Alimentos biológicos para bebés: sim ou não?

Os alimentos biológicos para bebés têm muitas vantagens, mas também existem pontos negativos  em relação à sua utilização. Um deles, é o seu preço excessivo.

Alimentos biológicos para bebés: sim ou não?
Será que se justifica a utilização destes alimentos?

Os alimentos biológicos para bebés já chegaram aos principais temas de diálogo entre pais com filhos em idade de iniciar a introdução alimentar.

Na tentativa de escolher aquilo que é melhor para dar de comer ao bebé, muito se tem discutido sobre a escolha de alimentos biológicos para confecionar as sopinhas e papas que o bebé vai ter o prazer de comer.

Mas será este um tema consensual? Será que estes são os melhores alimentos? Fará sentido escolher os alimentos biológicos para bebés em detrimento dos outros? É o que vamos tentar responder neste artigo, fique connosco.

Alimentos biológicos: o que são?


alimentos biologicos para bebes

Os alimentos biológicos são fruto de uma produção biológica, um método que se caracteriza pela não utilização de fertilizantes químicos, pesticidas sintéticos, antibióticos ou organismos geneticamente modificados.

Um produto de origem biológica transporta significativamente menos resíduos de pesticidas e outros aditivos do que o produto convencional tratado durante o desenvolvimento.

Alimentos biológicos para bebés: vantagens e desvantagens


bebe a comer fruta natural

A escolha da comida que se dá ao bebé é pessoal. Todos os pais querem o melhor para os filhos, e isso passa também por optar pelos melhores alimentos para eles. Idealmente, os alimentos devem ser frescos e com muitos nutrientes importantes para o crescimento e desenvolvimento saudável da criança.

É por estes motivos que alguns pais já adotaram este estilo de alimentação, onde apenas existem alimentos biológicos.

Mas vamos perceber quais os principais pontos positivos e negativos da escolha destes alimentos biológicos para bebés.

Pontos positivos

  • Não são utilizados pesticidas nos produtos agrícolas, como frutas, legumes e grãos, e a exposição a toxinas e metais pesados é muito reduzida;
  • Os alimentos biológicos possuem um sabor e aroma mais característicos do alimento, já que são frescos e colhidos quando estão maduros;
  • Possuem um maior número de fitoquímicos, compostos com ação antioxidante, como sugerem algumas pesquisas;
  • São ingeridos na época de produção, contrariamente ao que pode acontecer com os restantes alimentos convencionais, que estão disponíveis todo o ano;
  • A agricultura e a produção biológicas promovem um ambiente ecológico.

Pontos negativos

  • A alimentação orgânica é mais cara e os preços podem variar bastante conforme os fornecedores dos diferentes mercados;
  • Alguns supermercados têm um número limitado de produtos biológicos, e os bebés devem ter uma alimentação variada desde cedo;
  • No caso dos leites biológicos para lactentes, a utilização deve ser ponderada, pois são igualmente suscetiveis de contaminações microbiológicas.

 

Dicas importantes ao selecionar produtos para alimentar seu bebé


lavar fruta e legumes

Se optar por este tipo de alimentos, siga estas dicas na hora de escolher os produtos para o seu bebé:

  • Se comprar alimentos biológicos, procure a certificação que garante que o que você está a comprar é realmente biológico;
  • Um produto pode ter no rótulo que é biológico, mas isso não significa necessariamente que é saudável. Por exemplo, uma barrinha de frutas biológicas pode ter ingredientes biológicos, mas pode ser rica em açúcar, o que não é adequado para bebés;
  • Lave sempre todas as frutas e legumes antes de as dar ao seu bebé, sejam de agricultura biológica ou não.

 

Em suma…


Não há problema em escolher alimentos biológicos porque são ecologicamente melhores ou porque apresentam um sabor mais agradável. Se o seu orçamento familiar permitir fazer este tipo de alimentação, faça-o.

Se por outro lado, os seus meios financeiros são mais limitados e não pode optar por alimentos biológicos, isso não significa que o seu filho vai ter uma pior alimentação. Além disso, os pais com meios limitados não devem optar por comprar orgânicos se isso significa que os seus filhos vão comer menos quantidades desses alimentos saudáveis.

O impacto de não incluir frutas e legumes frescos na dieta de um bebé terá um impacto muito mais negativo do que a quantidade de pesticidas encontrada.

O mais importante é poder alimentar o seu bebé com uma dieta variada e saudável de produtos frescos.

Veja também:

Cofidis