Terapia holística: o ser humano como um todo

Ver um ser humano como um todo é a forma de abordagem da terapia holística. Qualquer terapia alternativa que siga esta visão é assim denominada. Saiba mais neste artigo.

Terapia holística: o ser humano como um todo
A abordagem dos problemas como um todo

A terapia holística é qualquer forma de terapia alternativa que trate o ser humano e os seus problemas como um todo.

O ser humano não é apenas corpo físico, mas deve ser visto como um todo formado por diversos corpos, formado por físico, mente, espírito, energias e emoções.

O holismo vê o conjunto de todos os corpos, como um indivíduo. Um ser único e para quem os tratamentos são, igualmente, únicos, fugindo de qualquer padrão.


O que é a terapia holística


A terapia holística é o nome utilizado para designar qualquer terapia alternativa que aborde os problemas de forma global, como um todo, e não como algo que surge, por exemplo, no corpo físico, sem qualquer ligação ao corpo emocional, como algo fragmentado.

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.
Segundo o holismo, o corpo é um organismo interligado, não sendo, assim, possível subdividi-lo em partes independentes.

Na abordagem holística o corpo é um todo complexo formado por muitos corpos:
 
  • Corpo físico;
  • Corpo energético;
  • Corpo emocional;
  • Corpo mental;
  • Corpo anímico;
  • Corpo espiritual.

A terapia holística é uma alternativa de tratamento que tem como objetivos:
 
  • Equilibrar estados mentais e emocionais negativos;
  • Eliminar bloqueios energéticos;
  • Promover a autoconsciência corporal, emocional, mental e espiritual.


Como funciona a terapia holística


O profissional de cada terapia que siga a abordagem do holismo, vê cada problema que o indivíduo tem como o resutado da falta de harmonia, como um desequilíbrio. A terapia holística tem, então, como seu principal objetivo repôr o equilíbrio e a harmonoia em cada paciente.

Como a terapia holística é muito abrangente, o terapeuta pode utilizar diversas abordagens terapêuticas consoante o problema a tratar.

Entre outros métodos e abordagens, o profissional pode escolher entre:
 


Abordagem holística

Na abordagem holística, a doença do corpo físico não é mais do que o reflexo ou a soma de um conjunto de desequilíbrios que já existem no nosso corpo energético e emocional. O corpo de cada paciente reflete exatamente alegria ou desagrado, assim como o nosso rosto manifesta um sorriso ou tristeza.

O tratamento holístico vai tratar não apenas a doença, mas também a origem do problema, por forma a eliminá-lo de raiz. O holismo defende que todo o corpo, ou ser, tem capacidade de cura e que o processo de cura é único, irrepetível e individual, pois reside no íntimo de cada pessoa.

É importante, ainda salientar, que num grupo de trabalho holístico há lugar para mais do que terapias alternativas ou complementares. Um grupo de trabalho deste género deve incluir profissionais da saúde de diversas áreas, incluindo da medicina convencional.

Seja médicos, enfermeiros, técnicos e mesmo assistentes sociais, todos podem e devem fazer parte de de um grupo de trabalho holístico, pois todos de forma diferente vão ajudar na integração dos pacientes e na interação entre pacientes, familiares, equipa médica e a comunidade onde estes se inserem.

O facto de não haver um padrão nos tratamentos é uma das vantagens da terapia holística. Cada caso é visto e tratado como um problema com características próprias e, por isso mesmo, é necessária uma abordagem única.

Isto é exatamente o oposto daquilo que acontece com a medicina convencional onde há tratamentos padrão para determinados conjuntos de sintomas, não levando em conta a individualidade de cada pessoa.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

 

Veja também: