Truques para perder peso e ganhar saúde

Conheça alguns truques para perder peso ter uma alimentação mais saudável: aspectos simples mas que podem fazer a diferença.

Truques para perder peso e ganhar saúde
Alguns truques simples que farão a diferença.

O processo de emagrecimento pode ser complexo e é diferente de pessoa para pessoa. Damos-lhe alguns truques para perder peso que, ainda que sejam aspectos simples e fáceis de introduzir na sua alimentação, fazem a diferença!

Mais do que perder peso, importa ganhar hábitos e saúde. O ideal será que os hábitos adquiridos ao longo do processo de emagrecimento permaneçam na sua vida de modo a levá-la de forma mais saudável, tendo uma alimentação equilibrada e variada.

7 Truques para perder peso


O ideal será sempre ter o acompanhamento de um nutricionista, que fará um plano alimentar de acordo com as suas necessidades e objetivos.

Calcule o seu IMC
Descubra o seu peso ideal e como atingir o seu objetivo! Calcular já.

Ainda assim, adicionando às recomendações que já tem, ou até mesmo para seguir uma alimentação equilibrada e evitar oscilações de peso, sugerimos algumas dicas e truques para perder peso, mantê-lo ou ganhar saúde.

1. Beber um copo de água antes das refeições

beber agua antes das refeicoes

Esta dica, não só contribui para o aporte diário e água que de consumir, como permite encher o estômago de forma a que a sua ingestão seja menor. Idealmente, opte por 1 copo de água cerca de 20 minutos antes de uma refeição.

2. Consumir alimentos com proteína

alimentos com proteina

A proteína induz saciedade e ajuda em dietas de emagrecimento no que diz respeito ao objetivo presente. Não se recomenda um consumo excessivo já que, por norma, os Portugueses já consomem mais proteína do que deviam.

Sugere-se o consumo de carne/peixe ou equivalentes nas refeições principais, cerca de 100g, e alimentos com proteína como lácteos, frutos secos, ovos ou outros nos snacks e no pré e pós treino.

3. Optar por lácteos na versão magra

lacteos versao magra

Este truque permite que consuma alimentos com menor valor calórico, açúcar e gordura. Mesmo que não queira perder peso, é sempre vantajoso se evitar o consumo de alimentos cuja composição nutricional é desadequada nomeadamente quando falamos de iogurtes, um alimento saudável mas que poderá não o ser atendendo à composição nutricional que alguns apresentam.

4. Planear as compras

planear as compras

Pode parecer-lhe óbvio mas a regra faz toda a diferença. Não só evita esquecer-se do que precisa como também evita gastar mais dinheiro ao comprar alimentos que não precisa e muitas vezes, menos saudáveis.

Ir para as compras com fome também não é uma boa opção, coma sempre um snack saudável e equilibrado antes de sair para as compras, evitando comprar alimentos que possam satisfazer mas que não contenham uma composição nutricional interessante e ajustada.

5. Escolher bem a forma de confeção dos alimentos

metodos de confecao saudaveis

A forma de confeção condiciona em muito o valor calórico dos preparados. Opte por cozidos, grelhados, assados com pouca gordura e estufados simples. Evite fritos, guisados e molhos.

6. A comida precisa de tempero? Use ervas e especiarias

ervas e especiarias

O excesso de sal provoca retenção de líquidos e outros problemas de saúde. Já a adição de gordura, mesmo o azeite, pode ser evitada. Opte por especiarias e ervas aromáticas frescas nos seus preparados.

7. Leve refeições e snacks para o trabalho

snacks saudaveis

Para o trabalho e para todo o lado: leve consigo pequenos snacks para consumir ao longo do dia.

Se almoçar fora de casa, leve também a sua marmita. Além de poupar está a impedir consumir alimentos fora de casa, em que muitas vezes não tem acesso à composição e acaba por consumir alimentos mais calóricos e ricos em açúcar e gorduras.

Calcule o seu IMC, descubra o seu peso ideal e a melhor forma de atingir os seus objetivos!

Veja também:

Ler mais
Margarida Beja Margarida Beja

Margarida Beja é Nutricionista (1859NE) e trabalha atualmente no Reino Unido na área da gestão de peso. Anteriormente, trabalhou também no âmbito da nutrição comunitária e nutrição clínica e esteve envolvida em projetos ligados à prevenção da obesidade infantil, coaching e marketing nutricional. É licenciada em Dietética e Nutrição pela Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa.