforto ou dor durante o sexo, em algum momento da sua vida. Saiba quando essa questão é normal ou quando necessita de procurar ajuda médica, pois poderá estar com algum problema de saúde. Informe-se e cuide de si e da sua saúde.

 
Desconforto ou dor durante o sexo: é normal?
Saiba quais as situações mais preocupantes.

O órgão sexual feminino está preparado para lidar com muita coisa (período e parto), todavia ainda é frequente ouvir queixas sobre desconforto ou dor durante o sexo. Iremos revelar por que motivos isso acontece e quais as situações em que deve procurar ajuda médica.

Se falarmos de um ligeiro desconforto ou dor durante o sexo, a origem do mesmo poderá estar na posição sexual adotada ou até um problema de dor muscular. Todavia quando aumenta a intensidade e até a frequência desse estado doloroso, então, poderá estar perante um problema de saúde, que exige outro tipo de análise.

Desconforto ou dor durante o sexo: os principais motivos


desconforto ou dor durante o sexo e problemas ginecologicos

Ninguém está condenado a viver uma vida de sexo doloroso, portanto, atente às nossas indicações.

Apimente a sua relação!
Dê o boost que precisa à sua relação com o estimulante sexual certo. Encontre aqui!

Para saber se a dor ou desconforto que experimenta é normal, basta estar atenta e ver se desaparece com algumas horas de descanso, uma dose regular de ibuprofeno, ou até uma combinação dos dois.

Além disso, se a dor só aparece numa posição sexual específica, então, está na altura de mudar.

É também normal que ocorrem cãibras pós-sexo, dado que os músculos se encontram mais cansados.

Nestes casos, não tem que se preocupar, pois é uma situação aguda com uma causa facilmente identificada e tratável. Todavia, recomenda-se a procura de ajuda médica em várias outras situações mais preocupantes.

1. Infeção

Um dos efeitos colaterais de uma infeção é tornar o tecido vaginal inflamado, logo qualquer contacto com a região poderá provocar dor. Nestes casos deve evitar as relações sexuais até terminar o tratamento prescrito pelo médico.

As infeções fúngicas também podem afetar a capacidade da vagina se lubrificar, o que poderá dificultar a penetração e, como tal, intensificar a dor.

2. Vaginismo

Se sentir cãibras tão fortes que a vagina se fecha, então pode ter vaginismo, um dos vários distúrbios que causam dor vaginal. Nestes casos, os músculos do assoalho pélvico contraem-se involuntariamente a qualquer momento em que tenta inserir algo na sua vagina, seja um tampão, pénis ou vibrador. A sensação provocada por esse aperto muscular resulta em dor descrita como sensação de ardor ou pressão.

Independentemente da causa, o vaginismo é totalmente tratável, sendo, muitas vezes necessárias sessões de fisioterapia para aliviar o problema e poder ter uma vida sexual totalmente saudável.

3. Vulvodinia / vestibulite vulvar / síndrome de vulva ardente

Outro tipo de distúrbio sexual doloroso em mulheres é chamado de vulvodinia, um problema que afeta a vulva, seja parcial ou totalmente. Neste caso, pode inserir fisicamente as coisas na sua vagina, mas tal ato será muito doloroso.

As causas mais comuns para o seu aparecimento são uma mudança hormonal, baixos níveis de estrogénio, danos nos nervos na região vulvar e o enfraquecimento dos músculos do assoalho pélvico. O tratamento poder apenas incluir a aplicação de cremes ou o recurso a anti-depressivos, dependendo de cada caso.

4. Endometriose

Provavelmente, a causa mais comum de sexo doloroso é a endometriose, que afeta cerca de uma em cada dez mulheres e que se trata de um distúrbio no qual o revestimento uterino de uma mulher cresce fora do útero. Embora não seja classificado como um distúrbio sexual doloroso como os dois exemplos anteriores, a endometriose varia de um simples desconforto para uma dor intolerável em muitos dos casos.

Para controlar esta situação, recomenda-se a mudança de posição sexual e perceber quais os períodos do mês em que a prática sexual não é dolorosa.

5. Falta de lubrificação vaginal

Uma razão bastante comum para as mulheres experimentarem sexo doloroso é a falta de lubrificação natural e que pode acontecer com a entrada na menopausa, mas também antes disso, como quando ocorrem mudanças hormonais, alergias, uso de anti-histamínicos e produtos de higiene íntima desadequados.

A solução passa pelo uso de lubrificantes que não contenham produtos químicos ou silicone e que sejam feitos à base de água.

A sua relação já não é o que era? Escolha aqui o estimulante sexual à sua medida e sinta a diferença!

Veja também:

Mónica Carvalho Mónica Carvalho

Mónica Carvalho é licenciada em Jornalismo e Ciências da Comunicação, com Pós-Graduação em Comunicação, Assessoria e Marketing. Vê na produção de conteúdos uma forma de tornar o mundo um lugar mais interessante, curioso e acessível. Os livros, filmes, séries, música, desporto e, acima de tudo, as histórias das pessoas inspiram-na a querer sempre fazer mais e melhor.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].