Melanoma: o que é e quais os cuidados a ter

Melanoma: o que é e quais os cuidados a ter

Tudo o que deve saber

O melanoma é o cancro de pele mais perigoso. Saiba quais os cuidados a ter.

Em altura de aproveitar ao máximo o sol, a praia e o calor, há outros assuntos que não devem ficar esquecidos. A importância de proteger a pele dos raios solares é fundamental não só por questões estéticas, mas acima de tudo por questões de saúde.

A exposição solar excessiva e sem protetor é dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de um melanoma. Há vários sintomas e cuidados que devem ser tidos especialmente em atenção.

Saiba aqui tudo o que deve saber sobre este assunto.
 

O QUE É UM MELANOMA?


Proteja a sua saúde!
Receba conteúdos exclusivos e habilite-se a um check-up completo. Registe-se já!
O melanoma é originado pelos melanócitos (as células produtoras da melanina, responsável pela pigmentação da pele) e aparece em qualquer zona da pele, sendo que por vezes também pode surgir no sistema digestivo e nos olhos.

Pela grande probabilidade de formar metástases e por poder rapidamente espalhar-se para o resto do corpo pelas veias sanguíneas e linfáticas, o melanoma é o cancro de pele mais perigoso. Mas é também o menos frequente e, quando diagnosticado cedo, é tratável.

O melanoma pode crescer de duas formas: radial ou vertical. O crescimento radial é o menos invasivo e o mais precoce. O vertical é o mais perigoso porque pode originar mais metástases e, em casos de diagnóstico tardio, a probabilidade de não ser tratável é muito grande por se expandir em profundidade.
 

SINTOMAS


A mudança de cor ou de tamanho, ter comichão ou um sinal deitar sangue são alguns aspetos a ter em preocupação. Mas para que se lembre sempre dos fatores que deve ter em atenção, surgiu a mnemónica ABCD para analisar as manchas e sinais do corpo:
  • Assimetria – As duas metades não são nunca iguais
  • Bordas – As margens são irregulares e a pigmentação pode espalhar-se para a volta
  • Cor – Não é uniforme, tanto pode ter sombras pretas como castanhas, vermelhas, rosas, brancas ou azuis
  • Diâmetro – Acontece um aumento no tamanho da mancha
 

FATORES DE RISCO


exposicao solar
Existem alguns cuidados que se podem ter para prevenir o aparecimento de melanomas, como o uso de proteção solar e também o controlo médico de sinais que possam vir a ser perigosos. Mas apesar disso há alguns aspetos que se traduzem num maior risco no aparecimento de um melanoma:
  • Exposição excessiva à radiação solar
  • Histórico de recorrer a bronzeamento artificial excessivo
  • Histórico de queimaduras solares
  • Pele mais clara e mais sensível ao sol
  • Existência de muitos sinais e manchas por todo o corpo
  • Manchas, normalmente maiores, com formatos irregulares
  • Existência de casos de melanoma na família
  • Existência de melanomas no passado
 

TRATAMENTOS


radioterapia
Os tratamentos do melanoma não são obviamente iguais para todas as pessoas. A gravidade do tumor, assim como o local onde está e a saúde geral do doente são alguns dos factores que influenciam o tipo de tratamento a ser efetuado.
  • Cirurgia excisional: retira-se o tumor na totalidade com as margens cirúrgicas de segurança definidas. Em algumas ocasiões pode ser necessário proceder mesmo à amputação de uma mão ou de um pé
  • Cirurgia micográfica: retira-se o tumor e também uma camada fina das margens laterais para ser feito um exame. Caso essas zonas estejam também comprometidas, será necessário fazer uma nova cirurgia para serem retiradas
  • Quimioterapia
  • Radioterapia
  • Imunoterapia

Se a saúde é uma prioridade para si, clique aqui.


Veja também: