Publicidade:

Cerveja: composição nutricional, benefícios e contraindicações

Quer saber tudo sobre a cerveja? Conheça neste artigo a composição nutricional, os benefícios e as contraindicações que esta bebida lhe pode oferecer.

Cerveja: composição nutricional, benefícios e contraindicações
Quer saber mais acerca desta bebida?

A cerveja é a terceira bebida mais popular do mundo, logo depois da água e do café. Esta bebida, produzida a partir da fermentação de cereais, é provavelmente das primeiras bebidas alcoólicas a ser criada pelo ser humano. Inclusivamente, a Organização Mundial de Saúde (OMS) considera que o consumo moderado de bebidas alcoólicas pode ser benéfico para o organismo, de acordo com os estudos científicos realizados até hoje.

Ao longo do tempo, a receita da tradicional da cerveja artesanal foi sendo alterada, surgindo variantes da bebida, tais como a cerveja preta e a cerveja sem álcool.

Fique a saber qual a verdadeira composição nutricional da cerveja, assim como os benefícios que esta bebida pode ter para a saúde e quais as contraindicações associadas ao seu consumo.

Composição nutricional da cerveja


copo de cerveja

Veja a tabela que se segue, que resume a composição nutricional por 100mL desta bebida:

Componentes Quantidade (em gramas)
Água 91,6
Proteína 0,4
Gordura total 0
Hidratos de carbono 0,5
Álcool 3,7
Amido 0
Fibra alimentar 0

 

Para além destes compostos, a cerveja é a bebida alcoólica com menor valor energético (29kcal por 100mL de cerveja) e conta ainda com várias vitaminas e minerais na sua composição, como a tiamina, a riboflavina, a niacina, vitaminas do complexo B, sódio, potássio, cálcio, silício, fósforo e magnésio.

Os 6 principais benefícios do consumo de cerveja


O consumo moderado de cerveja tem sido associado a vários benefícios no organismo humano, de acordo com os inúmeros estudos científicos que têm sido desenvolvidos ao longo dos anos. Não fosse esta uma bebida tão popular em todo o mundo.

De entre esses conheça os benefícios da cerveja sem álcool e escolha a melhor opção, destacam-se os seguintes:

1. Proteção cardiovascular

cerveja saude cardiovascular

De acordo com vários artigos científicos, o consumo de cerca de 20g de álcool por dia está associado à prevenção de complicações cardiovasculares, uma vez que auxilia no aumento do colesterol HDL (o chamado “bom” colesterol).

Para além disso, o baixo teor em sódio e o elevado teor de potássio contribuem para a regulação da tensão arterial, diminuindo o risco de complicações como AVC.

2. Fortalecimento dos ossos

cerveja fortalecimento dos ossos

Para além da cerveja conter cálcio na sua composição, esta bebida também conta com a presença de silício, um composto que favorece a absorção do cálcio ingerido através da cerveja e de todos os outros alimentos ingeridos.

Uma vez que cerca de 99% do cálcio armazenado no nosso corpo se encontra nos ossos e dentes e que o cálcio é um mineral que só obtemos através da alimentação, é importante garantir que se consome a quantidade de cálcio que o organismo necessita, mantendo assim os ossos fortes e saudáveis.

3. Ação antioxidante

mulher a beber cerveja

O efeito antioxidante que a cerveja pode ter no organismo é muito benéfico, uma vez que contribui estabilizar os radicais livres, compostos agressores que prejudicam o normal funcionamento do organismo, aumentando o risco do desenvolvimento de várias complicações, como é o caso do cancro, a diabetes, doenças cardiovasculares, entre outras.

Assim, esta característica da cerveja é excelente para prevenir o aparecimento destas doenças.

4. Melhoria do funcionamento dos rins

cerveja funcionamento dos rins

Por ser composta maioritariamente por água, a cerveja é mais uma das bebidas que contribui para melhorar o funcionamento dos rins por estimular o seu funcionamento, evitando o desenvolvimento de complicações como a pedra nos rins.

5. Redução do risco de diabetes

cerveja diabetes

Uma vez que o álcool aumenta a sensibilidade à insulina, a cerveja pode contribuir para reduzir o risco de desenvolver diabetes.

6. Efeito diurético

cerveja efeito diuretico

Para além da cerveja ser maioritariamente composta por água como foi referido, também conta com alguns minerais e vitaminas do complexo B que, juntamente com o álcool, contribuem para o efeito diurético desta bebida.

Contraindicações do consumo da cerveja


nao beber cerveja

O consumo moderado de cerveja pode trazer vários benefícios para a sua saúde. No entanto, existem algumas situações em que não é aconselhado consumir esta bebida, mesmo que em doses moderadas, tais como:

  • Mulheres grávidas, que planeiam engravidar ou que estão a amamentar;
  • Pessoas com histórico de alcoolismo;
  • Menores de 18 anos;
  • Pessoas com complicações de saúde, tais como problemas ao nível do fígado ou dos rins.

Para além destas situações, se faz alguma medicação habitual, também poderá estar contraindicado no seu caso consumir cerveja. De qualquer forma, o ideal será aconselhar-se junto do seu médico acerca da possibilidade de consumir cerveja e em que quantidades.

É ainda importante ressaltar que um consumo excessivo desta bebida poderá causar vários danos no organismo, tais como danificar o fígado ou conduzir à desidratação, pelo que, tal como acontece quando consumimos outras bebidas alcoólicas e até mesmo grande parte dos alimentos, o importante é a moderação.

Em suma…


Ao contrário do que se pensa, a cerveja é rica em vários componentes nutricionais que podem trazer benefícios ao organismo. No entanto, é fundamental relembrar que o consumo desta bebida deve estar incluído num estilo de vida saudável, em que esteja presente uma dieta saudável e equilibrada.

Veja também:

Nutricionista Carolina da Costa Arcanjo Nutricionista Carolina da Costa Arcanjo

Mulher, tripeira e Nutricionista (C.P. 2181N). É licenciada em Ciências da Nutrição pela Universidade Católica Portuguesa e autora do blog "Comer para crer". Desenvolveu atividade em várias áreas da Nutrição, mas a paixão pela área clínica e pela comunicação tem prevalecido.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].