O que é o tártaro? Conheça melhor este problema tão comum

O tártaro é dos problemas mais comuns em todo o mundo. Cada um de nós pode passar pelo problema e solucioná-lo de forma rápida. Saiba como.

O que é o tártaro? Conheça melhor este problema tão comum
Acompanhe o artigo e fique a saber tudo sobre a conhecida "pedra dos dentes"!

O tártaro é a placa bacteriana que fica acumulada em redor dos dentes e que se torna numa substância dura, mais conhecida como “a pedra dos dentes”.

Este também se pode aglomerar sob a gengiva provocando a inflamação dos tecidos. Além disso, o tártaro ajuda na propagação das bactérias provenientes da nossa alimentação, pois este dificulta a higienização diária provocando cáries, gengivites e numa forma mais grave a peridontite (perda de tecidos de sustentação ás peças dentárias).

O tártaro, para além de interferir com a saúde oral, também interfere com a estética dentária, pois como é bastante poroso facilita a acumulação de pigmentos (fumo do tabaco, café, chá,…) tornando os dentes mais “amarelados”.

Causas do tártaro


café e tártaro

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.

  • Alimentação acidificante, rica em açúcar, alimentos refinados e gorduras saturadas (alteração do pH salivar facilitando o aparecimento do tártaro);
  • Uma má higiene oral contribui para a acumulação de placa bacteriana;
  • O café, o chá e o tabaco.

Como saber se tem tártaro?


Ao contrário da placa bacteriana que é uma película incolor, o tártaro é uma formação mineral facilmente visível. Quando se encontra no colo do dente este apresenta uma cor amarela escura.

Contudo, este também pode aparecer sub gengivalmente, apresentando um tom acastanhado ou mesmo preto pelo que torna a gengiva que o recobre mais escurecida.

Que tratamentos existem para o tártaro?


dentista e tartaro

Depois de formado o tártaro, só o dentista consegue retirar o tártaro dos dentes.

Este tratamento é realizado com instrumentos próprios à base de vibração e água para se dividir “a pedra” e posterior remoção da totalidade do tártaro e alisamento da superfície coronária.

Como evitar a formação do tártaro?


1. Escovagem dentária

escovar os dentes e tártaro

Seguidamente ás refeições (2 a 3x por dia);

2. Uso do fio dentário

Pelo menos uma vez por dia;

3. Colutórios

colutório e tártaro

Com base em clorohexidina para ajudar a manter o pH salival;

4. Alimentação saudável e variável

À base de de frutas e vegetais crus (maçãs, espinafres, alface, rúcula…). A stévia é um adoçante natural que não modifica o pH salivar;

5. Visitas a cada 6 meses ao seu médico dentista

dentista e tártaro

Em casos mais severos de acumulação de tártaro, uma visita por ano é suficiente.

Cabe ao seu médico dentista avaliar cada caso e saber enquadrar os tratamentos à condição de cada paciente.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

Veja também:

Ler mais
Catarina Mota Catarina Mota

Catarina Mota é Mestre em Medicina Dentária pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte, tendo ainda frequentado a Universidad Ciencias Medicas de Villa Clara em Cuba. Apaixonada pela profissão, dedica-se, sobretudo, às áreas de Ortodontia, Cirurgia Oral e Reabilitação Oral. Atualmente, a par da gerência da Clínica Médica e Dentária Dra. Catarina Mota, desempenha também funções no grupo Labmed Saúde.