Soutien: um bem essencial à mulher?

Soutien: um bem essencial à mulher?

Vantagens e desvantagens do soutien.

Será mesmo o soutien imprescindível? Há um médico francês que tem colocado tudo em causa e fala de “uma falsa necessidade”.

Logo nos primeiros anos da adolescência, quando o peito começa a desenvolver-se, o soutien torna-se uma peça essencial na vida de todas as meninas. Será que é mesmo necessário? É verdade que muitas mulheres se dizem mais confortáveis quando não usam soutien, mas quais podem ser as consequências de deixar de o usar?
 

Soutien e cancro da mama


 

Proteja a sua saúde!
Receba conteúdos exclusivos e habilite-se a um check-up completo. Registe-se já!

Um livro lançado em 1995, “Dress to Kil”, sugeria que o uso de soutiens apertados aumenta as possibilidades de cancro da mama porque estrangulam o canal linfático e, como consequência, impedem a libertação das toxinas do corpo.

Porém, não há nada na ciência que o prove. Aliás, no jornal Cancer Epidemiology, Biomarkers & Prevention, um artigo esclarece que não há qualquer relação entre o uso de soutiens (com e sem aro) e o desenvolvimento do cancro da mama.

A verdade é que este é um assunto ainda pouco explorado no campo da ciência e que vive muito da opinião de cada uma e de vários mitos. No entanto, um médico francês estuda há mais de15 anos o peito da mulher e tem chegado a algumas conclusões que estão a surpreender o mundo.

 

Quais são as vantagens de usar soutien?



Toda a vida as mulheres são bombardeadas com inúmeros conselhos incentivando o uso de soutien desde tenra idade. A sabedoria popular é uma das grandes defensoras deste uso mas a indústria da moda mais ainda. 

A verdade é que o soutien pode não ser a peça mais confortável do mundo mas, um soutien com o tamanho adequado, faz milagres pela silhueta de uma mulher, acentua a cintura, favorece o peito, a postura e dá aquele toque especial a determinadas roupas. Aparentemente, é também o melhor aliado para sustentar e imobilizar o peito. Será?

 

Mas será o soutien o melhor amigo da mulher?




Se sempre ouvimos as nossas mães e avós dizer que quem não usa soutien desde cedo vai acabar por ver o seu peito cair antes do tempo, o médico francês Jean-Denis Rouillon, da Universidade de Franche-Comte, sugere o contrário.

Há mais de 15 anos, Rouillon iniciou um estudo que envolveu 330 mulheres francesas, entre os 18 e os 35 anos, para avaliar a necessidade do uso do soutien. Algumas dessas mulheres aceitaram não usar soutien, outras mantiveram o uso e outras usaram apenas em algumas ocasiões. Com isto, o médico pretendia perceber de que forma é que o uso afeta os ligamentos do peito.

Para isso, uma equipa do Centro Hospitalar Universitário em Besançon, usou uma régua e um calibrador para registar as alterações no peito das mulheres ano após ano.

Os resultados são surpreendentes: de acordo com Rouillon, “clinicamente, fisiologicamente e anatomicamente – os seios não apresentam nenhum benefício. Pelo contrário, eles podem ficar descaídos com o excessivo uso do soutien”.

Nas mulheres que não usaram soutien, a equipa notou alterações em relação às restantes, com o mamilo a elevar-se, em média, sete milímetros por ano. De acordo com o médico isto acontece porque os seios fortalecem e as mulheres mais jovens, que nunca usaram soutien, aumentam a produção de colagénio e elasticidade, logo, têm peitos mais fortes e menos caídos.

 

É cedo para tirar conclusões!



Apesar das, aparentes, boas notícias, o próprio Jean-Denis Rouillonr recomenda cautela uma vez que a amostra não é suficiente para tirar conclusões definitivas e avisa que este estudo está numa fase preliminar.

São necessários mais estudos para perceber as consequências do uso do soutien, nomeadamente, quais são os efeitos em mulheres mais velhas, depois de uma gravidez ou que tenham amamentado.

Importa referir que quem usa soutien desde sempre não deve agora deixar de o fazer. Os seios que estão habituados ao suporte do soutien não apresentam a mesma resposta quando deixam de o usar. Isto deve-se ao facto de o peito estar já acostumado a ter um suporte extra.

 

Veja também: