Os perigos de roer as unhas

Os perigos de roer as unhas

Livre-se deste péssimo vício de uma vez por todas!

Existem perigos associados ao hábito de roer das unhas e, por isso mesmo, está na hora de deixar de o fazer! Não sabe como? Temos 5 dicas para si.

Acha que o hábito de roer as unhas é apenas algo de criança ou adolescente? Engana-se! Pois muitos são os adultos com este perigoso hábito. 

O hábito de roer as unhas, para além de consequências estéticas, esconde questões psicológicas, como depressão ou isolamento, mas não só. Existem outros perigos inerentes a este péssimo hábito e, por isso, se rói as unhas ou conhece alguém que o faça, informe-se acerca dos maiores perigos de o fazer. 

Os maiores perigos de roer as unhas

Proteja a sua saúde!
Receba conteúdos exclusivos e habilite-se a um check-up completo. Registe-se já!


Contaminação por bactérias

A zona inferior da unha é um local extremamente propício ao alojamento de bactérias e, ao roer as unhas, vai estar a facilitar a transferência dessas bactérias para a sua boca e, de seguida, para o resto do seu corpo. Dependendo da sua condição imunológica, este “simples” hábito pode levar a um espalhar de focos infeciosos. 


Infeções unguais

Pessoas que roem em demasia as unhas apresentam, muitas vezes, infeções próximas das unhas. Essas infeções resultam em inflamações ou abrasões na zona da unha. 


Risco de verrugas por HPV

O hábito de roer as unhas aumenta, significativamente, a possibilidade de formação de verrugas causadas pelo papilovírus/HPV. Ainda que este tipo de HPV seja diferente do que causa verrugas genitas, estas verrugas podem espalhar-se para a sua boca.


Problemas de oclusão mental

O hábito de roer as unhas pode ainda interferir, de uma forma direta, na oclusão dental, causando sérios danos na forma como os dentes de cima e de baixo se aproximam quando se fecha a boca. Este hábito pode causar um desgaste prematuro nos seus dentes. 


Comprometimento de qualidade de vida

Pode parecer algo sem relação direta aparente, mas existem já estudos que demonstram que as pessoas que roem as unhas têm a sua qualidade de vida mais comprometida do que pessoas que não o façam.


4 dicas para deixar de roer as unhas


Se acha que está na hora de se livrar deste hábito, estas são as dicas a seguir para o conseguir! 

1. Faça a manicure e pinte as unhas

Ainda que esta dica se aplique apenas ao sexo feminino, pode ser muito útil. Ao ter as unhas arranjadas e pintadas terá um aviso constante de que não as deve roer.


2. Coloque pimenta ou alguma outra substância de gosto forte nas unhas

Existem mesmo, nas farmácias, produtos indicados para deixar de roer as unhas. Não tem de procurar muito, tem apenas de querer deixar de roer as unhas. 


3. Encontre a raiz da questão

Procure descobrir o que o leva a roer as unhas. Serão situações de stress, problemas de ansiedade? Depois de descobrir as causas, será mais fácil proteger-se contra elas e, consequentemente, deixar de roer as unhas. 


4. Lembre-se dos riscos para a saúde

Tudo aquilo em que tocamos tem germes e bactérias e, por isso, ao roer as unhas, estamos a colocar esses germes e bactérias no nosso corpo. É isso que pretende? Pense bem antes de voltar a roer as unhas. 


Veja também: