Queimaduras: o que deve e o que não deve fazer

As queimaduras são lesões causadas no organismo por algum tipo de agente físico e podem ser classificadas em três tipos, sendo eles: térmica, elétrica e química.

Queimaduras: o que deve e o que não deve fazer
Saiba como distinguir os diferentes tipos e graus de queimaduras.

As queimaduras às quais podemos ser expostos podem agrupar-se em três tipos provocadas por agentes físicos:

  • Queimaduras térmicas são as que resultam do contato do corpo com alguma fonte de calor e são as mais comuns;
  • Queimaduras elétricas são aquelas geradas por algum tipo de descarga elétrica recebida pelo corpo;
  • Queimaduras químicas são aquelas que ocorrem quando o corpo é submetido ao contato com substâncias cáusticas como, por exemplo, ácidos e produtos químicos corrosivos

A gravidade da queimadura depende de vários fatores:

  • Da zona atingida;
  • Da extensão da pele;
  • Da profundidade.

 

TIPOS DE QUEIMADURAS E SINTOMAS


tipos de queimaduras

De acordo com a profundidade atingida, as queimaduras classificam-se em 3 graus:

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.

  • De primeiro grau são as menos graves. A pele fica vermelha e quente e há sensação de calor e dor. Afeta apenas a camada externa da pele (epiderme);
  • De segundo grau provocam danos mais profundos. Juntamente com os sintomas da queimadura de primeiro grau, junta-se a formação de bolhas com líquido. Esta já atinge a derme (camada mais profunda) e é bastante dolorosa;
  • De terceiro grau provocam uma lesão ainda mais profunda. A superfície cutânea pode estar branca e amolecida ou negra, carbonizada e endurecida. Às características das queimaduras de grau 1 e 2, junta-se o facto de haver destruição dos tecidos. É bastante grave e a vítima pode mesmo entrar em choque.

Uma queimadura é tanto mais grave quanto maior for a profundidade, mas também quanto maior a superfície do corpo afetada.

O QUE FAZER QUANDO NOS QUEIMAMOS?


pomada para tratar queimadura

Numa queimadura sem bolhas devem ser, imediatamente, adotados os seguintes cuidados:

  • Arrefecer imediatamente a área queimada com água fria corrente da torneira, por alguns minutos (este procedimento é fundamental, pois a área queimada está aquecida e continua a lesar a pele, podendo aprofundar a queimadura, formando bolhas; quanto mais rápido o arrefecimento, menor a gravidade da queimadura);
  • Retirar, se possível, objetos que armazenem calor, por exemplo: anéis, colares, brincos, cinto, objetos de metal ou de couro. No entanto, realça-se que, caso estes estejam aderentes à pele, não devem remover-se, mas procurados cuidados médicos;
  • Proteger a área queimada com gaze, lenço ou pano limpo apenas se a pele estiver íntegra;
  • Se não afetar área entre os dedos, face ou genitais, pode aplicar-se gaze gorda ou cremes cicatrizantes indicados para o efeito.

Caso a queimadura apresente bolhas, além das medidas anteriores devem ser procurados cuidados médicos. Neste caso, nunca rebente ou fure as bolhas e, caso a pele não esteja íntegra e tenha ocorrido perda de tecido, não deve ser feito o arrefecimento com água devido ao risco de infeção.

> Saiba mais sobre tratamentos de queimaduras na pele aqui.

O QUE NUNCA SE DEVE FAZER?


gelo em queimaduras

Em caso de queimaduras, nunca adopte os seguintes comportamentos:

  • Retirar qualquer pedaço de roupa ou tecido que porventura ficarem agarrados à pele da vítima;
  • Rebentar ou furar as bolhas que se formaram;
  • Aplicar gelo sobre as queimaduras. O gelo também causa queimaduras, a melhor forma de arrefecer a área afetada é água corrente ou soro fisiológico;
  • Aplicar receitas caseiras como: manteiga, pasta dos dentes, entre outros. As soluções caseiras para diminuir a dor das queimaduras podem piorar e até causar infeção no local atingido.

 

QUANDO IR AO HOSPITAL?


queimadura com bolhas

A maioria das queimaduras podem ser tratadas em casa, no entanto, é aconselhado ir ao hospital quando a queimadura é maior que o palmo da mão, surgem muitas bolhas ou é uma queimadura de terceiro grau, que afeta as camadas mais profundas da pele.

Vítimas de queimaduras extensas, ou cujos sintomas indiquem tratar-se de uma queimadura terceiro grau necessitam de transporte urgente para o hospital. Assim, deverá chamar de imediato uma ambulância e envolver a vítima num lençol lavado e que não largue pelos, previamente humedecido com soro fisiológico ou, na falta, com água.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

Veja também:

Ler mais
Cátia Rocha Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.