Publicidade:

11 dicas para deixar de ter o cabelo oleoso

Existem técnicas e produtos que, quando aplicados, ajudam a diminuir a oleosidade do cabelo! Conheça-os aqui e diga adeus ao cabelo oleoso.

 
11 dicas para deixar de ter o cabelo oleoso
Saiba ainda o que propicia a oleosidade capilar

Cada cabelo, sua sentença. O ditado não é bem assim, mas facilmente poderia ser. E o assunto de hoje é algo que deixa qualquer um preocupado: cabelo oleoso, mais propriamente o que leva ao seu aparecimento e como evitar.

Afinal, ter um cabelo cuidado e saudável é algo que todos desejamos e que diz muito de nós. As aparências contam e o nosso cabelo tem um grande papel na forma como nos apresentamos ao mundo.

Por vezes, um couro cabeludo oleoso resulta de problemas temporários, como questões hormonais, complicações relacionadas com a tiróide, gravidez ou mesmo menopausa. Noutros casos, é um problema frequente. Seja qual for o caso, existem várias formas de prevenção simples de implementar no seu dia-a-dia e que poderão fazer toda a diferença.

O que está a tornar o seu cabelo oleoso?


cabelo oleoso mexer no cabelo

Há motivos óbvios para o aparecimento do cabelo oleoso e outros nem por isso. Atente à lista dos principais motivos que o impedem de ter o cabelo que sempre desejou.

1. Fronha de almofada

É importante trocar as fronhas regularmente, dado que é um local que facilmente acumula os óleos do rosto e até partículas do ar que afetam o estado do seu cabelo.

2. Mexer muito no cabelo

Seja com as mãos, seja estar constantemente a penteá-lo, quanto mais mexe no cabelo, pior. Tal atitude faz com que o cabelo fique mais sujo, logo, mais oleoso rapidamente.

3. Os produtos que usa

Porque é mais barato, porque gosta da embalagem, porque gosta do cheiro, porque usa há anos: tudo isto são motivos frequentes que justificam os produtos que usa no seu cabelo. Mas não é mesmo isso que deve valorizar em primeiro lugar. Antes deve perceber bem qual é o seu tipo de cabelo e escolher os produtos mais adequados a essas características.

4. Usar condicionador em excesso

O uso de condicionador no cabelo é extremamente importante para o manter brilhante e saudável, mas para tal há que saber como e quanto aplicar.

5. O que está a comer

O nosso corpo é um reflexo da nossa alimentação e o cabelo não é exceção. Para esta situação específica, quantos mais alimentos ricos em gordura comer, mais tendência existe em ter um cabelo oleoso.

6. Flutuações hormonais

Puberdade, gravidez e menopausa ou andropausa são momentos da vida do ser humano em que as hormonas ficam rainhas e senhoras do nosso corpo. Nessas alturas, o teor de óleo do couro cabeludo é facilmente elevado.

7. Corte e estilo de cabelo

Qualquer corte ou estilo de cabelo que implique constante manipulação ou modelação fará com que os fios capilares fiquem oleosos com mais facilidade.

8. Problemas dermatológicos

Se notar qualquer inflamação ou descamação na pele, principalmente na zona do couro cabeludo deverá procurar ajuda médica com a maior brevidade possível. Mesmo podendo tratar-se de uma situação de fácil resolução, quanto mais cedo souber o que se passa e cuidar do problema, menos consequências terá para o seu cabelo.

Adeus cabelo oleoso: 11 formas de o conseguir


cabelo oleoso cabelo lavado

1. Usar condicionador corretamente

Como já referido, a forma como coloca o condicionador no cabelo e a quantidade de produto que utiliza fazem toda a diferença entre ter ou não um cabelo oleoso. Como tal, deve apenas colocar do meio até às pontas e pouca quantidade – dependendo do tamanho e volume do seu cabelo, nunca mais do que o tamanho de uma noz.

2. Usar pó de talco

Acordou num dia mau para o seu cabelo em que não tem sequer tempo de voltar a lavar? Então, o segredo está em colocar um pouco de pó de talco nas raízes, massajando bem. Este produto irá absorver a oleosidade do cabelo.

3. Usar champô seco

O champô seco fará o mesmo efeito no cabelo que o pó de talco, com a vantagem de que a sua eficácia é mais duradoura durante, não correndo tanto o risco de ficar com o cabelo manchado de branco aumentando o tempo de intervalo entre as lavagens do cabelo.

4. Lavar menos vezes o cabelo

Pode parecer contraditório: “então, tenho o cabelo oleoso e não devo lavá-lo?” Correto! O couro cabeludo produz óleos naturais e necessários e quanto mais vezes lavar o cabelo, mais o couro cabelo terá necessidade de produzir esses mesmo óleos, resultando num cabelo oleoso mais rapidamente. O ideal será lavar o cabelo a cada três ou quatro dias.

5. Lavar o cabelo com água morna ou fria

A água quente faz com que as glândulas sebáceas entrem em maior atividade e, consequentemente, ocorra um aumento da oleosidade. Como tal, lavar o cabelo com água morna ou fria deve ser um hábito a incluir no seu dia-a-dia.

6. Saber o quanto deve escovar

O cabelo deve ser escovado na dose certa: nem mais nem menos, mas esse equilíbrio deve ser encontrado por cada pessoa, pois todos os cabelos são diferentes e têm necessidades distintas.

7. Escolher os produtos certos

Entre dezenas de marcas e subtipos diferentes de produtos de cabelo, poderá ser um verdadeiro quebra cabeças escolher quais são realmente os mais adequados para si.

Em primeiro lugar, deverá conhecer bem o seu cabelo e reconhecer quais os pontos fortes e fracos. Em segundo lugar, atentar bem aos produtos existentes para tomar uma decisão acertada.

Se tiver dificuldade, poderá sempre procurar ajuda especializada.

8. Optar por um champô com pH neutro

Os champôs com pH neutro não agridem o couro cabeludo, ajudando, assim, a proteger o seu cabelo e a prevenir o problema da oleosidade causado pelo estímulo da produção de gordura.

9. Evitar alisar o cabelo

Quanto mais próximo o cabelo está da cabeça, mais contacto terá com os óleos naturais do couro cabeludo. Assim sendo, um cabelo com volume ou um cabelo encaracolado, corre menos risco de ficar oleoso mais rapidamente.

10. Beber mais água

A ingestão constante de água ajuda a promover a hidratação natural o cabelo, auxiliando na eliminação de toxinas acumuladas internamente. Beba cerca de litro e meio de água por dia e verá a oleosidade do seu cabelo a diminuir.

11. Praticar uma alimentação saudável

A alimentação é um aspeto extremamente importante para o seu cabelo! Para diminuir o cabelo oleoso, aumente a ingestão de vegetais, leguminosas, peixes e carnes brancas, laticínios e hidratos de carbono integrais em detrimento de doces, alimentos processados ou com alto teor de gordura.

Veja também:

Mónica Carvalho Mónica Carvalho

Mónica Carvalho é licenciada em Jornalismo e Ciências da Comunicação, com Pós-Graduação em Comunicação, Assessoria e Marketing. Vê na produção de conteúdos uma forma de tornar o mundo um lugar mais interessante, curioso e acessível. Os livros, filmes, séries, música, desporto e, acima de tudo, as histórias das pessoas inspiram-na a querer sempre fazer mais e melhor.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].