A importância da musculação na perda de peso

Contrariamente ao que consta, a musculação contribui em muito para perder os quilos em excesso. Assim, antes de a descartar, confira aqui os seus benefícios.

A importância da musculação na perda de peso
Não são só os exercícios de cardio que queimam calorias.

Grande parte das vezes, a musculação tende a ser colocada de lado quando se pensa numa rotina de exercícios destinada à perda de peso. A maioria das pessoas pensa que, para eliminar os quilos que estão a mais, a solução mais rápida e eficaz é optar quase em exclusividade por atividades cardiovasculares, descartando os chamados exercícios de força.

Nada mais errado! De facto, já ficou provado que a musculação, quando combinada com um regime alimentar adequado, contribui em muito não só para a perda de peso, mas também para a sua manutenção. Mais, este tipo de atividade física ajuda a tonificar os seus músculos e a esculpir o seu corpo, eliminando zonas problemáticas, como a gordura do adeus ou os pneuzinhos nas ancas. Assim, esqueça o Arnold Schwarzenegger e deixe-nos mostrar-lhe a importância de alguns exercícios básicos de musculação na sua luta contra a balança.
 

A importância da musculação na perda de peso


Uma rotina de treinos destinada à perda de peso deverá incluir sempre exercícios de cardio e exercícios de musculação, no sentido de assegurar o equilíbrio necessário para atingir os objetivos. Neste artigo, vamos falar exclusivamente dos segundos e dos benefícios que aportam. Confira-os, então, verificando a lista abaixo:
 
Quer receber um plano de treinos?
Obtenha já o seu plano de treinos personalizado e atinja os seus objectivos! Fale com o nosso personal trainer e receba o seu plano de treinos.

1. Queima a gordura

Os exercícios de musculação ajudam a desenvolver massa muscular, a qual também assegura um aumento do ritmo metabólico. Um metabolismo com ritmo mais elevado equivale a...?

Acertou: queima de gordura e perda de peso! Para ter uma noção, os músculos, contrariamente às células de gordura, exigem calorias mesmo quando estão em descanso. Assim, enquanto ½ kg de músculo queima cerca de 20 calorias por dia, ½ kg de gordura queima apenas 5.


O esforço envolvido na realização dos exercícios de musculação leva a que o seu corpo necessite de mais oxigénio, aumentando o ritmo metabólico e mantendo-o elevado ainda depois de ter terminado o treino. Assim, apesar de não queimarem tantas calorias durante a sua execução como os exercícios de cardio, os exercícios de musculação levam a que o corpo queime mais calorias nas 24h após a sua realização. Basicamente, isto significa que a queima de gordura continua a ocorrer mesmo depois de já ter parado de treinar.

Por fim, músculos mais fortes vão torná-la mais eficiente, quer nos exercícios de cardio, quer no decurso da sua vida do dia a dia. Resultado? A queima de calorias vai aumentar exponencialmente em ambos os casos.

2. Tonifica e esculpe o corpo

Quando se está a perder peso, é importante que o corpo vá sendo tonificado, caso contrário acabaremos apenas mais magros. Ora, não há melhor exercício do que a musculação para tonificar a sua estrutura muscular, esculpindo um corpo à medida dos seus desejos.

Lembre-se que se não utilizar os músculos, o resultado inevitável é a perda massa muscular e, a partir do momento em que para de treinar, este processo leva apenas alguns dias a iniciar-se. Assim, se deseja um corpo forte e atraente, é essencial que trabalhe os músculos de forma regular.

3. Bónus: outros benefícios

  • Fortalece as articulações e os ossos
  • Eleva os níveis de endurance
  • Melhora a qualidade do sono
  • Reduz os níveis de colesterol
  • Ajuda na manutenção da saúde em geral


Dicas de musculação


Para terminar, deixamos-lhe apenas algumas dicas que deve seguir para perder peso através de uma rotina de treinos que inclua a musculação:
 
  1. A partir do momento em que o seu corpo se habitue a um determinado nível de peso, este deve ser aumentado: altere a sua rotina regularmente, de forma a que levante sempre mais peso do que os seus músculos estão habituados.

  2. Assegure-se de que não está constantemente a trabalhar os mesmos grupos musculares: os exercícios adotados devem focar músculos de diferentes áreas e não apenas naqueles que pretende reduzir o volume de gordura.

  3. Especifique alguns dias de descanso, para que os músculos possam desenvolver-se e recuperar durante esses períodos.

  4. Além dos essenciais exercícios de aquecimento e relaxamento antes e depois de cada treino, os movimentos associados aos exercícios de musculação devem ser feitos lentamente e sem suster o fôlego, de forma a evitar lesões desnecessárias – é também essencial manter a postura e o equilíbrio.

  5. O levantamento de pesos deve ser feito dentro dos limites do confortável e o acréscimo de quilos deve ser levado a cabo de forma lenta e progressiva.

Nota: lembre-se que o músculo pesa mais do que a gordura, pelo que o ideal será ter o acompanhamento de um treinador que verifique os resultados reais do seu esforço, tirando medidas e assegurando que está a perder gordura e a ganhar músculo. 


Resumindo, se trabalhar os seus músculos, eles irão retribuir, trabalhando em seu favor. Recomendamos apenas que, antes de avançar, consulte o seu médico para um check up adequado. Boa sorte e bom treino!
 

Veja também:

Ler mais