Associação Portuguesa de Nutrição lança recomendações para uma alimentação mais sustentável

"Uma alimentação mais sustentável", é aquilo que a Associação Portuguesa de Nutrição quer incutir nos hábitos alimentares dos portugueses.

Associação Portuguesa de Nutrição lança recomendações para uma alimentação mais sustentável
Recomendações importantes e a ter em conta no nosso dia-a-dia.

A alimentação que temos no dia-a-dia pode ter um forte impacto no ambiente, economia ou sociedade, pelo que devemos procurar fazer escolhas mais sustentáveis sob o ponto de vista alimentar.

Foi com base nestas premissas que a Associação Portuguesa de Nutrição (APN) lançou um conjunto de recomendações sobre como implementar, no dia-a-dia, refeições cada vez mais sustentáveis. Estas recomendações, disponíveis no recente E-book da APN “Alimentar o Futuro, Uma Reflexão sobre Sustentabilidade Alimentar”, tomam como ponto de partida as pequenas escolhas no dia-a-dia no que respeita à construção das refeições, as quais permitem fazer a diferença em termos de sustentabilidade alimentar.

A Dieta Mediterrânica pode ser uma das alternativas mais adequadas para modificar hábitos de consumo, de forma a promover uma alimentação mais saudável e sustentável. Nas palavras de Helena Real, Secretária-Geral da APN, “atualmente não é suficiente querermos ter uma alimentação saudável. Temos que ter também uma alimentação mais sustentável. Neste contexto, pequenas escolhas no nosso dia-a-dia podem fazer a diferença” . Ainda nas palavras da própria, “uma alimentação sustentável não é apenas o reflexo do impacto ambiental, também depende de outros fatores como, por exemplo, a adequação nutricional, a cultura alimentar e a acessibilidade.”

dieta mediterranica

“Ocupar 3⁄4 do prato com alimentos de origem vegetal”, “Preferir alimentos locais e da época”, “Reduzir o desperdício na preparação e confeção dos alimentos”, “Servir as porções em função da Roda da Alimentação Mediterrânica e em conformidade com as necessidades energéticas e nutricionais de cada indivíduo“: estas são algumas das recomendações que podem ser consultadas na íntegra no e-book “Alimentar o futuro – uma reflexão sobre sustentabilidade alimentar”, disponível no site da Associação Portuguesa de Nutrição.

Estas recomendações surgem no âmbito do Programa de Sensibilização e Informação sobre Sustentabilidade Alimentar da APN, uma iniciativa que tem como objetivo consciencializar os profissionais e a comunidade para os benefícios de uma alimentação mais sustentável.

Veja também: