Publicidade:

O seu cão não come? Explicamos o porquê e o que fazer

Quando o cão não come algo de errado se passa. Saiba o porquê do seu cão deixar de comer e o que pode fazer para tentar reverter esta situação.

O seu cão não come? Explicamos o porquê e o que fazer
Se o seu cão deixar de comer ou comer menos deve preocupar-se.

Os cães são muito gulosos, assim, quando lhe damos a refeição do costume e notamos que o cão não come surge uma grande preocupação.

É importante estar atento a estas situações pois, podem ser um indício de que alguma coisa se passa com o seu amigo de quatro patas.

9 razões para o cão não comer


cao nao come cao triste no chao

Quando o cão não come, as razões podem ser várias. Especialmente em cachorros, deve ter muita atenção ao seu apetite. Em caso de dúvida, o melhor será sempre optar por consultar um médico veterinário.

1. Stress

Situações de muito stress e ansiedade podem fazer com que o seu cão perca o apetite. Por exemplo, situações de mudança de casa, ter medo de alguma coisa, pessoa ou situação, perder um familiar.

2. Comportamentos aprendidos

Mudar o local da sua refeição ou mudar a taça da ração por outro material ou tamanho, podem ser razões para o seu cão não comer.

Também se, a uma determinada hora o habituar a dar um resto de comida ou algum alimento de que o seu cão goste muito, este pode “guardar a fome” para comer mais tarde a gulosice em vez de comer a sua refeição.

Estes são apenas alguns exemplos de comportamentos aprendidos pelo seu cão que podem fazer com que não queira comer a sua comida, ainda que tenha fome e não tenha nenhum problema de saúde.

3. Alteração da dieta

Se o seu cão estiver habituado a um tipo de alimentação e a mudar repentinamente, pode fazer com que o seu cão não queira comer a comida que coloca à sua disposição.

Deve sempre fazer uma mistura gradual da alimentação do cão, de forma a que este se habitue e também para evitar diarreias causadas por alterações da dieta.

4. Febre

Tal como as pessoas, os cães quando têm febre podem ficar sem vontade de comer devido ao desconforto e mal-estar que sentem. Este é uma das razões pela qual deve ficar atento à alimentação do seu cão. Deixar de comer pode ser um sinal inicial de que o cão está doente.

5. Problemas gastrointestinais

Doenças do aparelho gastrointestinal, para além de outros sintomas como vómitos e diarreia, podem causar náuseas e portanto o animal irá deixar de comer.

6. Infeções do aparelho respiratório

Infeções no aparelho respiratório podem causar obstrução das narinas e reduzir o olfato do cão. Desta forma, o cão não irá sentir tão bem o alimento e pode não comer tão bem como o seu normal.

7. Obstruções do aparelho digestivo

Geralmente, causadas por corpos estranhos, especialmente em cachorros, pois ingerem objetos que não deviam.

8. Problemas na boca

Se o seu cão tiver algum problema na boca que lhe cause dor ou desconforto na mastigação, como uma infeção do dente ou das gengivas, irá deixar de comer ou então preferir alimentação mais mole que não seja necessário mastigar.

9. Medicação

Alguns tipos de medicamentos podem causar náusea e falta de apetite. Caso o seu animal esteja a tomar alguma medicação e deixar de comer, é importante questionar o seu médico veterinário se pode ser devido ao medicamento.

O seu cão não come?


É importante perceber se o seu cão come bem ou não diariamente pois, deixar de comer pode ser um dos primeiros sinais de que o seu cão está doente.

1. Testar o apetite

cao nao come cao a cheirar comida

Se acha que o seu cão não come ou está a comer menos do que o habitual, deve tentar perceber se ele não quer realmente comer ou está com um apetite caprichoso e seletivo, ou seja, só come coisas mais apetitosas.

Pode começar por colocar à sua disposição uma pequena porção de alimento preferido, como um alimento húmido, e perceber se o vai comer ou não.

Deve reparar se o seu cão, mesmo não comendo, tem vontade de comer, pois pode estar com algum tipo de dor que o impeça de mastigar, mas no entanto ter apetite.

2. Estar atento a sintomas

cao nao come cao no sofa

Se o seu cão não come, muito provavelmente há uma razão subjacente. Deve, portanto, estar atento a sintomas como vómitos, diarreias, apatia, entre outros sinais anormais no seu cão.

Estes sintomas são indicadores de alguma doença, e podem ajudar o seu médico veterinário a fazer um diagnóstico.

Portanto, se o seu cão não come, esteja atento a outros sinais alarmantes para que possa transmitir posteriormente ao médico veterinário.

3. Medir a temperatura

cao nao come medicao da temperatura corporal

O seu cão pode não comer por ter febre, ou seja, a temperatura corporal alta. De forma a verificar a sua temperatura corporal pode utilizar um termómetro e fazer a medição da temperatura retal.

Para medir a temperatura deve introduzir o termómetro no ânus do cão com cuidado, e com vaselina. É importante aprender a técnica com um profissional habilitado antes de o tentar fazer sozinho em casa, pois pode magoar o seu cão.

4. Levar o cão ao médico veterinário

cao nao come cao no veterinario

O mais importante, independentemente da causa, caso note que o seu cão não está a comer, é levá-lo logo que possível ao médico veterinário para que possa ser avaliado, percebido o problema e medicado.

Independentemente da idade, deve ficar preocupado se o seu cão não come, no entanto, cachorros e cães idosos, são mais frágeis e suscetíveis, desta forma devem ser levados de imediato a uma consulta.

Veja também:

Dra. Patrícia Azevedo Dra. Patrícia Azevedo

Patrícia Azevedo é médica veterinária natural de Braga. Desde a sua infância que é apaixonada por animais e sempre teve a ambição de ser médica veterinária. Trabalhou como voluntária em associações de proteção e ajuda a animais errantes desde os 11 anos de idade . Iniciou o seu percurso como estudante desta área na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e concluiu os seus estudos no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar. Tem três gatos e uma cadela retirados da rua. Trabalha atualmente na sua cidade natal, em medicina e cirurgia de pequenos animais.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].