O que precisa de saber sobre a depilação a laser díodo

A depilação a laser díodo é uma das inovações tecnológicas que permite uma eficaz remoção dos pêlos. Saiba mais.

O que precisa de saber sobre a depilação a laser díodo
Conheça todos os riscos e benefícios de fazer depilação a laser díodo

A depilação a laser é uma oportunidade para se ver livre dos pêlos. Este é um tipo de depilação que já combina várias técnicas e o laser díodo é uma delas.

Este artigo irá ajudá-lo a perceber como funciona este tipo de depilação, bem como os benefícios e riscos associados a este tratamento.

Tudo sobre o Laser Díodo


1. Como funciona

O laser díodo é um tipo de laser que emite uma luz pura. Essa energia, quando absorvida pelo pêlo, é transmitida às células germinativas responsáveis pelo crescimento, destruindo-as e impedindo a sua reprodução. De forma a proteger a epiderme durante os tratamentos, o laser díodo tem um sistema de refrigeração incorporado.

Como o comprimento de onda deste laser é superior ao de outros lasers, como o Ruby ou Alexandrite, o laser de díodo consegue penetrar na pele de uma forma mais profunda e, consequentemente, alcançar melhores resultados.


2. Depilação indolor

De acordo com a opinião de muitos utilizadores, este tipo de laser é pouco doloroso ou até mesmo indolor. Devido ao sistema de proteção da pele que está em contacto com a zona a depilar, os indivíduos sentem apenas uma espécie de refrigeração localizada, semelhante à sensação do contacto de gelo.


3. Maiores benefícios

O laser díodo é extremamente eficaz nas áreas maiores do corpo, como peito, costas e pernas, tendo ainda uma grande capacidade de fornecer excelentes resultados a indivíduos com pele e pêlo escuros.

Apresenta um comprimento de onda superior ao de outros lasers, tornando-se mais eficaz que outros tipos presentes no mercado, garantindo sempre uma segurança sobre a pele.


4. Eficaz para o sexo masculino

Por ser ideal para pessoas com cabelo/pêlo escuro e grosso, a depilação com laser díodo é especialmente eficaz para o sexo masculino, com bons resultados em zonas como costas e peito.


5. Riscos associados

Existe uma possibilidade de ocorrência de efeitos secundários como manchas na pele, inchaços e vermelhidão, bem como queimaduras e cicatrizes que, caso o profissional seja qualificado e experiente, não devem acontecer.


6. Encontre um profissional qualificado

Antes de tomar uma decisão, encontre um profissional qualificado para proceder ao tratamento. Informe-se acerca de outros tipos de laser, de forma a avaliar qual o ideal para si. Converse ainda com amigos e conhecidos que tenham optado pelo laser de díodo, pois a experiência de outros pode ajudá-lo a tomar uma decisão.


Veja também: