Sessões baratas de cavitação são de fiar?

Sessões baratas de cavitação são de fiar?

Informe-se sobre o tema e tire as suas próprias conclusões

A pensar arriscar em sessões de cavitação low cost? Cuidado. Muitas vezes o barato, pode sair-lhe caro.

A ponderar experimentar cavitação? Cada vez existe mais oferta no mercado, no que diz respeito a este tratamento. Mas será que as sessões low cost deste tratamento são de fiar? Informe-se devidamente acerca de todos os aspetos relacionados com este tratamento e tire as suas próprias conclusões.

Cavitação barata: sim ou não?

1. Cavitação vs HIFU

A cavitação é um tratamento estético utilizado para eliminação de gordura, através de ondas ultra-sónicas de baixa frequência. Ao atingirem o tecido adiposo, essas ondas criam pressões positivas e negativas, gerando milhões de micro-bolhas de ar no líquido intersticial.

Ao crescer e explodir pouco após serem geradas, essas micro-bolhas fragmentam as adiposidades (gordura), que serão depois eliminadas através do sistema linfático e metabolizadas pelo organismo.
Tome nota:
O IMC é uma forma simples e eficaz de perceber se o seu peso é o ideal. Faça o teste agora.

Ainda que existam muitas opções de cavitação low cost no mercado prometendo resultados imediatos e duradouros, a verdade é que a cavitação é um fenómeno único, com tratamentos a preços elevados e que devem ser combinados com uma alimentação hipocalórica e com cuidados específicos. 

Existem sim outros tratamentos mais baratos com tecnologia diferente da cavitação, nomeadamente o HIFU (High Intensity Focused Ultrasound). Este é um sistema que promove uma rutura direta do adipócito utilizando, ao contrário da cavitação, ultra-sons de elevadas intensidades. Este trata-se de um tratamento com mais perigos associados e mais difícil de obter resultados imediatos.

2. Tratamento doloroso? Duvide!

O que acontece na cavitação é a transformação da gordura em bolhas, que podem ser entendidas como se de bolhas de plástico se tratassem. Da mesma forma que o rebentar de bolhas de plástico é, para muitos, relaxante, este tratamento também o é. E completamente indolor.

Muitos são os que fazem este tratamento - mais propriamente um tratamento diferente, mas ao qual denominam de cavitação - com profissionais não qualificados. Se dos tratamentos resultarem dores, pisaduras ou mau estar significa que algo não está a ser feito de forma correta.
 

3. Cuidados a ter

Antes de iniciar um tratamento de cavitação, deverá fazer testes aos seus triglicéridos e colesterol total. Caso os valores estejam acima do normal, não deverá avançar com o tratamento, para não sobrecarregar o seu organismo.

Caso o profissional que irá proceder ao tratamento não se preocupar com esta questão, esteja alerta! Isso pode significar falta de conhecimento por parte do mesmo, ou o tratamento que irá fazer não é, de todo, a cavitação. 

Deverá ainda beber muita água durante o tratamento (cerca de 2 litros por dia, reforçando antes de cada sessão) e poderá ser indicada uma dieta líquida para os primeiros dias que sucedem os tratamentos. A manutenção de uma alimentação saudável e a prática de exercício físico são fundamentais para o sucesso da cavitação.
 

4. Duração do tratamento

Uma sessão de cavitação deverá ter, em média, 35 minutos, por zona, e o tratamento deverá ser efetuado de 15 em 15 dias, por isso, duvide de ofertas que ofereçam 20 minutos de tratamento, por sessão, bem como com espaçamentos temporais inferiores aos quinze dias. Seja qual for o tratamento em questão, não é, certamente, cavitação. 
 

5. Contra indicações da cavitação

Este tratamento estético está contra indicado para grávidas e mães a amamentar, bem como para pessoas com determinado tipo de condições médicas, como próteses, problemas de tensão arterial, tumores, pacemaker, entre outras.


6. Resultados da cavitação

A cavitação não é um tratamento indicado para a perda de peso, mas ajuda na redução de volume da área tratada. Por vezes, essa alteração poderá resultar em flacidez, devendo então ser complementada com sessões de radiofrequência, de forma a ajudar a reafirmar os tecidos. 

O tratamento de radiofrequência, que deverá ser complementar à cavitação, funciona através de um sistema de aquecimento seletivo das camadas mais profundas da pele, aumentando a combustão das células adiposas e promovendo a regeneração celular. Este processo aumenta a produção de fibras de colagénio, que ajudam a garantir que tudo fique firme e no sítio.

É também indicado que sejam realizadas sessões de drenagem linfática (manual, pressoterapia ou vacuoterapia), para ajudar ao normal percurso de eliminação da gordura através do sistema linfático.
 

7. Cavitação low cost

Muitos são os indivíduos que investiram em sessões de cavitação low cost e que se revelam desiludidos com os resultados obtidos. Outros confessam que tiveram resultados bons, mesmo em centros low cost, e sem qualquer tipo de complicações.

As ofertas de cavitação low cost utilizam, normalmente, um sistema diferente do da verdadeira cavitação que poderá ser mais perigoso e poderá não apresentar resultados imediatos. Assim sendo, deverá optar sempre por centros especializados e, consequentemente, profissionais devidamente qualificados, informando-se devidamente acerca do tratamento oferecido, para não acabar a comprar gato por lebre.


Veja também: