Publicidade:

Como cuidar do pelo do cão? Conheça 6 dicas essenciais

Sabe como cuidar do pelo do cão? Muitos tutores têm dúvidas sobre como deixar o pelo do cão com aspeto brilhante e saudável. Conheça algumas dicas.

Como cuidar do pelo do cão? Conheça 6 dicas essenciais
A alimentação é um fator chave para um pelo saudável

Saber como cuidar do pelo do cão nem sempre é fácil, pois existem vários fatores que contribuem para um pelo saudável. Os pelos saudáveis são lisos, brilhantes e macios, ao invés de quebradiços e baços.

Como cuidar do pelo do cão: 6 dicas importantes


1. Escovar o cão

como cuidar do pelo do cao escovar o cao

Escovar o pelo do cão é uma das melhores dicas de como cuidar do pelo do cão, pois ajuda a remover pelos soltos e pelos fracos que vão acabar por cair, deixando o pelo com melhor aspeto.

Para saber como deve escovar o cão e com que frequência o deve fazer, deve conhecer o tipo de pelo do seu cão. Consoante o tipo e o tamanho do pelo, a frequência da escovagem recomendada difere, e os instrumentos utilizados para escovar o cão também.

  • Cães com pelo longo devem ser escovados com escovas de aço, pois têm mais tendência para ganhar nós no pelo. Estes cães devem ser escovados entre 2 a 3 vezes por semana, sendo que idealmente deviam, até, ser escovados diariamente.
  • Cães de pelo curto necessitam de escovas de borracha, pois é uma escova que ajuda a retirar mais pelo morto sem magoar o cão com a fricção. Estes cães não tem tendência para que o pelo se embarace, mas escovar o pelo ajuda a que este fique mais brilhante e que haja menos queda de pelo. Cães com este tipo de pelo necessitam de ser escovados uma vez por semana.

2. Dar banho ao cão

como cuidar do pelo do cao cao a tomar banho

Os cães podem e devem tomar banho, mas os tutores devem estar atentos a alguns cuidados, nomeadamente a frequência dos banhos e tipo de champô utilizado.

Um cão não deve tomar banho mais do que uma vez por mês. Isto porque os cães têm uma barreira gordurosa na pele natural que funciona como uma proteção. Se os banhos forem demasiado frequentes, esta barreira pode desaparecer e fazer com que o cão fique mais susceptível a infeções na pele.

O champô é outro aspeto a ter em conta se quer descobrir como cuidar do pelo do cão. Deve utilizar um bom champô adequado ao tipo de pelo e pele do seu cão. Nunca utilize sabonetes ou champôs de pessoas, uma vez que não são indicados nem para o tipo de pele do cão e irão fazer com que o pelo fique com mau aspeto.

Se o seu cão tiver algum problema de pele, pode ser necessário dar-lhe banho com um champô específico e adequado a cães com peles sensíveis, de forma a melhorar este problema.

3. Escolher uma boa alimentação

como cuidar do pelo do cao comida adequada para cao

Ter conhecimentos sobre a nutrição do seu cão é crucial para saber como cuidar do pelo do cão. Os fatores dietéticos têm um papel importante na manutenção de pele e pelo saudáveis e podem também influenciar no desenvolvimento de certas doenças de pele.

Aposte num alimento completo e equilibrado de uma gama premium adequada às necessidades do seu cão. Em caso de dúvida deve aconselhar-se com o seu médico veterinário.

Alguns animais podem desenvolver alergias a certos alimentos, caso isso aconteça o cão pode demonstrar muito prurido, comichão, apresentar a pele vermelha, com feridas, entre outros. Estes sintomas não são específicos de alergia a alimentar, no entanto, caso o seu cão apresente estes sintomas a alergia alimentar pode ser uma hipótese.

Se o cão apresentar sintomas de alergia alimentar deve ser consultado pelo médico veterinário para perceber a causa dos mesmo sintomas. Animais com alergias podem necessitar de alimentação específica durante toda a sua vida.

4. Proteger o pelo de agressões

como cuidar do pelo do cao cao com capa protetora

O frio, calor, chuva são fatores que podem influenciar o aspeto do pelo. Se quer que o seu cão tenha sempre um pelo brilhante e saudável proteja ao máximo o seu cão destes agentes.

Utilize capas protetores para a chuva e seque o seu animal se o passear na chuva. Evite deixá-lo secar ao ar, o ideal será utilizar uma toalha para o enxaguar e um secador.

5. Tosquiar o cão

como cuidar do pelo do cao tosquiar o pelo do cao

A tosquia pode ajudar bastante a cuidar do pelo do cão, especialmente se o seu cão tiver um pelo longo com tendência a embaraçar.

Ao tosquiar o pelo do cão irá nascer novo pelo que vai nascer mais forte e saudável. Também em cães com nós pode ser uma ajuda para retirar estes nós e evitar que o animal desenvolve uma infeção na pele.

No verão, ou tempo mais quente, aproveite para tosquiar o cão, retirar o pelo mais fraco, se necessário retirar os nós do seu pelo e deixá-lo mais confortável.

Mesmo que o cão não tenha o pelo comprido pode beneficiar com uma tosquia. Se preferir não tosquiar o seu pelo no total, pode optar por uma tosquia higiénica, nas zonas das coxas e patas.

6. Proteja o seu cão dos parasitas externos

como cuidar do pelo do cao desparasitacao externa

Os parasitas externos, como pulgas e carraças, podem influenciar o estado do pelo e da pele do seu cão, portanto, se quer saber como cuidar do pelo do cão, lembre-se de seguir à risca as datas de desparasitação externa.

Existem vários produtos no mercado, como pipetas spot-on, comprimidos, injetáveis e coleiras. Cada produto tem o seu período de duração, portanto deve informar-se com o seu médico veterinário sobre a frequência com que deve desparasitar o seu cão.

Veja também:

Fonte

1. Watson TD – Diet and skin disease in dogs and cats. Disponível em:
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/9868266

Dra. Patrícia Azevedo Dra. Patrícia Azevedo

Patrícia Azevedo é médica veterinária natural de Braga. Desde a sua infância que é apaixonada por animais e sempre teve a ambição de ser médica veterinária. Trabalhou como voluntária em associações de proteção e ajuda a animais errantes desde os 11 anos de idade . Iniciou o seu percurso como estudante desta área na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e concluiu os seus estudos no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar. Tem três gatos e uma cadela retirados da rua. Trabalha atualmente na sua cidade natal, em medicina e cirurgia de pequenos animais.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].