Benefícios do mangostão: um tesouro nutricional proveniente da Ásia

A descoberta dos benefícios do mangostão fez com que este fruto saltasse do anonimato para as luzes da ribalta, tendo o seu consumo aumentado significativamente nos últimos anos, principalmente na Europa. As suas propriedades anti-cancerígenas e anti-envelhecimento são as mais relevantes. Fique a conhecer melhor este fruto.

Benefícios do mangostão: um tesouro nutricional proveniente da Ásia
Apesar de ser ainda desconhecido por muitos, o mangostão apresenta propriedades muito interessantes para a saúde.

O mangostão é um fruto tropical proveniente da Ásia, sendo considerado o fruto nacional da Tailândia, país onde é amplamente cultivado.

Apesar de nos países asiáticos já ser uma presença frequente na alimentação, na Europa só mais recentemente ganhou fama, devido aos benefícios que apresenta para a saúde. Se ainda não conhece os benefícios do mangostão, depois de ler este artigo vai certamente querer incluí-lo na sua alimentação diária.

Conhecendo um pouco melhor o mangostão


mangostao

Como já referido, o mangostão é um fruto tropical muito apreciado nos países asiáticos, estando ainda a ser descoberto na Europa.

É um fruto muito perecível num curto espaço de tempo, especialmente se não conservado em condições adequadas e muito bem controladas.

Regra geral, o mangostão é consumido como fruto fresco, sendo a semente comestível depois de fervida em água. O número de sementes por fruto varia de 0 a 3, sendo, o mais frequentemente, frutos com 1 semente.

A parte carnuda (polpa) é de cor branca e apresenta um sabor ligeiramente agridoce, sendo muito rica do ponto de vista nutricional.

Benefícios do mangostão


beneficios do magostao e controlo dos niveis de pressao arterial

A polpa e especialmente a casca do mangostão contêm inúmeros fitonutrientes, em particular flavonoides, vulgarmente designados por xantonas e outros polifenóis, como as catequinas.

Estes compostos conferem a este fruto propriedades antioxidantes, muito importantes para a promoção da saúde a diversos níveis.

1. Antioxidantes e Radicais livres: o que são?

Todos os dias estamos expostos a agentes agressores que prejudicam o normal funcionamento do organismo, induzindo ou aumentando o risco de aparecimento de determinadas doenças, como envelhecimento precoce, cancro, diabetes, doenças cardiovasculares, doenças degenerativas, entre outras.

Esses agentes agressores denominam-se radicais livres e podem provir do meio externo, nomeadamente stress, radiação solar, poluição, tabaco, alimentação, entre outros, ou ser produzidos internamente, resultantes do metabolismo energético endógeno.

Estes radicais livres são substâncias instáveis, quimicamente reativas e muito perigosas, na medida em que reagem com outras moléculas, incluindo as nossas células, provocando a sua oxidação e consequente degeneração.

Os elementos das nossas células que estão em maior risco de dano pelos radicais livres são as proteínas, os lípidos das membranas celulares e o DNA que contém a informação genética.

Para auxiliar o organismo no combate a essas substâncias, existem os antioxidantes, capazes de estabilizar os radicais livres através do fornecimento de um electrão em falta, sem se tornarem nefastos ou instáveis. São, portanto, moléculas capazes de inibir a oxidação de outras moléculas.

Por este motivo, uma das formas mais comuns de consumir este fruto é na forma de sumo, obtido a partir da trituração de todas as suas partes (casca, polpa e sementes). Desta forma, aproveita-se o alimento integralmente, maximizando a ingestão de antioxidantes e usufruindo de todos os benefícios do mangostão.

2. Proteção contra cancro

O cancro é uma das doenças que mais afeta a sociedade contemporânea do século XX, juntamente com as doenças cardiovasculares e respiratórias, sendo responsável por uma grande parte da mortalidade ocidental.

Um dos benefícios do mangostão mais enaltecido é precisamente a proteção contra o cancro. Tal facto deve-se às propriedades antioxidantes conferidas pelos fitonutrientes abordados anteriormente e por vitaminas e minerais como vitamina C e selénio.

Estes compostos, além de evitarem a oxidação de compostos celulares, induzem a morte celular de células tumorais já formadas. A morte celular programada desempenha um papel importante em diversos processos vitais e no combate a inúmeras doenças.

Além disso, estes compostos conferem ainda proteção contra a oxidação do colesterol LDL, processo responsável pelo desencadear de doenças cardiovasculares.

3. Ação Anti-inflamatória

Além das propriedades antioxidantes e anti-cancerígenas, outro dos benefícios do mangostão reflete-se na sua ação anti-inflamatória, sendo um aliado no combate a doenças como a artrite.

Além do seu papel no tratamento e prevenção de doenças reumáticas, o mangostão pode ainda atuar como coadjuvante no tratamento de outras doenças que têm na inflamação um fator etiológico ou agravante, como a diabetes ou a algumas doenças cardiovasculares.

4. Propridades Anti-fúngicas, anti-virais e anti-bacterianas

Alguns dos nutrientes do mangostão tem propriedades antimicrobianas marcadas, sendo equivalentes ao princípio ativo de alguns antibióticos.

Além disso, devido ao teor de vitaminas e minerais que possui, ajuda a reforçar o sistema imunitário, um fator que potencia a prevenção de doenças de origem microbiana.

5. Ajuda a regular a pressão arterial

Derivado das propriedades anteriormente descritas, em particular da sua ação antioxidante e da sua riqueza em vitaminas e minerais, o mangostão ajuda a regular a pressão arterial, evitando quadros de hipertensão arterial.

6. Ajuda no controlo do peso corporal e eliminação de gordura

Pelo facto de conter ácido hidrocicítrico na sua composição, o mangostão aumenta a sensação de saciedade e auxilia na eliminação de gordura, prevenindo ainda o aumento do colesterol.

Além disso, ajuda ainda na melhoria da sensibilidade à insulina, um fator importante principalmente para quem sofre de diabetes.

7. Ajuda na prevenção de doenças degenerativas e envelhecimento precoce

O papel dos antioxidantes do mangostão não se fica pela proteção do cancro e doenças cardiovasculares. Estes compostos são ainda responsáveis pela prevenção de doenças neuro degenerativas e do envelhecimento precoce.

Agora que já conhece os benefícios do mangostão, do que está à espera para experimentar e começar a consumir regularmente?

Veja também:

Nutricionista Rita Lima Nutricionista Rita Lima

Rita Lima é nutricionista e trabalha, atualmente, nos ginásios Urban Fit de Ermesinde, Antas Prime Fitness e CulturaFit Club no Porto. Durante 2 anos colaborou no projeto Dragon Force do Futebol Clube do Porto e com o Boavista Futebol Clube. É licenciada em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto e frequentou o Curso de Nutrição no Desporto na mesma faculdade.