Síndrome do Intestino Irritável: o que é e como controlar?

A síndrome do intestino irritável é uma doença gastrointestinal funcional caracterizada por dor abdominal e hábitos intestinais alterados.

Síndrome do Intestino Irritável: o que é e como controlar?
Apenas um pequeno número de pessoas com a síndrome do intestino irritável possui sinais e sintomas graves.

Os sinais e sintomas da síndrome do intestino irritável (SII) incluem cólicas, dor e inchaço abdominais, gases intestinais, diarreiaobstipação ou ambos. Esta síndrome é uma condição crónica o que cria a necessidade de ser gerida a longo prazo.

Algumas pessoas conseguem controlar os sintomas pela adoção de um estilo de vida saudável, com controla da dieta e nível de stress. Os sintomas mais graves podem ser tratados com recurso a medicação e aconselhamento.

A síndrome do intestino irritável não causa alterações nos tecidos intestinais, nem aumenta o risco de cancro colorretal.

SINTOMAS DA SÍNDROME DO INTESTINO IRRITÁVEL


sindrome do intestino irritavel e dor abdominal e inchaco

Os sinais e sintomas variam. Os mais comuns incluem:

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.

  • Dores abdominais, cólicas ou inchaço que geralmente são aliviados ou parcialmente aliviados pelo movimento intestinal;
  • A defecação geralmente melhora a dor, mas pode não aliviar completamente;
  • Sensação de evacuação incompleta;
  • Presença de muco nas fezes;
  • Excesso de gases intestinais;
  • Diarreia ou obstipação – podendo passar por momentos alternados;
  • A urgência pós-prandial (pós-refeição) é comum;
  • Os locais comuns de dor incluem o abdómen inferior, especificamente o quadrante inferior esquerdo.

 

CAUSAS DA SÍNDROME DO INTESTINO IRRITÁVEL


mulher com stress e ansiedade

Os fatores que parecem desempenhar um papel incluem:

Sistema nervoso

Fatores psicológicos como o stress e a ansiedade, não têm apenas repercussões em termos emocionais, podendo manifestar-se de forma física. É o caso da síndrome do intestino irritável, que resulta da conjugação de fatores físicos e psicológicos, afetando o cólon e originando uma série de sintomas digestivos crónicos ou recorrentes.

Alteração das contrações musculares no intestino

As paredes dos intestinos estão alinhadas com camadas de músculo que se contraem aquando dos movimentos dos alimentos ao longo do trato digestivo.

As contrações mais fortes e duradouras do que as normais podem causar gases, inchaço e diarreia. Contrações intestinais fracas podem diminuir a passagem dos alimentos e levar a fezes duras e secas.

Infeção grave

Esta síndrome pode desenvolver-se após uma gastroenterite causada por bactérias ou vírus. Pode também estar associada a um excesso de bactérias nos intestinos (supercrescimento bacteriano).

Alterações nas bactérias no intestino (microflora)

Microflora são as bactérias “boas” que residem nos intestinos e desempenham um papel fundamental na saúde. As pesquisas indicam que a microflora em pessoas com a síndrome do intestino irritável pode diferir da microflora de pessoas saudáveis.

QUAIS OS FATORES DE RISCO DO SII?


mulher com dores intestinais

Muitas pessoas têm sinais e sintomas ocasionais que poderiam sugerir a síndrome do intestino irritável. Mas existem fatores que indicam uma maior probabilidade de sofrer desta doença:

  • Ser jovem: Ocorre mais frequentemente em pessoas com idade inferior a 50 anos.
  • Ser mulher: É uma patologia mais comum entre as mulheres.
  • Ter história familiar desta síndrome: Os genes podem desempenhar um papel no desenvolvimento da doença, assim como o mesmo ambiente familiar, com os mesmos hábitos alimentares podem estar na origem desta relação entre familiares.
  • Ter algum transtorno psicológico: Ansiedade, depressão e outros problemas de saúde mental estão associados. Uma história de abuso sexual, físico ou emocional também pode representar um fator de risco.

 

TRATAMENTO DA SÍNDROME DO INTESTINO IRRITÁVEL


probioticos para o organismo

Não existe cura para a síndrome do intestino irritável, mas os sintomas podem ser aliviados mediante uma combinação de alterações na dieta, medicamentos, uso de probióticos e tratamento dos problemas mentais associados.

4 Dicas Alimentares:

  1. É importante fazer refeições mais pequenas e mais frequentes;
  2. Devem ser privilegiados os alimentos pobres em gordura e ricos em hidratos de carbono, como massas, arroz, cereais, frutas e vegetais;
  3. Devem ser evitados os alimentos que tendem a acentuar os sintomas, como os ricos em gordura, derivados do leite, café, álcool, adoçantes artificiais, alimentos que aumentam a formação de gases, como o feijão e as couves;
  4. A fibra pode reduzir a obstipação, mas aumentar a formação de gases intestinais, pelo que deve ser introduzida de um modo acompanhado.

Os probióticos são também muito benéficos no decurso da doença. A sua administração em grandes quantidades tende a melhorar os sintomas do cólon irritável.

A diminuição do stress, o repouso e o exercício físico podem contribuir para a redução da frequência e gravidade dos sintomas, influenciando positivamente a doença.

A melhoria ou resolução dos sintomas da síndrome do cólon irritável é um processo demorado, que pode durar seis meses ou mais. Assim, a paciência é essencial e o papel da relação médico-doente revela-se essencial de modo a não permitir que ocorra frustração ou desistência do tratamento.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

Veja também:

Ler mais
Cátia Rocha Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.