As mentiras sobre sexo mais contadas às crianças

Desde as mais clássicas às mais descabidas, estas são as mentiras sobre sexo mais contadas às crianças. E para quê?

As mentiras sobre sexo mais contadas às crianças
Está na altura de dizer as verdades.

Para fugir a explicações difíceis ou para evitar entrar em assuntos que podem não ser muito confortáveis, os pais nem sempre contam as verdades aos filhos.

E quando o tema se prende com a vida sexual, então há várias mentira que surgem.

Selecionámos as mentiras sobre sexo mais contadas às crianças para que compreenda que não há qualquer necessidade de o fazer.

É importante que, a partir do momento em que a criança tem dúvidas e curiosidades, lhe sejam dadas explicações verídicas e sempre adequadas à idade em questão.
 

5 MENTIRAS SOBRE SEXO MAIS CONTADAS ÀS CRIANÇAS


1. OS BEBÉS VÊM DAS CEGONHAS

os bebes veem das cegonhas
A mais clássica de todas as mentiras sobre sexo mais contadas às crianças. Quando a criança começa a ter idade para se aperceber das coisas, quando começa a entender as diferenças do corpo feminino e masculino, quando começa a pensar de onde é que surgiu, vem a questão intemporal: como é que são feitos os bebés?

Proteja a sua saúde!
Receba conteúdos exclusivos e habilite-se a um check-up completo. Registe-se já!
E não, não vale responder que vêm das cegonhas. Obviamente uma criança não vai entender todo o funcionamento do corpo feminino e do corpo masculino, mas há respostas mais honestas que podem ser dadas e claro adequadas à idade de cada criança.

Se responder que resulta de uma semente que o pai deixou na mãe, não é mentira e, com o avançar da idade, vai ser possível explicar melhor.

O ideal é que haja conversa aberta e sem vergonhas para que a criança, com o crescimento, se sinta sempre disponível para perguntar qualquer dúvida que lhe surja ou peça ajuda quando o necessitar.
 
 


2. AQUELES BARULHOS?

crianca a ouvir barulhos
Mais uma das mentiras sobre sexo mais contadas às crianças. Se a criança em algum momento houve sons vindos do quarto dos pais e pergunta o que se estava a passar, o natural é que os pais nunca respondam o que estavam realmente a fazer.

Que estavam a brincar, que estavam a jogar algum jogo e explicações do género são só alguns exemplos que mais se ouvem.

Claro que não é necessário entrar em explicações detalhadas, mas um facto é que é outra mentira frequente.
 
 


3. PERDER A VIRGINDADE MUDA O CORPO

perder a virgindade muda o corpo
Não é uma mentira contada com qualquer objetivo maldoso (pelo menos à partida!), mas é uma crença que muitas pessoas têm e que não está correta. Dar início à vida sexual não provoca alterações no corpo, o que se passa é um pouco diferente.

A realidade é que, na maioria das vezes, a perca da virgindade acontece na altura da puberdade, ou seja, uma altura em que o corpo ainda está a passar por muitas mudanças biológicas e fisiológicas que resultam em transformações evidente.

Ou seja, é um período onde o corpo está em crescimento e onde há muitas alterações hormonais que estimulam o desejo e a curiosidade sexual. São portanto situações paralelas que resultam numa associação de causalidade errada.
 
 


4. MASTURBAÇÃO TEM CONSEQUÊNCIAS NEGATIVAS NO CORPO

masturbacao provoca alteracoes no corpo
Afirmações como o facto da masturbação provocar acne ou como a masturbação em demasia fazer com que os órgãos genitais caiam, são dois exemplos de mentiras que ainda se dizem muito por ser uma prática ainda muito condenada e mal vista.

Relativamente ao acne, é o mesmo que se passa com as alterações do corpo. As mudanças corporais da puberdade ocorrem ao mesmo tempo que as alterações hormonais que provocam a curiosidade sexual e, consequentemente, o acne surge na mesma altura que a vontade de conhecer melhor o corpo.

Relativamente à outra afirmação, é apenas uma forma de causar algum medo nas crianças na altura de quererem experimentar a masturbação. Isto resulta da falta de conhecimento e de uma visão errada sobre a masturbação.
 
 


5. “OS PAIS VÃO SÓ DORMIR UM POUCO”

pais e sexo
Uma mentira que se justifica absolutamente, uma vez que criança nenhuma quer ou precisa de saber aquilo que os pais vão realmente fazer.

É importante que os pais continuem a ter privacidade e uma boa relação entre si, portanto é lógico que procurem formas de evitar que as crianças entrem no quarto e os deixem “sossegados”.

Se a saúde é uma prioridade para si, clique aqui.

 

Veja também: