Alimentação e sustentabilidade: alimentos em risco de extinção

Não acontece só com os animais, já existem também alguns alimentos em risco de extinção, sendo que o tema merece o cuidado de todos.

Alimentação e sustentabilidade: alimentos em risco de extinção
Alguns alimentos atualmente estão em risco de extinção.

Provavelmente nunca tinha ouvido falar em alimentos em risco de extinção. Não só algumas espécies de animais sofrem do fenómeno, como também alguns alimentos correm o risco de desaparecer (muitos deles também animais que o ser humano consome). Isto acontece devido ao consumo insustentável, isto é, consome-se mais e de forma mais rápida do que a velocidade em que o alimento é produzido pela natureza.

Nem sempre a causa da extinção reside no consumo humano, no entanto, o consumo contínuo de alimentos que, por outras razões, estão em risco de extinção, pode fazer valer essa mesma realidade.

Esta questão pode tornar-se ainda mais problemática se o mesmo se suceder com outros ou com cada vez mais alimentos. Não só se promove uma distribuição desigual dos alimentos disponíveis pelo planeta, porque existem sempre zonas onde esses alimentos não serão distribuídos ou comercializados, como também se deixa de produzir alimentos com conteúdo nutricional relevante para a saúde e que habitualmente fazem parte da nossa alimentação.

Perante o conhecimento da existência de alimentos em risco de extinção, o seu consumo deveria ser minimizado, no entanto, questões económicas associadas sustentam o não cumprimento dessa ação, sob pena da extinção de determinados alimentos, muitos deles largamente apreciados e considerados saudáveis.

Mas, afinal, quais os principais alimentos em risco de extinção?

6 alimentos em risco de extinção


1. Atum

alimentos em risco de extincao atum

Considerada já das 6 espécies mais ameaçadas do planeta, muito devido ao consumo de sushi e à constante procura e consumo deste tipo de alimentação, não só em território asiático.

2. Salmão

alimentos em risco de extincao salmao

A sua reprodução e crescimento tem sido afetada pelo aquecimento global. Também a truta tem sofrido do mesmo problema, que reside no aumentos da temperatura das águas.

3. Amendoim

alimentos em risco de extincao amendoim

O crescimento do amendoim é inconstante e a planta facilmente pode deixar de dar fruto. O clima demasiado seca está na origem da ameaça da espécie.

4. Banana

alimentos em risco de extincao banana

Devido a uma doença que está a afetar as bananas, com origem no Panamá mas já alastrado até Moçambique e Jordânia, a produção deste fruta está comprometida.

5. Abacate

alimentos em risco de extincao abacate

Este fruto tão apreciado tem vindo a aumentar de preço, não só devido à procura como também à falta de produção devido às alterações climáticas.

6. Mel

alimentos em risco de extincao mel

Devido ao desaparecimento gradual das abelhas, a produção de mel pode estar comprometida. A proliferação da vespa asiática e de outras pragas, que matam as abelhas, estão na origem do problema.

Veja também:

Nutricionista Margarida Beja Nutricionista Margarida Beja

Margarida Beja é Nutricionista (1859NE) e trabalha atualmente no Reino Unido na área da gestão de peso. Anteriormente, trabalhou também no âmbito da nutrição comunitária e nutrição clínica e esteve envolvida em projetos ligados à prevenção da obesidade infantil, coaching e marketing nutricional. É licenciada em Dietética e Nutrição pela Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa.