Tratamento de hemorroidas: da medicina aos remédios caseiros

Tratamento de hemorroidas: da medicina aos remédios caseiros

Várias formas de tratar as hemorroidas

Existem vários tratamentos de hemorroidas que podem ajudar a devolver-lhe a qualidade de vida que achava ter perdido. Veja todas as possibilidades.

As hemorroidas são formações vasculares anatómicas normais presentes no canal anal e que podem ser responsáveis pelo aparecimento de manifestações clínicas, sejam elas internas ou externas, conforme se localizam dentro ou fora do ânus.

Os tratamentos de hemorroidas dependem de cada situação em particular e são muito variados: desde os remédios caseiros às mais recentes técnicas de cirurgia.

E engane-se se pensa que sofre de uma patologia estranha, já que a doença hemorrágica é muito comum em ambos os sexos, em cerca de metade da população com idade igual ou superior a 50 anos.

Sintomas: aprenda a interpretá-los


Do simples desconforto à existência de hemorroidas existem algumas sintomas a que deve prestar atenção, nomeadamente:
 
Proteja a sua saúde!
Receba conteúdos exclusivos e habilite-se a um check-up completo. Registe-se já!
  • Hemorragia: perda de sangue pelo ânus, após a evacuação;
  • Dor: em situações de crise hemorroidária; 
  • Trombose hemorroidária: deve-se à formação súbita de um coágulo dentro da hemorróida, que, sob tensão, pode mesmo ser eliminado e ser a causa de hemorragia. É uma situação extremamente dolorosa que obriga o doente a procurar ajuda médica imediata;
  • Prurido anal: associado a hemorroidas externas e deve-se à escorrência anal que elas provocam;
  • Prolapso hemorroidário: as hemorróidas com o tempo têm tendência para se exteriorizarem sendo este um processo lento e gradual, que pode ser evitado.


► Saiba mais aqui sobre os sintomas nas hemorroidas

Tratamento médico das hemorroidas


agua
Tem como objetivo o alívio inicial dos sintomas e defende algumas práticas simples:
 
  • Regularização do trânsito intestinal, através de alterações da dieta, nas quais deve privilegiar o consumo de fibras e água, e evitar o álcool e os alimentos picantes;
  • Mergulhar o rabo em água morna;
  • Evitar esforços excessivos durante a defecação;
  • Combater o sedentarismo;
  • Evitar posição sentada durante períodos prolongados;
  • Medicação, à base de anti-inflamatórios e pomadas ou supositórios.
 

Tratamentos Caseiros das hemorroidas



castanha da india


1. Com castanha da índia

A castanha da índia é excelente para o tratamento das hemorroidas, já que reduz a inflamação, o inchaço e o desconforto. 

- Preparação - 
 
  1. Ferver dois litros de água;
  2. Juntar 5 colheres de sopa de pó de castanha da índia;
  3. Deixar em infusão durante dez minutos e deixar amornar;
  4. Lavar a zona do ânus com este preparado e repetir durante cinco dias. 
 


2. Tratamento com hamamélis

Outro ingrediente útil para tratar hemorróidas é o hamamélis.

- Preparação -
 
  1. Ferver 1 litro e ½ de água;
  2. Adicionar algumas folhas de hamamélis, deixando ferver durante alguns minutos;
  3. Deixar arrefecer e coar, colocando numa bacia, onde deve sentar-se durante cerca de 20 minutos.  
Também pode preparar compressas com hamamélis:
 
  1. Amassar algumas folhas de hamamélis;
  2. Adicionar um fio de óleo mineral;
  3. Aplicar com uma gaze, diretamente sobre a hemorróida, durane 30 minutos.
 

 

3- À base de cipreste

O cipreste possui propriedades calmantes que vão ajudar a controlar a dor e a regredir a hemorróida.

- Preparação - 
 
  1. Ferver 1,5 litro de água;
  2. Acrescentar 8 gotas de óleo essencial de cipreste e misturar bem
  3. Colocar numa bacia e sentar-se durante, pelo menos, 20 minutos.


Outros tratamentos das hemorroidas


1. Tratamento Instrumental

Quando o tratamento de hemorroidas em fase inicial não resulta, estas técnicas permitem atrasar a evolução do processo, embora não se revelem como uma cura.

1. Esclerose hemorroidária: indicada em hemorroidas internas e pode ser feito em regime ambulatório. O objetivo é “secar” as hemorroidas sem recurso a cirurgia e consiste na injecção de uma solução esclerosante, que ajuda a reduzir o tamanho e evita a exteriorização.

 2. Ligadura elástica: esta técnica consiste na introdução de um anel elástico na base da hemorroida, de modo a produzir um estrangulamento com consequente necrose da hemorroida, que pode sair naturalmente ao fim de 4-5 dias depois do tratamento, que é indicado para hemorroidas internas.

3. Fotocoagulação com infravermelhos: o tratamento mais seguro e eficaz nas hemorróidas em estado inicial. Provoca-se uma queimadura superficial, até 3mm de profundidade, nos pedículos hemorroidários, e aplicada apenas em caso de hemorroidas pequenas sangrantes.
 


2. Tratamento Cirúrgico

Atualmente, a cirurgia hemorroidária pode ser feita em ambulatório, devendo, no entanto, ser feita por cirurgiões familiarizados com as técnicas.

Este tipo de tratamento apenas se recomendam em 10% a 15% dos pacientes, que demonstrem um determinado quadro clínico:
 
  • Falência do tratamento médico ou instrumental; 
  • Existência de lesões anais associadas;
  • Hemorragia;
  • Prolapso;
  • Tromboses de repetição.
1. Hemorroidectomia de Milligan-Morgan: consiste na extracção de pedículos hemorroidários com cerca de um centímetro, de modo a evitar o aparecimento de estenose anal. A ferida operatória fica aberta e a cicatrização faz-se por segunda intenção num período de 6 – 8 semanas. 

2. Hemorroidectomia de Ferguson: o processo é igual ao tratamento anterior, havendo, contudo fecho da feriada operatória logo após a cirurgia.

3. PPH - procedimento para prolapso hemorroidário ou técnica de Longo: redução do prolapso da mucosa rectal utilizando um agrafador circular.

4. TDH /HAL: laqueação transanal, por sutura, das artérias hemorroidárias, guiada por doppler. É um método de difícil execução e pouco eficaz na redução do prolapso hemorroidário.

5. Cirurgia por radiofrequência: utiliza um gerador de radiofrequência para coagular as hemorroidas, sendo uma técnica extremamente cara da qual ainda não há resultados definitivos.

Se a saúde é uma prioridade para si, clique aqui.

 

Veja também: