7 Alimentos que não deve comer se faz retenção de líquidos

Se também sofre deste problema, fique a conhecer 7 alimentos que não deve comer se faz retenção de líquidos.

7 Alimentos que não deve comer se faz retenção de líquidos
A retenção de líquidos traduz uma acumulação excessiva de água no organismo originando inchaço.

A retenção de líquidos é um problema de afeta um número significativo de pessoas, principalmente do sexo feminino, podendo contribuir para o aparecimento de muitos outros problemas de saúde. Para prevenir ou pelo menos não agravar o problema, importa conhecer os alimentos que não deve comer se faz retenção de líquidos.

O que é a retenção de líquidos?


retencao de liquidos

A retenção de líquidos caracteriza-se por uma acumulação de líquidos, dentro e fora das células, particularmente nas células de gordura, dando origem a edema / inchaço e, consequentemente, aumento do peso.

Alguns estudos demonstram que é possível ganhar até 2,3 quilos apenas com a retenção de líquidos. E, ao contrário do que a maioria das pessoas tende a pensar, quanto mais água beber, menos líquidos vão ficar retidos.

Principais causas da retenção de líquidos


causas para a retencao de liquidos

Cerca de 60-70% do nosso organismo é água. Para manter este equilíbrio, o nosso organismo tem mecanismos compensatórios que lhe permitem eliminar mais ou menos água de acordo com a percentagem que possui no momento.

Quando a ingestão hídrica é reduzida, os líquidos presentes nos vasos sanguíneos saem dos mesmos e acumulam-se no tecido subcutâneo, normalmente nas pernas, tornozelos, mãos, pés e abdómen, provocando o aspeto inchado da pele, sensação de pernas pesadas, desconforto e um aumento de peso.

Portanto, a primeira causa da retenção de líquidos é precisamente a reduzida ingestão de água.

Por outro lado, as hormonas femininas são também umas das principais causas da retenção de líquidos, sendo, por isso, este problema mais frequente nas mulheres.

No entanto, a retenção de líquidos também pode surgir com o stress, falta de exercício físico, ingestão excessiva de sal, toma de anticoncecionais hormonais (nomeadamente a pílula), temperaturas elevadas, problemas de saúde que causam variações hormonais (alterações na tiroide, por exemplo) e toma de medicamentos constituídos por cortisona.

Por trás de um problema de retenção de líquidos podem também esconder-se outros problemas, nomeadamente doenças renais, hepáticas ou cardíacas, pelo que é sempre conveniente dar a devida atenção a este problema.

7 ALIMENTOS QUE NÃO DEVE COMER SE FAZ RETENÇÃO DE LÍQUIDOS


1. Sal de mesa

retencao de liquidos e sal de mesa

Há dois minerais que participam, de forma ativa, no equilíbrio hídrico do organismo: o potássio e o sódio (um constituinte do sal). Ambos são necessários para controlar a pressão arterial e o ritmo cardíaco, transportar nutrientes para as células e regular o processo de retenção de líquidos.

Ora, o excesso de sódio, alcançado devido ao consumo excessivo de sal, quebra esse equilíbrio e favorece a retenção. Já a ingestão de alimentos ricos em potássio, mais precisamente, fruta e hortícolas, ajuda a restabelecer o equilíbrio.

Neste sentido, evite a adição de sal aos alimentos / confeções e opte por especiarias e ervas aromáticas para temperar as suas receitas.

2. Enlatados

retencao de liquidos e enlatados

Apesar de a maioria dos produtos enlatados serem à base de peixe, fruta ou hortícolas, alimentos que supostamente diminuem a retenção de líquidos, a esmagadora maioria dos enlatados apresenta um teor de sódio excessivo.

E como já referido anteriormente, é este excesso de sódio que potencia a retenção. Como tal, os enlatados são um dos alimentos que não deve comer se faz retenção de líquidos. Prefira o peixe, os legumes e a fruta na versão fresca.

3. Produtos de charcutaria (enchidos e fumados)

retencao de liquidos e produtos de charcutaria

À semelhança dos enlatados, estes alimentos possuem um teor excessivo de sal, que promove a retenção. Além disso, como estes produtos são extremamente processados e possuem um teor de gordura elevado, têm propriedades pró-inflamatórias que ainda agravam mais a retenção.

4. Bebidas alcoólicas

retencao de liquidos e bebidas alcoolicas

Assim como os alimentos com elevado teor de sódio / sal, também o álcool provoca a retenção de líquidos.
Além disso, consumir álcool potencia também a prisão de ventre, aumentando a sensação de inchaço, principalmente a nível abdominal.

5. Refrigerantes

retencao de liquidos e refrigerantes

Devido ao teor de açúcar e ao gás que apresentam, os refrigerantes açucarados também contribuem para o excesso de líquidos no organismo.

Por outro lado, a ingestão de refrigerantes substitui a ingestão de água ou chá, bebidas que evitam este problema.

Como tal, também fazem parte deste leque de alimentos que não deve comer se faz retenção de líquidos.

6. Cereais refinados (pão, massa, arroz branco)

retencao de liquidos e cereais refinados

Os cereais refinados são pobres em fibra e ricos em hidratos de carbono de elevado índice glicémico, os quais são promotores de obstipação, uma condição que também promove a retenção de líquidos, pela maior reabsorção de água a nível intestinal.

7. Alimentos açucarados (doces, refrigerantes, molhos)

retencao de liquidos e alimentos acucarados

Não só os alimentos ricos em gordura e sal aumentam a retenção. Os alimentos ricos em açúcar são também alimentos que não deve comer se faz retenção de líquidos.

De facto, quando existe uma excessiva ingestão de açúcar, este é acumulado sob a forma de gordura, a qual, como já referido, tem propriedades pro-inflamatórias, promovendo a retenção de líquidos.

Além disso, a evicção deste tipo de alimentos permite um maior controlo nos níveis de insulina, uma hormona que também desempenha um papel relevante no controlo da excreção de sódio.

Como combater a retenção de líquidos?


  • Faça uma ingestão hídrica adequada. Beba cerca de 1,5l a 2l de água ou chá diariamente. Alguns chás têm ação diurética, podendo ser particularmente úteis nos casos de pessoas que sofrem de retenção de líquidos. É o caso do chá de cavalinha, chá dente-d- leão, chá verde, chá erva-príncipe e chá de funcho.
  • Potencie o consumo de alimentos ricos em água e potássio, principalmente os vegetais e a fruta.
  • Limite a ingestão de bebidas alcoólicas.
  • Pratique exercício físico com regularidade.
  • Aumente a ingestão de alimentos com proteína (carne, peixe, ovos).
  • Evite o consumo de sal.
  • Evite a ingestão de alimentos processados, tendencialmente ricos em açúcares simples e gorduras trans.
  • Mastigue muito bem os alimentos e faça refeições de 3 em 3 horas, com poucas quantidades.

Veja também:

Nutricionista Rita Lima Nutricionista Rita Lima

Rita Lima é nutricionista e trabalha, atualmente, nos ginásios Urban Fit de Ermesinde, Antas Prime Fitness e CulturaFit Club no Porto. Durante 2 anos colaborou no projeto Dragon Force do Futebol Clube do Porto e com o Boavista Futebol Clube. É licenciada em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto e frequentou o Curso de Nutrição no Desporto na mesma faculdade.