Publicidade:

Como conseguir um parto natural: saiba o que deve fazer

Como conseguir um parto natural quando a maioria dos profissionais estão focados nos partos medicados e instrumentalizados? Saiba aqui.

 
Como conseguir um parto natural: saiba o que deve fazer
O parto dos seus sonhos é possível.

No serviço público vão dizer-lhe que pode conseguir um parto natural em qualquer instituição de saúde, no entanto, umas estão mais preparadas do que outras para a ajudar a conseguir o parto dos seus sonhos.

Seja, ou não, um hospital family friendly, o ideal é que apenas vá para o hospital quando já estiver na fase ativa do parto, ou seja, quando as contrações forem todas iguais e tenham o mesmo intervalo entre elas.

Um parto natural, sem recurso a medicamentos para aliviar a dor ou para acelerar o trabalho de parto, vai demorar mais horas e, infelizmente, nem todos os profissionais de saúde estão sensibilizados para a ajudar nesse caminho.

Também nem todos os hospitais estão equipados com bolas de pilates, cadeiras de parto, rebozos, hidroterapia, aromaterapia ou musicoterapia como métodos não farmacológicos de alívio da dor. Por isso, prepare-se.

O que devo fazer para conseguir um parto natural?


obstetra e conseguir um parto natural

Para começar, deve informar-se sobre as vantagens e desvantagens de cada tipo de parto, sejaComo aliviar a dor no parto natural, normal ou cesariana. Depois, deve escolher que tipo de parto deseja para o nascimento do seu bebé, perceber porque é que o deseja e preparar o seu plano de parto.

Só com esta informação será possível encontrar os profissionais e instituições de saúde que reúnem as melhores condições para conseguir um  parto natural.

O próximo passo é de intensa pesquisa, pelo que, recomendamos que comece a planear o parto o quanto antes, para encontrar o obstetra, enfermeiro e hospital que cumpra os seus requisitos.

Recomendamos que marque visitas às instituições hospitalares e que coloque todas as perguntas que achar necessárias para perceber qual é mais indicada.

Importa referir que pode decidir ter o seu parto em qualquer hospital público, seja ou não o da sua área de residência.

Que perguntas devo colocar na visita aos hospitais?


Não tenha pudor em colocar todas as perguntas que precisar para ficar esclarecida!

Não há nada pior do que uma mamã com dúvidas e ansiedade na hora do parto. Para a ajudar, deixamos algumas sugestões:

  • É possível ter um parto natural, sem analgesia?
  • Que métodos de alívio da dor oferecem?
  • Posso ter liberdade de movimentos?
  • Posso usar o chuveiro de forma livre?
  • Os acompanhantes podem ter liberdade de movimentos?
  • Qual é a vossa política quanto à amamentação/leite artifical?
  • Serei separada do bebé?
  • O pai pode ficar sempre connosco?
  • Serei pressionada para optar pela epidural?
  • Têm equipas de enfermeiras parteiras vocacionadas para o parto natural?
  • Podemos elaborar um plano de parto em conjunto?
  • Podem garantir-me que o meu plano de parto será respeitado independentemente da equipa?
  • É possível ter uma equipa reduzida?
  • Além do pai, posso ter outro acompanhante?
  • Qual é a vossa taxa de episotomias?
  • Qual é a vossa taxa de cesarianas?

Profissionais especializados em parto natural


enfermeiros de parto e conseguir um parto natural

Terá mais garantias de conseguir o parto que sonha, sem pressões e ansiedade, se for acompanhada por uma equipa especializada em parto natural.

De seguida, deixamos alguns contactos, de enfermeiros parteiros, um pouco por todo o país.

Alentejo

Enfermeira Parteira Karen Schlote
Enfermeira parteira Uta Schneeweiss

Coimbra

Enfermeiro Parteiro António Ferreira 
Enfermeira Parteira Mary Zwart

Lisboa

Enfermeira Parteira Celeste Varela

Madeira

Enfermeira parteira Cristina Valentim
Enfermeira parteira Rute Ferreira 

Porto

Enfermeira Parteira Elisa Clara
Enfermeira Parteira Isabel Ferreira
Enfermeira Parteira Sonia Barbosa

Veja também:

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].