Hipertermia: o novo tratamento contra o Cancro

A hipertermia ocorre após um golpe de calor. A hipertermia foi também referenciada no tratamento do cancro, utilizando o calor como arma poderosa contra as células tumorais.

Hipertermia: o novo tratamento contra o Cancro
A hipertermia é caracterizada pelo aumento da temperatura normal corporal, superior a 40ºC.

É considerada hipertermia grave se a temperatura corporal for acima de 40°C. Em oposição, uma temperatura corporal de 35 °C ou inferior é considerada hipotermia.

A temperatura média fisiológica (normal) do corpo é de 37 °C.

HIPERTERMIA – NOVO TRATAMENTO PARA O CANCRO


hipertermia como tratamento do cancro

A Hipertermia utilizada no tratamento do cancro consiste no aumento da temperatura acima do nível fisiológico com o objetivo de atingir uma melhor terapêutica. Está definida como o aumento da temperatura a um alcance entre 39ºC e 45ºC.

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.

O objetivo da Hipertermia local é alcançar uma dose térmica ótima no tumor, seja superficial ou profunda, sem exceder os limites de tolerância dos tecidos normais circundantes. A Hipertermia local é aplicada de forma externa e não evasiva dirigida ao local de tratamento conduzindo à destruição das células cancerígenas.

Este tratamento pode utilizar-se isoladamente, ou em combinação com a Quimioterapia e/ou Radioterapia, com a finalidade de conseguir um tratamento mais efetivo em doentes com Cancro, seja em etapas iniciais ou avançadas da doença.

Ao terminar a sessão de Hipertermia, os doentes referem sentirem-se bem pela influência do calor, não obstante a possibilidade de apresentarem cansaço. Em casos isolados, a destruição de células cancerígenas pode resultar numa febre ligeira para o doente. Ambos os efeitos são considerados como uma boa resposta ao tratamento.

É assim, uma técnica não evasiva, bem tolerada e que potencia o efeito da radio e quimioterapia sobre o tumor.

O CALOR COMO CAUSADOR DA HIPERTERMIA


calor como causador de hipertermia

A Hipertermia ocorre quando a temperatura do organismo começa a subir e este não consegue ter como resposta a diminuição da temperatura através da transpiração.

O stress pelo calor pode levar a complicações graves, como exaustão por calor e golpe de calor.

Podem surgir sintomas, tais como:

  • Tonturas;
  • Fraqueza;
  • Náuseas;
  • Sede;
  • Dores de cabeça.

Caso sinta que está a desenvolver estes sintomas, deve dirigir-se para uma área mais fria e descansar. Beber água ou, ainda como melhor alternativa, fluidos com eletrólitos (bebidas energéticas, por exemplo) irão ajudar a restaurar a hidratação.

O estágio mais grave de hipertermia é o golpe de calor, podendo mesmo ser fatal. Outras doenças relacionadas ao calor podem levar ao golpe de calor se não forem tratadas de forma eficaz e rápida. O desmaio é frequentemente o primeiro sinal.

O que fazer quando os sinais começam a surgir?

  • Tentar ir para um local mais fresco, de preferência uma com ar condicionado;
  • Beber bebidas desportivas com água e eletrólitos;
  • Tomar um banho fresco para ajudar a acelerar a recuperação;
  • Colocar bolsas de gelo debaixo dos braços e em redor da área da sua virilha.

 

QUAL A DIFERENÇA ENTRE HIPERTERMIA E FEBRE?


diferenca entre hipertermia e febre

A temperatura do organismo é regulada por uma parte do cérebro chamada hipotálamo. Normalmente mantém a temperatura em torno de 37 °C, com pequenas variações ao longo do dia e da noite.

Se o organismo deteta uma infeção de um vírus ou bactéria, o hipotálamo pode redefinir o “termostato” do corpo para o tornar mais quente e menos hospitaleiro para os agentes infeciosos. Neste caso, a febre ocorre como parte da reação do sistema imunitário. À medida que a infeção desaparece, o hipotálamo deve redefinir a temperatura de volta aos seus níveis normais.

Com a hipertermia o corpo está a responder às mudanças do ambiente. Os mecanismos de refrigeração naturais do corpo, como a transpiração, não são suficientes para superar o calor do meio ambiente. Assim, a temperatura sobe, fazendo com que se desenvolvam alguns dos sintomas descritos anteriormente.

Alguns medicamentos de venda livre, como o paracetamol 500mg, podem ajudar a diminuir a febre. No entanto, no tratamento da hipertermia, os medicamentos seriam ineficazes. Apenas uma mudança de ambiente e reidratação podem reverter a hipertermia.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

Veja também:

Ler mais
Cátia Rocha Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.