Conheça os inimigos de uma boa imagem profissional

Conheça os inimigos de uma boa imagem profissional

Perceba aquilo que deve ou não usar em contexto profissional

Conheça os principais inimigos de uma boa imagem profissional: alinhe a sua imagem com os seus objetivos pessoais e profissionais.

Considera que tem uma boa imagem profissional? A nossa imagem pessoal é uma importante fonte de comunicação para aqueles que nos rodeiam, seja no contexto pessoal e sobretudo no contexto profissional.

Mais do que nunca, as empresas requerem que os profissionais tenham uma atitude adequada ao nível interno e externo à empresa e uma imagem totalmente alinhada com os seus objetivos e posicionamento.

Investir na imagem pessoal é uma estratégia vital para quem quer entrar e/ou permanecer no mercado de trabalho, por isso ter uma aparência cuidada não tem preço.

 

Os 16 principais inimigos de uma boa imagem profissional

Ganhe um cartão-oferta Zara de 100€!
São 100€ em cartão-oferta para usar numa loja Zara perto de si! Clique aqui para obter o seu!

 
  1. Transparências, brilhos, acetinados e peças demasiado justas, curtas, decotadas ou apertadas;
     
  2. Peças demasiado usadas e gastas e roupa suja, amarrotada ou com borbotos;
     
  3. Cores berrantes e mistura de demasiados padrões;
     
  4. Peças com logótipos muito visíveis ou detalhes infantis;
     
  5. Lingerie à vista. A roupa interior deve ser invisível, ou seja, não ter costuras ou rendas que sobressaiam através da roupa;
     
  6. O cabelo deve ter um aspeto limpo e bem tratado. Aparecer no local de trabalho com o cabelo molhado dá um ar de look inacabado e desmazelado. Atenção às inestéticas raízes;
     
  7. Mau hálito, dentes sujos, manchas de batom nos dentes e lábios desidratados;
     
  8. Os homens devem ter todos os pelos faciais bem aparados e cuidados;
     
  9. Não usar maquilhagem de todo ou usar maquilhagem excessiva. É essencial usar maquilhagem cuidada diariamente para esconder imperfeições, mas evitando cores garridas ou olhos muito carregados;
     
  10. Manicure estragada. Pintadas ou não, as unhas devem apresentar-se limpas e bem cortadas. Cores muito berrantes, unhas muito compridas ou nails art também não é indicado;
     
  11. Usar calçado de qualidade, limpo e engraxado;
     
  12. Cuidado com sapatos abertos, podem conferir um ar demasiado descontraído;
     
  13. Atenção à altura excessiva dos saltos. Não deve ultrapassar-se os 8 cm. Ao usar rasos, optar por peças mais seguras, como mocassins ou sabrinas;
     
  14. O perfume pode ser encarado como um acessório indispensável, mas não deve ser usado em excesso;
     
  15. Os óculos de sol não devem ser usados em espaços interiores nem na cabeça a servir de bandolete;
     
  16. Cuidado com o excesso de acessórios. Sobriedade é a palavra de ordem.



Exemplos do que Não é uma boa imagem profissional



 
Ganhe já um cartão - oferta Zara no valor de 100€ !
 

Veja também:

Sofia Graça Sofia Graça

Sofia Graça é consultora de imagem com mais de uma década de experiência na área da comunicação empresarial. Responsável pelo projeto PLUM Image Consulting, é licenciada em Jornalismo e Ciências da Comunicação, tem uma Pós-Graduação em Comunicação Empresarial pela Porto Business School e uma formação em Consultoria de Imagem pela Blossom - Image Consulting School.