Hemorroidas internas: tudo o que precisa de saber

Hemorroidas internas: tudo o que precisa de saber

Das causas aos tratamentos, explicamos tudo sobre o tema

Ao contrário das externas, as hemorroidas internas não são observáveis e quando aparecem provocam um grande mau-estar. Aprenda a identificar os sintomas.

As hemorroidas internas são veias dilatadas dentro do próprio reto, que não são observadas no ânus.

Na maioria dos casos, apenas são descobertas quando ocorre sangue vermelho vivo nas fezes ou no papel higiénico ao defecar.

Além disso, podem provocar comichão e desconforto no ânus que dificulta as idas à casa de banho.

As hemorroidas podem estar no interior do ânus ou sair quando faz esforço para defecar, sendo que o tratamento deve ser recomendado pelo proctologista, com o uso de pomadas, remédios e banhos sentados, por exemplo.

Diferentes tipos de hemorroidas internas


Existem quatro graus diferentes de hemorroidas internas. Aprenda a identifica-los:
 
  • Hemorroidas internas grau I: não prolapsam através do ânus;
  • Hemorroidas internas grau II: podem sair através do ânus durante a evacuação mas retornam à sua posição original espontaneamente;
  • Hemorroidas internas grau III: saem para fora do ânus e devem ser cuidadosamente empurradas para voltar para dentro;
  • Hemorroidas internas grau IV: estão prolapsadas através do ânus e a sua redução não é possível, provocando dor intensa.
As hemorroidas internas de grau I não são visíveis e as grau II normalmente passam despercebidas pelos pacientes e não costumam provocar dor.

Proteja a sua saúde!
Receba conteúdos exclusivos e habilite-se a um check-up completo. Registe-se já!
Já as hemorroidas internas de grau III e IV são facilmente identificadas e costumam inflamar, causando dor e/ou prurido.


► Saiba mais aqui sobre os graus de hemorroidas


Hemorroidas internas: principais sintomas


Os sintomas de hemorroidas internas são raros, porém podem incluir:
 
  • Fezes com sangue vermelho vivo;
  • Comichão no ânus;
  • Saída de um líquido esbranquiçado pelo ânus;
  • Dificuldade para defecar, com existência de dor.
  • Além disso, em alguns casos, as hemorroidas internas podem levar ao aparecimento de um pequeno nódulo no ânus durante a evacuação que, normalmente, volta para dentro após defecar.


► Saiba mais aqui sobre os sintomas nas hemorroidas


Causas de hemorroidas internas


gravida
As hemorroidas são um distúrbio muito comum. Estima-se que mais da metade da população acima dos 50 anos sofra deste problema em graus variáveis.

Os principais fatores de risco são:
 
  • Obstipação intestinal;
  • Esforço para evacuar;
  • Excesso de peso ou obesidade;
  • Diarreia crónica;
  • Prender as fezes com frequência, evitando defecar sempre que há vontade;
  • Dieta pobre em fibras;
  • Gravidez;
  • Sexo anal;
  • História familiar de hemorroidas;
  • Tabagismo.


► Saiba mais aqui sobre as causas das hemorroidas


Tratamento para hemorróidas internas


O tratamento para hemorróidas internas deve ser orientado por um proctologista.

Caso o paciente apresente um quadro clínico com dor, o médico poderá recomendar a ingestão de analgésicos e anti-inflamatórios.

Já nos casos mais graves, em que a hemorróida fica presa no ânus, existe risco de formação de coágulos que podem provocar trombose hemorroidária e, por isso, o médico poderá aconselhar a cirurgia para reparação cirúrgica das veias dilatadas. 

Pode experimentar um tratamento caseiro para as hemorróidas internas, que inclui banhos de sentados, durante cerca de 15 a 20 minutos com água morna.

Isto ajudará a aliviar a dor e o desconforto e podem ser complementados com plantas medicinais com propriedades analgésicas.


Aprender a prevenir as hemorroidas internas


legumes
Uma dieta rica em fibras pode ser a melhor forma de prevenção, privilegiando o consumo de verduras e sementes, além de beber pelo menos 2 litros de água por dia.

Isto ajuda a que as fezes fiquem mais moles, traumatizando menos a região anal.

Recomenda-se também que se evite usar papel higiénico, lavando a região anal com água e sabão após evacuar.

Por último, tente também evitar fazer muito esforço para evacuar, já que pode aumentar o tamanho da hemorroida ou fazer com que ela prolapse.

Dica: Se achar que o seu conforto e bem-estar estão a ser colocados em causa pela existência de hemorroidas internas, aconselhe-se junto do seu médico. 

Se a saúde é uma prioridade para si, clique aqui.

 

Veja também: