Tudo sobre a reflexologia

Tudo sobre a reflexologia

A cura na planta dos pés.

O objetivo da reflexologia é criar homeostase, o que significa que os órgãos do corpo estão todos a trabalhar em conjunto e no seu melhor.

A reflexologia faz parte da medicina natural, holística ou medicina complementar e, de uma forma geral, promove o relaxamento, melhora a circulação, reduz a dor e promove o bem estar do organismo. É uma técnica de tratamento, por meio de estímulos, em áreas específicas que são consideradas reflexas do restante corpo. Consiste na aplicação manual de pressão em determinado pontos do corpo, nos pés, mãos, orelhas ou coluna, com o objetivo de estimular o sistema de cura do próprio corpo.

Na reflexologia, acredita-se que que as partes do corpo estão refletidas nos pés, mãos, orelhas e coluna, ou seja, que estes pontos contêm informação do conjunto do corpo humano e que desta forma é possível, através dos estímulos destes pontos específicos, libertar a energia necessária para regularizar o desequilíbrio energético num órgão específico que não esteja a funcionar corretamente.

É importante ressalvar que a reflexologia é recomendada como uma terapia complementar e não deve substituir o tratamento médico.

Proteja a sua saúde!
Receba conteúdos exclusivos e habilite-se a um check-up completo. Registe-se já!

O que esperar das sessões de reflexologia 

A Reflexologia não deve ser dolorosa. Nos casos em que sentir desconforto ou dor deverá transmitir ao reflexologista de modo a que este possa trabalhar dentro da sua área de conforto. Algumas áreas podem ser mais sensíveis ou dolorosas pelo que, nestes casos, o reflexologista deve investir mais tempo nesses pontos. A dor deve diminuir com pressão.

A maioria das pessoas sente-se calma e relaxada após as sessões. Em alguns casos até podem ficar sonolentas. Ocasionalmente algumas pessoas sentem náuseas ou ansiedade mas esses efeitos são temporários e são considerados como uma parte da cura.


Patologias tratadas pela reflexologia

A reflexologia é utilizada como um complemento e como terapia auxiliar no tratamento de diversas doenças e também em situações de pós-operatório ou em cuidados paliativos. As utilizações mais frequentes da reflexologia são no tratamento dos seguintes casos:
 

1. Dores

Dores musculares e coluna, torcicolos, dores no estômago, dores nos nervos ciáticos, dores de garganta e dores de cabeça.  
 

2. Doenças Inflamatórias

Rinite, sinusite, amigdalite e inflação da bexiga.
 

3. Doenças Gastrointestinais

Gastrite, azia, hemorroidas, intestino preso e casos de má digestão.
 

4. Disfunções ginecológicas 

TPM, cólicas menstruais, sintomas da menopausa.
 

5. Outras patologias

Depressão, ansiedade, impotência, insónias, asma e tonturas.


Limitações e cuidados na utilização da Reflexologia

As terapias com base na reflexologia revelam-se inócuas ou são mesmo desaconselháveis nas situações de inflamações agudas, em grávidas (no mínimo até ao terceiro mês de gestação), infeções e feridas, situações de febre, diabetes e em tromboflebites ou tromboses.  



Veja também: