Publicidade:

12 Coisas que não deve (mesmo!) fazer durante a gravidez

Se está grávida deve ter cuidados redobrados. Há várias coisas que não deve fazer durante a gravidez para manter não só a sua saúde e bem estar mas também do seu bebé.

 
12 Coisas que não deve (mesmo!) fazer durante a gravidez
Há algumas coisas que a mulher grávida não deve fazer.

Ao longo do desenvolvimento da gravidez, são necessários alguns cuidados adicionais para que esta seja decorra de forma tranquila e saudável, tanto para a mãe como para o bebé.

Durante este período as grávidas enchem-se de dúvidas. Por isso, compilamos 12 coisas que não deve fazer durante a gravidez.

12  coisas que não deve fazer durante a gravidez


coisas que nao deve fazer durante a gravidez

1. Fazer tatuagens

Caso esteja a pensar em fazer uma tatuagem, o ideal é adiá-la para depois do seu bebé nascer.

Durante o período de gestação, a cicatrização está exacerbada. Por isso, a tatuagem pode não ter o aspeto que estava à espera. Durante o processo de cicatrização da pele após a tatuagem, podem formar-se quelóides e, para além disso, os melanócitos não atuam como habitualmente.

Outro problema que se prende com a realização de tatuagens, é a possibilidade de as agulhas não serem corretamente esterilizadas. Neste caso, a mãe corre risco de contrair doenças, como por exemplo, hepatite B e C.

2. Comer por dois

Comer por dois, é uma das coisas que não deve fazer durante a gravidez.

Até às 12 semanas de gestação, a grávida não precisa de ingerir nada extra. A partir da 13ª semana de gestação, a grávida necessita de apenas 300 calorias adicionais por dia.

O importante é que a grávida mantenha uma alimentação saudável e equilibrada ao longo dos 9 meses de gestação.

Existem estudos que dizem que filhos de mulheres que mantêm uma alimentação adequada, adquirem o hábito de ter uma alimentação saudável. Pelo contrário, se a alimentação da mulher é inadequada com excesso de sal, açúcar e  gorduras, o seu filho também terá estas preferências.

O ganho de peso durante a gestação deve ser entre os 11 e os 15 kg.

3. Fumar

Fumar durante a gestação pode provocar aborto espontâneo, recém-nascidos de baixo peso, parto prematuro, morte perinatal, placenta prévia, descolamento de placenta, redução do calibre das vias aéreas e dificuldades de aprendizagem

4. Consumir bebidas alcoólicas

De acordo com várias pesquisas a ingestão de qualquer quantidade de álcool durante a gravidez não é aconselhado. Mesmo o consumo apenas social de bebidas alcoólicas pode provocar Síndrome Alcoólica Fetal, responsável por malformações congénitas, problemas comportamentais e de crescimento e atraso mental.

5. Dar sangue

Outra das coisas que não deve fazer durante a gravidez é dar sangue.

Ao dar sangue, há uma grande probabilidade da grávida desmaiar durante ou após o procedimento. Se ela desfalecer ou cair, pode provocar danos tanto para ela quanto para o seu bebé.

6. Fazer desportos radicais

Durante a gestação, os desportos e atividades radicais devem ser evitados. Estas atividades podem provocar perda de equilíbrio e trauma à mãe e ao bebé.

coisas que nao deve fazer durante a gravidez

7. Comer carne ou peixe crús

O parasita responsável pela transmissão da toxoplasmose pode ser encontrado em carne mal passada, ovos crus, leite não pasteurizado e peixe crú.

Nos adultos, os sintomas da toxoplasmose são irrelevantes. No entanto, o parasita atravessa a placenta podendo infetar o bebé. Se tal acontecer, o bebé tem o risco de desenvolver toxoplasmose congénita.

Bebés com toxoplasmose congénita não têm alterações ao nascer. Contudo, mais de 90% dos infetados desenvolvem problemas de cegueira, surdez e atraso no desenvolvimento. Estes problemas podem surgir meses ou até anos depois do nascimento.

8. Andar de avião

As viagens de avião são desaconselhadas a partir do terceiro trimestre de gestação. No entanto, poderá fazê-lo mediante autorização médica.

No primeiro trimestre não é aconselhado viajar de avião por causa do risco de aborto. No terceiro trimestre pode ocorrer o parto.

Caso a grávida faça viagens muito prolongadas, devem usar meias elásticas e movimentar as pernas para evitar tromboembolismo.

9. Conduzir

Após o 8º mês de gestação não é aconselhado que a grávida continue a conduzir. A barriga fica muito próxima do volante e para além disso podem ficar muito enjoadas e cansadas, o que pode representar risco para si e para o bebé.

10. Tomar café

Em quantidades elevadas, a cafeína pode provocar aborto, restrição de crescimento fetal e prematuridade. Nesta conta não entram só os cafés, mas todas as bebidas e alimentos que contêm cafeína, como o chocolate ou o chá preto.

Para além disso, para grávidas que sofram de náuseas e azia, o café pode piorar estas situações.

No entanto, 1 a 2 cafés por dia não são proibidos.

11. Fazer radiografias

Realizar exames que emitam qualquer tipo de radiação como radiografias ou tomografias computarizados, são duas coisas que não deve fazer durante a gravidez. A emissão de radiação pode provocar alterações genéticas no bebé.

Estes exames devem ser realizados apenas em caso de necessidade.

12. Automedicar-se

A mulher grávida não pode tomar qualquer tipo de medicação. Antes de se auto-medicar, é essencial consultar um médico.

Veja também:

Enfª Isabel Silva Enfª Isabel Silva

Isabel Silva é enfermeira por paixão, licenciada pela Escola Superior de Enfermagem do Porto. Sempre quis seguir a área da saúde e acredita que a informação é uma ferramenta essencial para a saúde da população, e que cabe aos profissionais de saúde transmiti-la de forma relevante e fidedigna para que cada indivíduo seja capaz de tomar decisões importantes relativamente à sua saúde e ao seu bem-estar.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].