Zona: saiba tudo sobre esta doença

A zona surge, normalmente, devido à reativação do mesmo vírus que causa a varicela e que pode permanecer inativo nas células nervosas.

Zona: saiba tudo sobre esta doença
Aprenda a diagnosticar a zona.

A zona, também designada por herpes zoster, é uma infecção viral que se manifesta na pele, devido a uma reativação do vírus que provoca a varicela.

Após a varicela, o vírus fica como que “adormecido” nas células nervosas do corpo humano.

O vírus pode, até, nunca voltar a manifestar-se. Por vezes, com o avançar da idade ou devido a alguma fragilidade imunitária, como no caso de pessoas com SIDA, que estejam a tomar medicamentos imunossupressores ou com qualquer outra doença que afete o sistema imunitário, o vírus pode reativar, sob a forma de zona.

Esta patologia carateriza-se por uma erupção cutânea, acompanhada de dor intensa num dos lados do corpo, que ocorre com frequência em indivíduos com mais de 50 anos.

Zona: perguntas e respostas


Quais são os sinais de alarme, indicativos desta infecção?

dores de cabeça e zona

Os sintomas iniciais de zona, prévios ao aparecimento das típicas bolhas, podem incluir:

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.

  • Dores de cabeça;
  • Febre;
  • Calafrios;
  • Dificuldade em urinar;
  • Dores, formigueiros ou picadas em zonas específicas da pele;
  • Diarreia;
  • Náuseas.

Após a fase inicial, começam a aparecer as erupções cutâneas. Normalmente, estão delimitadas em áreas específicas do corpo, uma vez que estão associadas aos nervos afectados pelo vírus.

Como diagnosticar a zona?

O diagnóstico passa, essencialmente, pela examinarão das erupções cutâneas, de forma a perceber a sua origem.

Embora existam outras condições que possam causar erupções semelhantes, a existência de vesículas ou a localização da dor numa zona específica do corpo podem ajudar a fazer com que o diagnóstico seja mais conclusivo.

Como pode evoluir a infecção ?

zona

Numa fase inicial, as lesões são pequenas bolhas avermelhadas, que surgem progressivamente ao longo de uma faixa estreita de pele. Normalmente, surge uma erupção cutânea unilateral, que pode aparecer em vários locais.

A erupção cutânea evolui para vesículas (bolhas) mais dolorosas. As vesículas passam a feridas, mais ou menos, em 3 dias. Após uma semana a 10 dias, as feridas secam e as crostas caem, ao fim de duas a três semanas.

Em que local do corpo se manifestam as lesões da Zona?

As lesões aparecem mais frequentemente no tronco, mas também podem ocorrer no rosto e à volta do olho.

Normalmente, aparece ao longo do trajeto de um nervo – daí o nome “zona”.

A zona é contagiosa?

Uma pessoa afetada não a pode transmitir a outras, através do mero contacto, uma vez que o aparecimento da mesma se deve à reativação do vírus da varicela, que ficou latente no organismo.

No entanto, um indivíduo afetado poderá transmitir o vírus a alguém que nunca teve varicela e irá, provável e posteriormente, desenvolver o vírus.

Como tratar a Zona?

medicação e zona

A zona não tem cura. No entanto, alguns medicamentos podem diminuir a duração da doença e a intensidade da dor, quando tomados nas 72 horas após o início dos sintomas.

Os medicamentos para a zona têm como prioridade controlo da dor, embora nem sempre seja possível ou proporcionado o alívio desejado.

É importante levar o tratamento até ao fim. Os banhos mornos podem acalmar a erupção. Deve evitar-se a aplicação de pó de talco e cremes. O doente deve, ainda, procurar utilizar roupas soltas e macias, de modo a evitar qualquer tipo de pressão nas áreas afetadas.

Não deve, de modo algum, coçar ou arrancar as crostas.

Há forma de prevenção da zona?

vacinação e zona

Foi lançada em Portugal a primeira vacina para a prevenção da zona e da nevralgia pós-herpética.

Encontra-se disponível nas farmácias, para a vacinação de adultos a partir dos 50 anos, numa única administração, mediante prescrição médica.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

Veja também: