Pitiríase Rósea: causas, sintomas e tratamentos

A pitiríase rósea é uma erupção aguda da pele, que se carateriza pelo aparecimento de manchas rosadas ou brancas pelo corpo. Há formas de regressão e também de cura.

Pitiríase Rósea: causas, sintomas e tratamentos
Saiba mais neste artigo.

A pitiríase rósea é uma doença cutânea. É uma erupção da pele, provavelmente provocada por alguns vírus, tais como o herpesvírus humano 6 (HHV-6) e o herpesvírus humano 7 (HHV-7), apesar de não existir nenhuma prova científica neste sentido.

É uma dermatose aguda, que surge na pele, inicialmente, como uma placa rósea arredondada e escamosa, com tamanhos que variam dos 2 aos 4 centímetros. Posteriormente, surgem placas menores que se espalham ao redor da placa inicial e noutras regiões do corpo. 
 
As lesões que causa, nomeadamente as manchas brancas ou rosadas que aparecem pelo corpo, são autolimitadas, sucessivas e progressivas. 
 
A doença não é contagiosa e por norma demora cerca de seis a oito semanas até curar espontaneamente. 
 

Causas da pitiríase rósea 


A causa exata da pitiríase rósea não é clara, embora existam vários indícios de que a erupção pode ser desencadeada por uma infecção viral, devido às suas características sazonais e à baixa incidência em comunidades fechadas.

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.
No entanto, não existe um agente etimológico definido. 
 
Uma teoria que tem vindo a ganhar alguma força é a que defende que seja uma doença genética auto-imune. 
 

Quais são os factores de risco?


Há indícios de que a pitiríase rósea seja mais comum no outono e na primavera. Além disso, há casos em que a doença está presente em pessoa da mesma família, apesar de, mais uma vez, não existirem evidências de que seja contagiosa. 
 
Este tipo de pitiríase aparece de forma mais comum em pessoas do sexo feminino do que no sexo masculino. Ainda as crianças e adolescentes são mais suscetíveis a esta doença, bem como pessoas de pele morena. 
 

Quais os sintomas de pitiríase rósea?


sintomas pitiriase rosea

Começa por aparecer no corpo uma placa única, autolimitada. Ao redor dela, posteriormente, surgem  placas menores, que se distribuem principalmente pelo tronco, braços e coxas. 
 
As manchas podem ser rosadas ou de cor vermelho pálido, ter forma oval, ser descamativas e dar comichão. 
 

Como se diagnostica a doença?


O diagnóstico pode ser feito de forma clínica, por meio da simples observação dos sintomas. No entanto, muitas vezes é necessário que sejam feitos exames ao sangue, de modo a excluir outras possíveis causas que levem a um quadro clínico semelhante. 
 
Pode, também, ser feita uma biópsia da lesão, como opção para descartar outras doenças, principalmente nos casos em que a evolução for prolongada ou se surgirem lesões atípicas. 
 

Como deve ser feito o tratamento para pitiríase rósea?


pomada

Na maioria dos casos, a pitiríase cura-se de forma espontânea, não necessitando de grandes preocupações ou formas de acelerar o processo de recuperação e desaparecimento das lesões. 
 
Dependendo dos casos, podem ser utilizados simples hidratantes de pele, cremes com cortisona, anti-histamínicos ou terapias de luz ultravioleta, método mais utilizado quando os pacientes não respondem à terapia comum.

Este método faz com que a zona da pele afetada seja exposta, durante alguns minutos e em intervalos regulares, a raios UVB, sob supervisão de um dermatologista. 
 
Alguns pacientes podem precisar de medidas auxiliares para aliviar as comichões e hidratar a pele de forma intensa. 
 
Por norma, esta doença não deixa cicatrizes. A reincidência de aparecimento da doença é pouco comum, mas pode acontecer. 

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

 

Veja também:

Ler mais