5 Alimentos que baixam o ácido úrico e cuidados a ter para prevenir o seu aumento

O ácido úrico é um composto presente no sangue, que deriva do metabolismo das proteínas e que é eliminado pela urina. Conheça os alimentos que baixam o ácido úrico.

5 Alimentos que baixam o ácido úrico e cuidados a ter para prevenir o seu aumento
Saiba quais são e evite problemas de saúde como a gota.

Existem alimentos que baixam o ácido úrico e também outras formas naturais de diminuir a concentração deste composto no organismo.

O que é o ácido úrico?


O ácido úrico é um produto residual natural da digestão de alimentos que contêm proteínas, que formam uma substância chamada purina.

O valor normal de ácido úrico no sangue (uricemia) é de aproximadamente 5 mg/dl, contudo há situações em que os níveis estão elevados.

Normalmente o ácido úrico não causa nenhum problema de saúde sendo eliminado pelos rins. No entanto, quando existe algum problema renal, quando a pessoa ingere muitas proteínas ou quando o corpo produz ácido úrico em excesso, o ácido úrico acumula-se nas articulações, tendões e rins.

Nestes casos, chamados hiperuricemia, é necessário acompanhamento médico e nutricional para evitar o desenvolvimento de doenças como gota, artrite, pedras nos rins e doença cardiovascular.

Nas situações de hiperuricemia, é possível ingerir alimentos que baixam o ácido úrico para conseguir melhorar os níveis.

Alimentos que baixam o ácido úrico


1. Vegetais

alimentos que baixam o acido urico cenoura e pepino

Os vegetais são alimentos ricos em fibra, que é essencial para a diminuição dos níveis de ácido úrico, já que têm a capacidade de acoplar as purinas (que vão originar o ácido úrico) no sistema gastrointestinal.

Por exemplo, o aipo é conhecido por ter efeitos depurativos que permitem controlar e eliminar o excesso de ácido úrico no sangue.

A cenoura também não deve faltar na alimentação de pessoas que sofrem de ácido úrico porque, assim como o aipo, é capaz de eliminar os excessos deste elemento químico.

2. Kiwi, morango e frutos cítricos

alimentos que baixam o acido urico frutas citricas

O kiwi, o morango e os frutos cítricos (como as laranjas, tangerinas e clementinas) são frutos ricos em vitamina C, um nutriente que tem sido associado a efeitos protetores em casos de níveis elevados de ácido úrico e de gota.

Por estes motivos, privilegie o consumo destes frutos que fazem parte dos alimentos que baixam o ácido úrico.

3. Laticínios

alimentos que baixam o acido urico lacticinios

As proteínas do leite (particularmente a caseína) tem um efeito uricosúrico, isto é, favorecem a excreção urinária do ácido úrico e a diminuição dos seus níveis no sangue.

No entanto, esses efeitos são visíveis maioritariamente em lacticínios magros, devendo-se por isso dar preferência a opções com baixo teor de gordura e excluir particularmente os queijos curados.

4. Cereais integrais

alimentos que baixam o acido urico cereais

Os cereais integrais têm dois importantes benefícios: para além de serem ricos em fibra, também apresentam baixo conteúdo em purinas, sendo assim um dos grupos de alimentos permitidos para quem tem níveis elevados de ácido úrico.

Dentro deste grupo de alimentos incluiu-se a farinha integral, o pão integral, o farelo de trigo e a aveia, por exemplo.

5. Água

alimentos que baixam o acido urico mulher a beber agua

A água deve estar presente em qualquer alimentação e dieta, seja ou não por causa do ácido úrico.

No entanto, numa condição de excesso de ácido úrico, a ingestão adequada de água torna-se ainda mais essencial, uma vez que vai auxiliar a excreção de ácido úrico e minimizar a possibilidade de formação de pedra nos rins.

Beber uma quantidade suficiente de água irá permitir a produção de mais urina e eliminar mais facilmente as toxinas que estão no organismo.

Outros cuidados a ter para diminuição do ácido úrico


alimentos que baixam o acido urico balanca com peso

1. Perda de peso controlada

Níveis elevados de ácido úrico estão geralmente associados com excesso de peso e obesidade.

Contudo, é de extrema importância que a perda de peso seja controlada pelo nutricionista já que grandes restrições podem originar perda de massa muscular e um aumento ainda maior de ácido úrico em circulação no sangue.

2. Praticar exercício físico

Praticar exercício físico pode ajudar a melhorar situações de hiperuricemia. No entanto, também deverá ser acompanhado de forma a ser moderado e não violento.

É importante seguir ainda algumas recomendações, tais como:

  • Cozinhar muito bem todos os alimentos. Com isso, irá ingerir menos purinas.
  • Além de beber água suficiente por dia, tente incluir chás, infusões e sumos.
  • Evitar jejuns prolongados e ter refeições moderadas durante o dia.
  • Tentar consumir alimentos ricos em cálcio diariamente para evitar a dor e a artrite.
  • Moderar ou eliminar o consumo de sal.
  • Eliminar completamente o álcool.

 

Faça uma dieta com alimentos que baixam o ácido úrico e siga as recomendações do seu nutricionista e médico. Dessa forma, não só controla a uricemia como também poderá levar uma vida normal e completamente saudável.

Veja também:

Nutricionista Inês Sanches Nutricionista Inês Sanches

Inês Sanches é licenciada em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto. Colaborou com as Instituições Sociais de Solidariedade Social, Qualificar para Incluir e Centro Social de Ermesinde e fez parte da equipa de Nutrição do projeto Dragon Force do Futebol Clube do Porto durante 1 ano.