Publicidade:

6 Alimentos que aumentam o ácido úrico: fique atento

Os alimentos que aumentam o ácido úrico são, geralmente, ricos em proteínas e é através do metabolismo de proteínas que este composto aumenta no sangue.

6 Alimentos que aumentam o ácido úrico: fique atento
Saiba quais são e evite-os para controlar a hiperuricemia.

Existem alimentos que aumentam o ácido úrico e outras formas naturais de o elevar no organismo. O valor normal de ácido úrico no sangue (uricemia) é de aproximadamente 5 mg/dl, contudo há situações em que os níveis estão elevados.

O ácido úrico é um produto residual natural da digestão de alimentos que contêm proteínas, que forma uma substância chamada purina. As purinas são encontradas em altas quantidades em alguns alimentos como carnes, sardinhas, feijão e cerveja.

Normalmente o ácido úrico não causa nenhum problema de saúde sendo eliminado pelos rins mas, quando em excesso, o ácido úrico acumula-se nas articulações, tendões e rins sob a forma de cristais de urato.

Nestes casos, chamados de hiperuricemia, é necessário acompanhamento médico e nutricional para evitar o desenvolvimento de doenças como gota, artrite, pedras nos rins e doença cardiovascular.

Motivos que levam ao aumento dos níveis de ácido úrico


Os níveis de ácido úrico aumentam principalmente devido a um destes três motivos:

  • Maior ingestão de purinas;
  • Maior produção de ácido úrico pelo corpo;
  • Diminuição da excreção de ácidos úricos na urina.

É evidente que os alimentos desempenham um papel importante no aumento do nível de ácido úrico, por esse motivo vamos dá-los a conhecer de seguida.

Principais alimentos que aumentam o ácido úrico


1. Bebidas alcoólicas

alimentos que aumentam o acido urico cervejas no copo

O metabolismo do etanol (álcool) faz com que haja uma menor excreção urinária de ácido úrico, o que consequentemente faz com que os seus níveis no sangue aumentem.

Este efeito é maior com o consumo de cerveja do que com o consumo de vinho, porque a própria cerveja contém uma grande quantidade de purinas que potenciam ainda mais o efeito do álcool.

Como é menos provável que o vinho aumente os níveis de ácido úrico, é a melhor bebida que contém álcool para uma pessoa com hiperuricemia.

2. Molhos e caldos de carne

alimentos que aumentam o acido urico caldos de carne

Os molhos e os caldos de carne, ainda muito consumidos no dia-a-dia por muitas pessoas, têm uma elevada quantidade de purinas e, por isso, devem ser evitados já que podem elevar bastante os níveis de ácido úrico.

Mas não são só as pessoas com hiperuricemia que devem evitar estes alimentos que aumentam o ácido úrico. Também não devem entrar numa alimentação saudável já que frequentemente apresentam quantidades elevadas de sal.

3. Vísceras

alimentos que aumentam o acido urico visceras de frango

As vísceras, como o fígado, o cérebro, as moelas e os rins, são particularmente ricas em purinas, sendo ainda maior a sua quantidade quando são cozinhadas.

Assim o consumo de vísceras deve ser muito limitado por quem tem níveis elevados de ácido úrico, de modo a evitar problemas como a gota.

4. Marisco (moluscos e crustáceos)

alimentos que aumentam o acido urico prato com marisco

Certos tipos de frutos do mar e mariscos são ricos em purinas, e por isso alimentos que aumentam o ácido úrico.

Dentro deste grupo de alimentos encontram-se os mexilhões, vieiras, choco, camarão e lagosta. São de evitar particularmente os mexilhões e os chocos.

5. Carne e peixe

alimentos que aumentam o acido urico carne e peixe

As carnes e os peixes geralmente contêm quantidades de moderadas a grandes, de purinas.

Ainda que estes alimentos sejam fontes de proteína, o seu consumo deve ser moderado, principalmente as carnes jovens (vitela, leitão) e no peixe espécies como a sardinha e a anchova já que têm alto conteúdo em purinas.

Dentro do grupo das carnes, o frango é o que contém menor quantidade de purinas.

 6. Alimentos ricos em gordura

alimentos que aumentam o acido urico fritos em tabua de madeira

Os alimentos ricos em gordura são também alimentos que aumentam o ácido úrico, isto porque se acredita que as gorduras interferem com o bom funcionamento dos rins na remoção do excesso de ácido úrico do sangue.

Neste grupo inserem-se alguns alimentos como alimentos fritos, molhos ricos em óleo, natas e leite gordo.

Mensagens a reter…


O ​excesso de ácido úrico pode ser revertido, pois os seus desequilíbrios podem ser controlados através de uma alimentação equilibrada, rica em água e pobre em alimentos que aumentam o ácido úrico, tal como os que evidenciamos neste artigo.

Em alguns casos, quando existem sintomas muito intensos e que demoram a desaparecer, deverá ser feita uma consulta a um médico, para indicar a melhor via de tratamento.

Veja também:

Nutricionista Inês Sanches Nutricionista Inês Sanches

Inês Sanches é licenciada em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto. Colaborou com as Instituições Sociais de Solidariedade Social, Qualificar para Incluir e Centro Social de Ermesinde e fez parte da equipa de Nutrição do projeto Dragon Force do Futebol Clube do Porto durante 1 ano.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].