6 motivos para consultar um nutricionista quando tem dúvidas sobre alimentação

Apresentamos 6 motivos para consultar um nutricionista e conseguir obter os resultados pretendidos de forma segura e individual, baseada na ciência atual.

 
Powered by: BodyScience
6 motivos para consultar um nutricionista quando tem dúvidas sobre alimentação
Explicamos as razões porque deve procurar um profissional de nutrição

Consultar um nutricionista sempre que dúvidas sobre alimentação se instalam é a opção mais correta a tomar, visto este ser um profissional de saúde que dirige a sua ação para a salvaguarda da saúde, através da promoção da saúde, prevenção e tratamento da doença pela avaliação, diagnóstico, prescrição e intervenção alimentar e nutricional a pessoas, grupos, organizações e comunidades, bem como o planeamento, implementação e gestão da comunicação, segurança e sustentabilidade alimentar, através de uma prática profissional cientificamente comprovada e em constante aperfeiçoamento (1).

Um nutricionista incorpora ainda as atividades técnico-científicas de ensino, formação, educação e organização para a promoção da saúde e prevenção da doença através da alimentação. No entanto, a sua atuação tão abrangente é muitas vezes reduzido a conceitos de emagrecimento, suplementação e dietas.

Salvaguarda-se que o nutricionista possuidor de inscrição em vigor na Ordem dos Nutricionistas é o único profissional que pode praticar os atos próprios dos nutricionistas, nos termos do Estatuto da Ordem dos Nutricionistas (1).

Perceba a importância da atuação de um nutricionista nos diferentes objetivos a atingir e saiba que pode contar com este profissional de saúde para o ajudar a atingir os seus objetivos de forma saudável e equilibrada.

Consultar um nutricionista para perder peso


consultar um nutricionista pesar na balanca

Este é um dos motivos mais frequentes para consultar um nutricionista. Embora se minimize sua a atuação à perda de peso, a verdade é que este é o único profissional credenciado para o ajudar neste processo.

Um nutricionista terá conhecimentos académicos e científicos que permitem desmistificar falsas informações – muitas vezes perigosas para a saúde – e elucidar as verdades por detrás dos diversos métodos de emagrecimento.

O correto cálculo das necessidades energéticas, baseado na idade, altura e sexo do cliente é o primeiro passo para estabelecer um regime alimentar adaptado não só ao objetivo, mas também aos gostos individuais. Assim, a sua função não passa apenas por elaborar um plano alimentar, mas sim, por incentivar uma mudança de estilo de vida.

E muito embora várias dietas apresentem resultados muito interessantes a longo prazo, a verdade é que a restrição energética contínua continua a ser o método mais eficaz e com resultados mais duradouros (2).

Um exemplo claro é o das ditas dietas io-iô que, além de poderem originar diminuição no metabolismo basal, podem resultar em fenómenos de apetite descontrolado, aumento das reservas de massa gorda e, com o tempo, complicações de saúde.

Consultar um nutricionista para ganhar peso


consultar um nutricionista material peso

Nem toda a gente pretende consultar um nutricionista para perder peso e a verdade é que, para alguns, o problema é exatamente o contrário. O conceito de somatótipo subdivide as categorias corporais em 3 tipos major (3):

  1. Endomorfos: indivíduos por norma de constituição mais robusta, com membros mais curtos, cinturas largas, e que ganham peso – quer em massa gorda como em massa não gorda – com facilidade.
  2. Mesomorfos: indivíduos de composição equilibrada, por norma vistos como tendo um perfil mais atlético, com relativa facilidade em aumentar a massa não gorda e em reduzir a massa gorda.
  3. Ectomorfos: indivíduos com composição mais fina, com membros mais comprimidos e uma largura de ombros estreita, e relativa dificuldade em aumentar o peso, quer em massa gorda quer em massa não gorda. Uma das razões que pode explicar esta composição corporal é um metabolismo em repouso superior ao normal.

Os indivíduos que caem neste último biótipo – os ectomorfos – são aqueles que mais rapidamente procuram a ajuda de um nutricionista.

Questões relacionadas com auto-conceito e percepção da imagem corporal podem ter consequências graves no estado mental, principalmente em adolescentes e jovens adultos, podendo conduzir inclusive a casos de depressão (4,5).

Neste sentido, é papel do nutricionista orientar a prescrição alimentar – tal como nos casos de emagrecimento – através do correto cálculo das necessidades energéticas, tendo em conta que a taxa de metabolismo destes indivíduos é superior à dos outros biótipos.

Pode haver ou não necessidade de suplementação específica para aumento de peso, ajudando a tornar a dieta mais hipercalórica.

Este aconselhamento deve ser uma vez mais orientado pelo nutricionista, sendo sempre incluída a informação nutricional do suplemento nos cálculos nutricionais do plano instituído, visto que o excesso de determinados componentes destes produtos pode ter um impacto negativo na saúde hepática (6).

Consultar um nutricionista para auxiliar na performance desportiva


consultar um nutricionista mulher a praticar exercicio

Adequar a alimentação ao gasto energético é essencial de modo a evitar a falta de energia, sobretudo quando se pratica atividade física intensa. É importante saber que alimentos privilegiar antes, durante e depois dos treinos. Só assim se consegue melhorar o rendimento, obtendo mais e melhores resultados.

Os objetivos em consultar um nutricionista para melhoria da performance passam por potenciar a recuperação do dano muscular imposto após a sessão de treino e otimizar o rendimento dos treinos/provas (7).

A implementação de estratégias alimentares no peri-treino – antes, durante e após a sessão – bem como a estruturação de um correto plano de suplementação são importantes para garantir melhorias no treino e performance.

A correta prescrição de suplementos cientificamente estudados e com resultados comprovados, especialmente e apenas se as necessidades para a população especifica não forem atingidas através da alimentação, podem ajudar a reduzir os sintomas do dano muscular induzido pelo exercício e aumentar a velocidade das adaptações ao stress provocado pela prática desportiva (7).

Para além do desequilíbrio energético, outra das principais razões que pode comprometer a performance desportiva é a qualidade do sono (8).

Perturbações e/ou privação de sono são fatores comportamentais com impacto negativo no grau de inflamação, que se associam positivamente com o risco de doença.

Alguns estudos demonstram que a qualidade e quantidade de horas de sono predispõem para maior ingestão energética, principalmente através das gorduras e snacks (9).

Particularmente no caso de desportistas – cuja recuperação física e mental tem um impacto direto na performance – algumas práticas alimentares podem ter um efeito deletério na qualidade de sono.

A restrição de hidratos de carbono, aliada ao consumo acima do recomendado de proteínas pode ter um efeito negativo na produção de serotonina – um neurotransmissor precursor da melatonina, a chamada “hormona de sono” – pode comprometer a qualidade de sono (9).

Consultar um nutricionista para melhorar a alimentação


consultar um nutricionista mulher a comer cereais e frutas

Possivelmente a razão mais importante para consultar um nutricionista, sendo a base de qualquer intervenção. A reeducação alimentar não passa forçosamente pela instituição de um plano alimentar e pode ser transversal a todo o núcleo familiar.

A leitura de rótulos, especialmente numa altura em que surgem novos produtos diariamente, pode ser o suficiente para provocar alterações significativas na sua vida.

Para além disso, elucidar para o facto de que não é o maior ou menor consumo de determinado nutriente que vai ter impacto na perda de peso mas sim o desequilíbrio energético criado ao final do dia.

Formas de dinamizar lanches, confecionar e preparar refeições para evitar comer em restaurantes são importantes tanto para quem é consultado como para os integrantes da família.

Todas as descritas acima são estratégias simples que muitas vezes são descuradas em detrimento do que está na moda atualmente.

Ao consultar um nutricionista pode ficar mais ou menos impressionado com a complexidade ou simplicidade da intervenção mas, no fundo, o seguimento lógico de qualquer intervenção deverá passar por ensinar a comer de forma equilibrada e saudável e, só depois, trabalhar o objetivo em mente.

Consultar um nutricionista para melhorar/atenuar sintomas de uma doença crónica


consultar um nutricionista saude cardiovascular

A relação entre a alimentação e a progressão das doenças crónicas tem vindo a ser estudada durante anos. Doenças como a diabetes, insuficiência hepática crónica, doença renal crónica e mesmo doenças degenerativas beneficiam grandemente da intervenção nutricional no sentido de controlar os sintomas, travar a progressão da doença e, em alguns casos, reverter a doença em si (10,11,12,13).

É da competência do nutricionista a instituição da terapêutica nutricional, fazendo uso dos conhecimentos adquiridos para personalizar a dieta de acordo com as necessidades específicas do doente.

Consultar um nutricionista para alterar padrões alimentares


consultar um nutricionista padrao alimentar

Se pretender alterar o seu padrão alimentar, consultar um nutricionista é sempre uma mais valia. Decidir deixar de comer produtos animais – como acontece no caso das dietas vegan – pode acarretar consequências graves para a saúde se essa escolha não for devidamente informada.

Outro exemplo claro é o das dietas cetogénicas, atualmente muito em voga para quem quer resultados rápidos (13). Este tipo de dietas é caracterizado por uma restrição na ingestão de hidratos de carbono, com consequente ingestão compensada de gorduras e proteína.

No entanto, nunca pode ser esquecido que um aporte mínimo de hidratos de carbono também significa um aporte mínimo de fibra alimentar, componente intimamente ligado com a manutenção da flora intestinal, saúde cardiovascular e risco de cancro do cólon (14). Valores percentuais de consumo de hidratos de carbono abaixo dos 40% já predispõem para este aumento de risco.

É neste sentido que consultar um nutricionista aquando da alteração de padrão alimentar pode e deve ser a primeira decisão a tomar.

O conhecimento do universo complexo de interações nutriente-nutriente bem como da panóplia de suplementos disponíveis no mercado – uns com maior absorção que outros – pode ditar o sucesso da intervenção, com o máximo de saúde possível.

Conclusão


O seu papel de um nutricionista é tão importante e transversal em todos os domínios da saúde pública que o torna essencial tanto na prevenção como nos cuidados de saúde primários e secundários.

Não se esqueça: quando consultar um nutricionista, confirme se este é membro da Ordem dos Nutricionistas. Pode fazê-lo no site, onde encontra um “Registo Nacional” em que pode verificar o nome e a cédula do profissional de saúde em questão.

As Clínicas Bodyscience têm uma equipa de nutricionistas à sua disposição para ajudá-lo a ser mais saudável. Marque já uma consulta de avaliação gratuita e consiga atingir os seus objetivos.

Veja também:

Nutricionista Hugo Canelas Nutricionista Hugo Canelas

Hugo Canelas é nutricionista (CP 1389N), licenciado em Ciências da Nutrição pela Escola Superior de Biotecnologia e mestre em Nutrição Clínica pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto. É professor assistente convidado da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Brangança desde 2018 e Nutritional Consultant do projeto de perda de peso “360em63”.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].

Nutricionista Hugo Canelas Nutricionista Hugo Canelas

Hugo Canelas é nutricionista (CP 1389N), licenciado em Ciências da Nutrição pela Escola Superior de Biotecnologia e mestre em Nutrição Clínica pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto. É professor assistente convidado da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Brangança desde 2018 e Nutritional Consultant do projeto de perda de peso “360em63”.