Laringite aguda: reconheça os seus sintomas

A laringite aguda é uma inflamação da laringe. Tem um início rápido e geralmente é autolimitada (de curta duração). Saiba mais sobre este tema.

Laringite aguda: reconheça os seus sintomas
Saiba como identificar e quando recorrer ao médico.

As causas da laringite aguda incluem mau uso vocal, exposição a agentes nocivos ou agentes infecciosos que levam a infeções do trato respiratório superior.

Os agentes infecciosos são mais frequentemente virais, podendo também ser bacterianos.

Na laringite aguda, as cordas vocais ficam inflamadas ou irritadas, alterando o fluxo de ar na garganta. Esta alteração no fluxo de ar leva a uma distorção nos sons que são produzidos, resultando na rouquidão.

Esta doença manifesta-se rapidamente com sintomas que não duram mais de 2 semanas.

Os fatores de risco para a laringite incluem:

  • Presença de infecção respiratória;
  • Exposição a substâncias irritantes, como o fumo de cigarro ou produtos químicos tóxicos e consumo excessivo de álcool;
  • Uso excessivo da voz (falar alto, gritar, cantar).

QUAIS OS SINTOMAS DA LARINGITE AGUDA?


tosse seca

Os sinais e sintomas variam de acordo com a gravidade da inflamação e podem incluir:

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.

  • Perda de voz ou voz fraca;
  • Sensação de cócegas na garganta;
  • Dor de garganta;
  • Nódulos linfáticos inchados no pescoço;
  • Garganta seca;
  • Tosse seca.

Um cuidado médico especializado, deve ser procurado sempre que ocorra:

  • Dificuldade respiratória;
  • Tosse com presença de sangue;
  • Febre alta (>39ºC) contínua;
  • Dificuldade em engolir.

Os sintomas de laringite em crianças podem variar ligeiramente em relação aos sintomas em adultos. A doença é muitas vezes caracterizada por uma tosse rouca e febre.

Neste grupo etário em particular, o cuidado médico deve ser procurado nas mesmas situações acima referidas e caso sejam ouvidos ruídos respiratórios agudos ou se note uma produção exagerada de baba.

A laringite geralmente é diagnosticada através de um exame físico que avalia os ouvidos, nariz, garganta e voz do paciente. Nenhum teste adicional é necessário para a maioria dos diagnósticos.

EM QUE CONSISTE O TRATAMENTO?


xarope

Os medicamentos utilizados no tratamento da laringite aguda incluem habitualmente:

  • Paracetamol e Ibuprofeno: para alívio da dor e inflamação na garganta.
  • Xarope para a tosse seca: ajuda a parar a tosse, o que diminui o tempo de doença, uma vez que a tosse recorrente também agride as cordas vocais.
  • Corticosteroides: ajudam a reduzir a inflamação nas cordas vocais. Não é utilizado como tratamento de primeira linha, sendo, no entanto, bastante eficaz quando utilizado.
  • Antibióticos: em quase todos os casos de laringite, um antibiótico não trará qualquer benefício porque a causa é geralmente viral. Mas caso se trate de uma infecção bacteriana, provavelmente será prescrito um antibiótico para controlar a infecção.

PREVENÇÃO E TRATAMENTOS CASEIROS


beber liquidos

Apesar do tratamento da laringite aguda por via medicinal ser essencial, é possível tomar medidas caseiras que associadas à prescrição médica tornam o processo de recuperação mais rápido e eficaz.

São apresentados 9 métodos de auto-cuidado e tratamentos caseiros podem aliviar os sintomas de laringite aguda:

  • Descansar a voz tanto quanto possível. O uso intenso da voz durante um episódio de laringite aguda pode danificar as cordas vocais.
  • Beber bastantes líquidos para evitar desidratação.
  • Limitar ou eliminar a ingestão de álcool e cafeína, pois estes podem aumentar o risco de desidratação.
  • Usar um humidificador ou inalar vapor de água quente.
  • Não fumar e evitar o fumo passivo. O fumo seca a garganta e irrita as cordas vocais.
  • Utilizar pastilhas e rebuçados com ação emoliente á base de mel e limão para manter a garganta humedecida.
  • Evitar descongestionantes nasais, pois secam a garganta.
  • Evitar alimentos que causem indigestão e azia (alimentos picantes, por exemplo).
  • Incluir grãos integrais, frutas e legumes na alimentação. Estes alimentos contêm vitaminas A, E e C que ajudam a manter as membranas de muco da garganta saudáveis.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

Veja também:

Ler mais
Cátia Rocha Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.