Dicas para Prevenção de Gripes e Constipações

As gripes e as constipações são muito comuns nesta altura do ano. São doenças facilmente transmissíveis e por isso é importante apostar na prevenção de gripes e constipações.

Dicas para Prevenção de Gripes e Constipações
A prevenção de gripes e constipações é, sem dúvida, o melhor remédio.

A transmissão dos vírus que provocam gripes e constipações é sempre de pessoa para pessoa, normalmente através da tosse, dos espirros, das mãos ou do contacto direto com superfícies ou objetos partilhados com uma pessoa que esteja doente.

Conhecer a prevenção de gripes e constipações ajuda a que a propagação do vírus aconteça e que adquira alguma destas duas doenças, que embora possam ser de sintomatologia, se não forem tidos os cuidados devidos, podem evoluir para algo mais perigoso.

Para o ajudar a prevenir-se, trazemos-lhe 8 dicas de medidas preventivas para gripes e constipações.

8 Medidas para a prevenção de gripes e constipações


prevencao de gripes e constipacoes

Estas são as medidas de prevenção mais importantes que deve seguir e cumprir para que o risco de contágio seja o menor possível:

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.

  1. Vacina da gripe: É a melhor maneira de prevenir a infeção, sendo aconselhada em indivíduos com mais de 65 anos, grávidas, doentes crónicos, pessoas com o sistema imunitário fragilizado e profissionais de saúde.
  2. Lavagem das mãos: As mãos são um veículo de contacto com todo o tipo de microrganismos. Lavá-las com sabonete ou solução de base alcoólica, de forma frequente, ajuda a eliminar os germes responsáveis por muitas infeções.
  3. Ao tossir ou espirrar, deve proteger boca e nariz com um lenço de papel ou com o braço.
  4. Limpar com maior assiduidade, quaisquer objetos sujeitos ao manuseamento muito frequente de várias pessoas.
  5. Arejar frequentemente os espaços fechados, seja a sua casa, o local de trabalho, a escola ou o infantário.
  6. Roupa: É essencial utilizar sempre roupas adequadas à temperatura. No inverno, as mudanças bruscas de temperatura, por vezes, acompanhadas de chuva ou neve, podem originar gripes e constipações. Opte por utilizar cachecóis, gorros e luvas.
  7. Descansar e dormir: O sono e o repouso ajudam a manter o sistema imunitário fortalecido.
  8. Evitar o contacto com pessoas infetadas: Evitar o contacto muito próximo com pessoas que apresentem sintomas.

 

ALIMENTAÇÃO E PREVENÇÃO DE GRIPES E CONSTIPAÇÕES


alimentacao e prevencao de gripes e constipacoes

O Inverno apela ao conforto do lar, à diminuição da atividade física e ao aumento do apetite. Nos dias mais frios, o organismo sente necessidade de produzir calor, e existe uma tendência para o consumo de alimentos energéticos, ricos em gordura e açúcar.

Deve seguir-se um padrão alimentar adequado durante todo o ano, para estar preparado para as diferenças inerentes às estações do ano, inclusive do Inverno.

No Inverno, alerta-se para o fato dos alimentos associados ao tempo frio, como por exemplo o chocolate (rico em açúcar e gorduras), ou as bebidas alcoólicas (que se ingerem mais no Inverno, com a ideia errada de que aquecem), devam ser consumidos com moderação. Salienta-se a sopa, preparada com legumes, hortaliças e leguminosas, que é uma ótima opção para combater as baixas temperaturas, saciar a fome e ainda enriquecer-nos com fibra, vitaminas e minerais.

O papel da fibra

A fibra contribui para o bom funcionamento intestinal e regulação do colesterol sanguíneo, e as vitaminas e os minerais, essenciais ao organismo, podem ajudar na prevenção gripes e constipações. Além disso, a ingestão de sopa ajuda a hidratar o organismo e todos sabemos o quão difícil é beber, pelo menos, 1,5 L de água diariamente nesta época do ano. Outras boas opções de alimentos ricos em água são o leite, a fruta e hortícolas, o chá e os sumos de fruta naturais.

A alimentação pode também ter um papel preventivo e auxiliar na resposta corporal, às mudanças do sistema imunológico decorrentes da gripe e constipação.

É crucial que o sistema imunitário esteja fortalecido e nesse sentido, é necessário ingerir alimentos ricos em antioxidantes como a vitamina E, vitamina C, betacaroteno, selénio e zinco.

Um consumo adequado de alimentos que contenham gorduras insaturadas ómega-3 e ómega-6 irá auxiliar no processo inflamatório e uma boa hidratação é fundamental para a proteção da pele, mucosas respiratórias e para o sistema gastrointestinal.

Nesta fase do ano, e se pretendemos reforçar o nosso sistema imunológico devemos integrar no nosso plano alimentar:

  • Hortícolas de cor verde escura (por ex. couve-galega, couve-bruxelas, brócolos, espinafres);
  • Hortícolas de cor verde alaranjada (por ex. cenoura, abóbora, beterraba);
  • Fruta variada (incluir frutas cítricas como por ex. laranja, toranja, limão, tangerina);
  • Frutos oleaginosos (por ex. nozes, avelãs, amêndoas);
  • Peixe gordo (por ex. sardinha, salmão, cavala, atum, arenque);
  • Leguminosas (por ex. feijão, grão de bico, lentilhas);
  • Cereais e seus derivados integrais (por ex. pão escuro, arroz e massa integral) e a água.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

Veja também:

Ler mais
Cátia Rocha Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.