Temperos para substituir o sal: adicione sabor e saúde aos seus pratos

De todos os temperos para substituir o sal, as ervas aromáticas e as especiarias são, talvez, os mais comuns. Já não é de agora que se recomenda a utilização destes substitutos do sal na confecção de diversos pratos e que, adicionalmente trazem um sabor extra. É possível combinar os temperos de variadíssimas formas, saiba mais.

Temperos para substituir o sal: adicione sabor e saúde aos seus pratos
As especiarias lideram a lista.

Existem muitos temperos para substituir o sal, principalmente ervas aromáticas e especiarias.

Dominar as ervas aromáticas e especiarias é, talvez, um dos melhores segredos para obter refeições saborosas e muito mais saudáveis do que usar sal para dar sabor aos alimentos.

Mas não nos ficamos só por aqui. Evitar alimentos e molhos industrializados, combinar temperos e alimentos pode ser também uma alternativa a considerar.

Porque se deve substituir o sal na alimentação?


temperos para substituir o sal e sal de mesa

O sal é importante para a saúde e apresenta os seus benefícios. O sal é uma fonte de minerais que, em doses mínimas, ajuda o corpo a equilibrar os níveis de eletrólitos e outros processos importantes do organismo.

No entanto, muitas das vezes o problema reside nas quantidades exageradas que se consomem por dia e por refeição, pois em excesso o sal é mais prejudicial do que benéfico.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), deve-se ingerir por dia de 5 a 6 g de sal, porém a maioria das pessoas ultrapassa esse valor.

As formas mais fáceis e eficazes de se substituir o sal na alimentação é através da utilização de outros temperos que acrescentam sabor e saúde aos alimentos.

10 Sugestões de temperos para substituir o sal


1. Alho

cabecas de alho

O alho é uma especiaria rica em vitaminas, minerais e antioxidantes que, depois de serem absorvidas no organismo, ajudam a prevenir diversas doenças.

É um ingrediente com propriedades anti-inflamatórias e diuréticas, cujos efeitos reduzem a retenção de líquidos e os problemas cardiovasculares.

É perfeito para realçar o sabor de pratos de carne, peixe e marisco e também sopas. Combinado com azeite dá um sabor extraordinário. Existe sob a forma de pó.

2. Cebola

cebolas

Com propriedades semelhantes ao alho, a cebola é outra ótima alternativa para reduzir o consumo de sal e também existe em forma de pó.

Embora perca algumas propriedades em relação ao vegetal no seu estado natural, os seus nutrientes tornam-na numa ótima opção para dar sabor às receitas.

É principalmente utilizada em carnes, peixes sopas, saladas e verduras salteadas.

3. Pimenta branca/preta

pimenta branca e preta

A pimenta é um tempero com propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes que, no organismo, protegem os tecidos contra os efeitos negativos dos radicais livres.

A pimenta preta é a mais pungente e saborosa de todos os tipos de pimenta e está disponível com grãos inteiros, partidos ou moídos em pó.

Contudo, a pimenta pode ser prejudicial para quem sofre de problemas gástricos. O aumento da secreção do suco gástrico pode aumentar o risco de provocar uma úlcera gástrica.

4. Orégãos

oregaos

Conhecidos pelas suas propriedades medicinais, os orégãos são um dos temperos para substituir o sal em várias preparações.

Com um sabor quente, aromático e ligeiramente amargo, os orégãos podem ser utilizados em diversas preparações como carnes, peixes e mariscos, pizzas e receitas com queijo, massas e saladas frescas. Existem as folhas frescas e também as folhas secas.

5. Cominhos

cominhos

Este ingrediente contém substâncias antioxidantes que diminuem os efeitos negativos dos radicais livres do ambiente.

Os cominhos são dos temperos mais usados no mundo e não é preciso muita quantidade para dar sabor ao prato.

As sementes frescas de cominho, torradas a seco e depois moídas, proporcionam um sabor mais rico do que o cominho em pó.

Pode ser utilizado em carnes, peixes, sopas e cozidos, arroz e legumes.

6. Açafrão

acafrao

Este tempero, que concentra grandes quantidades de antioxidantes, é uma boa escolha para dar sabor às refeições sem usar sal.

Tem uma cor amarela distinta que a torna muito especial e dá uma cor viva aos pratos onde está presente.

O açafrão pode ser utilizado em partos de carne, em legumes e também em arroz.

7. Alecrim

alecrim

O alecrim é uma erva expectorante e estimulante, que ajuda a controlar problemas como tosse, gripe, crises de asma e outras doenças respiratórias.

O alecrim é uma erva aromática com uma fragrância de pinho. Quando utilizada com moderação pode inclusive realçar outros sabores presentes no prato.

A sua preparação de eleição são os assados, sejam eles de carne, peixe ou vegetais. Também há quem o utilize em pizzas e molhos.

8. Pimenta cayenne

Pimenta cayenne

A pimenta cayenne é um tipo específico de pimenta. Contém capsaisina, um composto que lhe dá o sabor picante e que ainda aumenta o metabolismo.

Pode ser comprada inteira (fresca ou seca), como flocos secos, em pó ou como molho picante (mas estes molhos podem ser ricos em sal!).

Funciona bem na maioria dos pratos, incluindo estufados de legumes ou frutos do mar e sopas de legumes.

9. Pimentão-doce (colorau)

pimentao doce

Em termos de sabor, é mais suave e mais doce que a pimenta caiena.

O pimentão-doce depois de moído é utilizado para realçar a cor e intensificar o sabor de alimentos cozinhados e na confecção de alguns enchidos. Indicado principalmente para pratos estufados ou assados no forno (de carne e peixe) e legumes salteados.

10. Noz-moscada

noz moscada

Esta especiaria apresenta diversos benefícios para a saúde: é estimulante, relaxante e anti-inflamatório. E é por isso um dos temperos para substituir o sal. Apresenta um sabor doce e ligeiramente picante.

Adicione a noz-moscada com pimenta preta aos molhos caseiros brancos e de queijo. Também acrescenta calor e sabor às sopas caseiras de batata, couve e couve-flor.

Veja também: