Publicidade:

Buldogue Inglês: tudo o que precisa de saber sobre esta raça

Apesar do passado sangrento, o Buldogue Inglês tem um charme irresistível. Por baixo de toda aquela aparência feroz e enrugada, esconde-se um amigo fiel, carinhoso, paciente e sensível. Por isso, mesmo que se babe e ressone, seja sedentário e precise de mais cuidados que o habitual, este cão compensa de muitas outras formas.

Buldogue Inglês: tudo o que precisa de saber sobre esta raça
Embora não pareça, é um coração de manteiga

Antigo lutador de touros, a história do Buldogue Inglês pode ter sido pautada por algum grau de violência, mas poucos cães têm um temperamento tão doce quanto ele. Alguns exemplares podem ser cautelosos com estranhos, mas, na sua maioria, são sociáveis com visitas e mostram-se amigos de toda a gente.

Embora pachorrentos, atingem picos de energia elevados, principalmente nos seus primeiros anos de vida e podem roer tudo o que estiver ao seu alcance. Prepare-se, pois vai ter muito trabalho pela frente para ensinar este “pequeno” bonacheirão.

Características gerais do Buldogue Inglês


Grupo: Grupo 2 – Cães de tipo Pinscher e Schnauzer, Molossóides e Cães de Montanha, e Boieiros Suíços

Finalidade: cão de companhia

Ambiente ideal: apartamento

País de Origem: Reino Unido

Porte: médio

Altura: de 30cm a 40cm

Peso ideal: de 22kg a 25kg

Cor: vermelho, tigrado, castanho, fulvo, branco com algumas destas cores

Esperança Média de Vida: entre 8 a 10 anos

Preço médio: de 500€ a 1100€

 

Características específicas do Buldogue Inglês


Pouco enérgica, a raça não requer uma extensa atividade física, contentando-se com uma leve caminhada por dia ou 15 minutos de brincadeira. Por essa razão, adequa-se perfeitamente à vida num apartamento.

O Buldogue Inglês não tem muita tendência para ladrar, mas é barulhento. Por ser braquicefálico (com focinho achatado), ressona, ronca, arrota e respira de forma ofegante. Outra das suas características é o facto de produzir grandes quantidades de saliva.

Energia
Inteligência
Tolerância ao frio
Tolerância ao calor
Cuidados de higiene
Queda de pelo
Tendência para problemas de saúde
Facilidade de aprendizagem
Socialização com crianças
Socialização com estranhos
Socialização com cães
Socialização com gatos

Fases da vida do Buldogue Inglês


Bebé

0 – 18 meses

Adulto

18 meses – 7 anos

Idoso

7 – 10 anos

 

Físico do Buldogue Inglês


Buldogue ingles

É um cão baixo, largo e robusto, apresentando uma cabeça grande em relação ao corpo. Os membros são curtos e musculados, estando os anteriores muito separados, com respetivas patas viradas para fora. A zona facial é uma das características mais distintivas deste tipo de cães, Buldogue Inglês incluído: o focinho é curto e achatado; os beiços são grossos e pendentes sobre os lados dos maxilares, sendo que o maxilar inferior é desnivelado e projetado para a frente.

Temperamento do Buldogue Inglês


Apesar do aspeto sisudo e bruto, o Buldogue Inglês é um cão extremamente afetuoso e raramente perde a paciência, tornando-o muito adequado para uma família com crianças ou idosos. Necessita de muita atenção e não vai ter vergonha em pedi-la, tornando-se, por vezes, um pouco possessivo.

Teimoso, persistente e preguiçoso, tem dificuldade em aprender comandos e tende a desafiar os donos, pelo que é preciso muita paciência para o educar e treinar.

Problemas de Saúde do Buldogue Inglês


Por culpa da sua fisionomia, o Buldogue Inglês é um cão com tendência para sofrer de alguns problemas de saúde e complicações. Uma delas prende-se com a dificuldade em reproduzir-se e, consequentemente, no caso das fêmeas, em ter as crias. O tamanho da sua cabeça faz com que os partos tenham de ser, na maioria das vezes, feitos por cesariana.

Olhos

  • Entrópio e ectrópio.
  • Olho de cereja.

Ossos

  • Displasia coxo-femoral e do cotovelo.
  • Luxação patelar.

Pele

  • Dermatites e assaduras.

Sistema respiratório

  • Síndrome braquicefálica.

Sistema digestivo

  • Flatulência.

Outros

  • Obesidade.

 

Cuidados a ter com o Buldogue Inglês


Temperatura

  • Evite ao máximo passeios durante as horas de calor e não o deixe em locais ao sol sem circulação de ar. Eles são muito sensíveis às temperaturas extremas.

Pelo e pele

  • Escove o cão uma vez por semana. Limpe diariamente as pregas da pele do focinho e do pescoço com água e sabão neutro, secando muito bem.

Ossos

  • O Buldogue Inglês precisa de ser exercitado de forma moderada, até para não vir a sofrer de obesidade, o que também lhe causa problemas de ossos e articulações, mas deve evitar andar em pisos escorregadios e subir/descer escadas.

 

Origem do Buldogue Inglês


Tudo indica que o Buldogue Inglês descende dos antigos mastins asiáticos, introduzidos na Europa durante o século VI a.C. pelos Fenícios. O temperamento feroz, a corpulência e a força destes cães fizeram com que, ainda na época romana, fossem utilizados para os desportos de coliseu.

Contudo, foi apenas no século XIII que um cão já mais parecido com o Buldogue Inglês surgiu, numa altura em que as lutas com touros se tornaram populares na Grã-Bretanha. Nesta atividade, o cão enfurecia o touro, não só para entreter o público, mas também porque se acreditava que isso amaciava a carne do animal. Daí o nome Bul (touro) + dogue (cão).

Com a proibição desta prática, o Buldogue Inglês esteve em risco de extinção, mas vários adeptos da raça empenharam-se para a salvar, ao mesmo tempo que a “restruturavam”, reduzindo a sua agressividade e transformando-os nos cães meigos que hoje conhecemos.

Curiosidades sobre o Buldogue Inglês


Em Fevereiro de 2017, as ruas da Cidade do México encheram-se de 951 Buldogue Inglês, numa tentativa de reunir o maior número de exemplares da raça. O objetivo era bater o Record do Guinness, que assinalava a marca dos 800 cães.

O Buldogue Inglês é a mascote dos Marines norte-americanos, como símbolo de determinação, força e lealdade.

Mas o Buldogue Inglês também costuma ser uma raça utilizada para representar o perigo e a agressividade. Na série animada Tom and Jerry, a personagem Spike estava sempre a perseguir o Tom. E lembra-se daquele jogo para crianças, em que se ia carregando nos dentes de um cão até ele acordar furioso? Esses cães são Buldogues Ingleses.


Conheça mais raças de cães:

Todas as raças de cães

Todas as
raças de cães

Raças de cães pequenos

Raças de
cães pequenos

Raças de cães médios

Raças de
cães médios

Raças de cães grandes

Raças de
cães grandes

Mafalda Braga Mafalda Braga

Depois da licenciatura em Comunicação Social e Cultural e do mestrado em Media e Jornalismo, tirados na Universidade Católica Portuguesa, fez um estágio na extinta Rádio Clube Português e outro na Revista Máxima, onde ficou a trabalhar durante cinco anos e meio. Passou ainda pela Revista Must, suplemento do Jornal de Negócios, e atualmente é jornalista freelancer. Além desta área, tem uma grande paixão por cinema, viagens, animais e comida, de preferência com muito sol a acompanhar.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].