RPM: perca até 800 kcal num treino

RPM: perca até 800 kcal num treino

Curioso? Então continue a ler.

Prepare-se para os minutos mais alucinantes do seu treino e diga adeus a muitas calorias. 
 

Procura uma aula divertida, com muito ritmo e que lhe permita perder peso e trabalhar vários grupos musculares em simultâneo? Que tal uma aula de RPM? Há quem diga que esta modalidade é a revolução do fitness sobre rodas. E se só por aqui já ficou curioso espere até ver o que umas aulinhas de RPM podem fazer por si.

 
Já tem o seu plano de treinos?
Obtenha já o seu plano de treinos personalizado e atinja os seus objectivos! Fale com o nosso personal trainer e receba o seu plano de treinos.

RPM: o que é?


A sigla RPM serve para abreviar o nome Raw Power Motion. Trata-se de uma modalidade de indoor cycling que tem vindo a atrair cada vez mais adeptos espalhados o mundo. O conceito é simples. Aulas de grupo com a duração de 45 minutos, acompanhadas por um instrutor que dá indicações dos movimentos a realizar (e que simulam subidas íngremes, retas, picos de montanha, provas de velocidade ou treino intervalado, por exemplo), tudo ao som de músicas bem animadas que marcam o ritmo da aula.


Os benefícios


Benefícios não faltam a esta modalidade. Não é à toa que as aulas são cada vez mais procuradas nos ginásios. E uma coisa é certa, seja porque quer aumentar a sua resistência física ou perder peso as aulas de RPM não o vão desiludir.

O RPM é apelidado de “Calorie Killer” e percebe-se porquê. Trata-se de uma das modalidades mais esgotantes que pode praticar e a prova disso é o número de calorias que permite eliminar por cada aula, que são muitas, mais exatamente uma média de 700 a 800 calorias. E este desgaste de calorias acontece durante e após a aula. Razão mais do que suficiente para perceber o que torna esta modalidade ótima para quem pretende perder peso.
Mas há mais. Ora veja:
 
  1. Melhora a capacidade cardiorrespiratória (pela intensidade do treino, o RPM assume-se como um dos treinos cardiorrespiratórios mais eficientes. Além de melhorar a capacidade cardiovascular e pulmonar, ainda reduz (e controla) a pressão arterial, controla os níveis de colesterol, reforça a função cardíaca e reduz o risco de diabetes ou osteoporose);
  2. Aumenta a massa magra, a força muscular e a resistência (a prática de RPM contribui para a eliminação de gordura - e consequentemente, para o aumento da massa magra - ao mesmo tempo que aumenta a força muscular e endurance e treina, simultaneamente, os sistemas de energia aeróbios e anaeróbios); 
  3. Tonifica os músculos (mais concretamente os glúteos e coxas. As aulas de RPM ainda trabalham os braços, abdominais e a região lombar, de acordo com as posições adotadas durante a aula); 
  4. Contribui para o aumento da densidade óssea; 
  5. Contribui para a socialização e bem-estar dos praticantes (os benefícios não são apenas físicos, mas também emocionais. Bastante motivante, a aula de RPM contribui para a libertação de endorfinas que proporcionam uma sensação de bem-estar, isto sem falar que por ser uma aula de grupo possibilita uma maior socialização).
Como vê, não faltam boas razões para experimentar as aulas de RPM. Duas a três vezes por semana é a dose recomendada para conseguir os melhores resultados e garantir o período descanso necessário entre cada aula. 

 

Veja também: