Prática de atividade física pode reduzir em um terço os números de casos de cancro

Está provado: a prática de atividade física pode reduzir em um terço os números de casos de cancro. Saiba tudo sobre o tema, cuide de si e previna-se.

Prática de atividade física pode reduzir em um terço os números de casos de cancro
Nunca é demais dizer: mexa-se, pela sua saúde

A prática de atividade física pode reduzir em um terço os números de casos de Cancro em Portugal. O tema foi debatido no painel “A Qualidade de Vida do Doente Oncológico”, inserido no 1º Congresso Nacional Transdisciplinar de Saúde, que decorreu a 20 de outubro, no Altice Fórum Braga.

Muito se fala sobre a prevenção do aparecimento de cancro e a prática de exercício físico como prossecução de um estilo de vida saudável, tendo sido registado pelos profissionais de saúde portugueses os benefícios intrínsecos.

Todavia esta grande conclusão do congresso não aborda apenas a atividade física como um aliado de excelência na prevenção da doença oncológica, mas também como fator essencial durante o tratamento e após o seu término, facilitando, assim, o regresso à vida ativa.

De acordo com Mafalda Noronha, da Comissão de Nutrição Clínica da Ordem dos Nutricionistas, “não adianta mudar apenas os hábitos alimentares e recorrer aos tratamentos mais avançados”, se o paciente não recuperar a funcionalidade do seu corpo, algo que apenas é possível, em muitos casos, com a intervenção dos técnicos de exercício físico.

Como a atividade física pode estar associada a riscos reduzidos de cancro?


atividade fisica pode reduzir em um terço os números de casos de cancro

A prática de exercício físico tem uma série de efeitos biológicos no corpo, alguns dos quais foram ajudam a perceber o porquê do aparecimento de alguns tipos de cancro, nomeadamente:

  • Diminuição dos níveis de insulina e estrogénio, e de certos fatores de crescimento associados ao desenvolvimento e progressão de cancro da mama e cólon;
  • Prevenção da obesidade e diminuição dos seus efeitos nocivos;
  • Redução de processos inflamatórios;
  • Melhoria generalizada do sistema imunológico;
  • Alteração do metabolismo dos ácidos biliares, resultando na diminuição da exposição do trato gastrointestinal a elementos carcinógenos suspeitos;
  • Redução da quantidade de tempo que a comida leva para percorrer o sistema digestivo, o que diminui a exposição do trato gastrointestinal a possíveis carcinógenos.

 

Ser sedentário apresenta mesmo riscos para a saúde?


Sim, o comportamento sedentário é um fator de risco para o desenvolvimento de condições crónicas, incluindo aparecimento de cancro, doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2 e em casos de morte prematura.

Qual a quantidade de atividade física que deve praticar?


exercicio para todas as idades

Para obter benefícios substanciais para a saúde, é importante que um adulto pratique por semana duas horas e meia de atividade física moderada e 75 minutos de atividade física intensa.

Para crianças e adolescentes, as diretrizes recomendam pelo menos uma hora de atividade física diária.

A atividade física, quer em crianças, quer em adultos, deve ser realizada em episódios de pelo menos 10 minutos, preferencialmente distribuídos ao longo da semana.

Atividade física e nutrição juntos contra o cancro!


laco cancro da mama

O cancro da mama na mulher é um dos cancros mais frequentes em Portugal e são já vários os estudos científicos que comprovam que o aparecimento desta doença está, dentre outros fatores, fortemente relacionado com o estilo de vida, mais concretamente a alimentação pobre e o sedentarismo. Além disso, e de acordo com o projeto Quality Onco Life Program, o exercício físico ajuda também a melhorar os sentidos secundários da quimioterapia.

E isto é preocupante tendo em conta que, segundo o Eurobarómetro da Atividade Física de 2017, 68% da população portuguesa não faz qualquer tipo de exercício físico, estando entre os piores países da europa neste sentido.

São estas as premissas que fazem com que a comunidade médica atue no sentido da prevenção. Previna-se também e cuide melhor de si!

Veja também: