Quer emagrecer? Então não faça isto!

Quer emagrecer? Então não faça isto!

Veja quais os erros a evitar.

Se quer emagrecer e os resultados teimam em não aparecer, saiba que pode ser você o culpado. É que mesmo sem saber pode estar a sabotar a sua dieta.

Dicas para emagrecer não faltam, mas desengane-se se pensa que perder peso é tarefa fácil. Tentações e “pequenos” (grandes) erros dificultam a vida a quem quer emagrecer. E alguns deles são bem comuns. Conheça alguns dos mais frequentes e que podem estar a sabotar a sua dieta.  
 

7 Erros que não deve cometer se quer emagrecer 


Toma nota:
O IMC é uma forma simples e eficaz de perceber se o seu peso é o ideal. Faça o teste agora.

1.    Abusar no sal 

Quem disse que só o sal ajuda a dar sabor aos seus pratos?! Nada disso. Além de não ser a opção mais saudável, também está longe de ser a única. Há outras opções.

Aposte antes nas especiarias e ervas aromáticas. Pimenta, salsa, coentros, orégãos, tomilho, manjericão, caril, noz-moscada, cebolinho, aipo, louro, cominhos, açafrão, pimentão-doce, etc., são apenas algumas das opções que tem ao seu dispor e que certamente vão dar muito sabor aos seus cozinhados. 
 


2.    Açúcar a mais 

Os alimentos, por natureza, já têm a sua dose de açúcares e, por isso mesmo, pode (e deve) evitar adicionar açúcar às suas bebidas e/ou alimentos. Açúcar a mais não é bom e certamente não o vai ajudar a emagrecer. 
 


3.    Não beber água 

É um dos erros mais comuns de quem quer emagrecer (e claramente não consegue). Beber água é essencial. Lembre-se que o corpo humano é composto, em grande parte, por água (cerca de 70% a 75%) e a água é fundamental para manter o equilibro do organismo.

Ao manter-se hidratado vai não só facilitar a absorção dos nutrientes e auxiliar na digestão, como ainda hidrata a pele, ajuda a eliminar as toxinas do sangue, fortalece músculos e articulações e elimina a celulite. Por isso, se quer emagrecer agarre já uma garrafa de água e assegure-se que bebe – pelo menos - 1,5 a 2 litros de água por dia.
 


4.    Pesar-se todos os dias

É normal que na ânsia de ver resultados sinta necessidade de se pesar com alguma frequência, mas talvez seja melhor não o fazer. É normal que se verifiquem oscilações de peso ao longo do tempo, mas essas diferenças podem acontecer por variados motivos.

Ao pesar-se com demasiada frequência pode deixar-se influenciar por resultados enganadores. O ideal é que se pese apenas uma vez por semana, num horário fixo e de preferência na mesma balança, para garantir que consegue avaliar as oscilações reais de peso. 
 


5.    Contar as calorias 

Sim, as calorias são importantes e pode (e deve) ter atenção ao número de calorias que ingere por dia, mas a quantidade de calorias não é o mais importante para uma alimentação saudável e não deve focar-se apenas em contar o número de calorias diárias. Mais importante do que isso é o tipo e a qualidade dos alimentos que ingere e os seus valores nutricionais. 
 


6.    Fazer compras com fome

Erro crasso. Fazer compras com fome vai fazer com que cometa erros e ceda a tentações. O mais provável é acabar com o carrinho cheio de bolachas, salgadinhos, chocolates, etc… enfim, tudo aquilo que deve evitar. O melhor a fazer é ir sempre às compras com uma lista das coisas que realmente necessita e cingir-se a ela. 
 


7.    Não procurar aconselhamento de um especialista 

Se quer emagrecer nada de seguir as dietas da moda em catadupa. O melhor mesmo é consultar o seu médico ou nutricionista que vão criar um plano alimentar à medida das suas necessidade e objetivos. E melhor, vão ajudá-lo a perder peso com saúde. 

 
Calcule aqui o seu IMC



Veja também: