Gengivite: saiba como evitar a doença das gengivas

A acumulação de placa bacteriana ao redor dos dentes pode originar uma gengivite. Saiba como tratar este problema e evitar problemas mais graves.

Gengivite: saiba como evitar a doença das gengivas
O que é a gengivite? O que fazer quando aparece?

A gengivite é um estado inicial de uma das doença das gengivas podendo ser causada pela acumulação da placa bacteriana nos tecidos que circundam os dentes.

Esta placa bacteriana é uma biopelícula bacteriana que se acumula ao longo do dia, através da ingestão de alimentos, de cor amarelo clara, produzindo ácidos que atacam o esmalte e todo o tecido gengival.

Caso esta não seja removida mecanicamente, através da escovagem da dentária, pode conduzir a um processo inflamatório do tecido gengival, a gengivite e, numa fase mais avançada, a periodontite.

Quem pode ter gengivite?


A gengivite é bastante predominante em todas as idades, sendo que a faixa etária mais predominante é a dos adultos.

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.

É importante saber que, ocasionalmente, podem não existir qualquer dor ou sinais visíveis, o que significa que as pessoas não sabem que têm gengivite.

Este é outro dos motivos pelos quais se devem realizar check-ups regulares no médico dentista a cada seis meses, para se conseguir despistar este e outros problemas da cavidade oral, bem como referenciar os possíveis tratamentos.

Quais são os sintomas mais comuns na gengivite?


gengivite dor ao toque

Alguns dos sintomas da gengivite incluem:

  • Gengivas avermelhadas;
  • Edema gengival;
  • Sangramento espontâneo;
  • Dor ao toque.

Estes são os principais sintomas e, na maioria das vezes, são facilmente identificados pelo portador da doença, mesmo que esteja numa fase inicial.

A gengivite crónica pode conduzir à periodontite e ao mau hálito crónico, sendo a periodontite a principal perda de dentes nos adultos.

Quais são as principais causas da gengivite?


tabagismo e gengivite

Para além da acumulação da placa bacteriana em torno dos tecidos gengivais a gengivite também pode ocorrer devido a:

  • Alterações hormonais;
  • Doenças incapacitantes, auto imunes, deficiências congénitas, etc.;
  • Tabagismo;
  • Toma de determinados medicamentos;
  • Maus hábitos de escovagem;
  • Aspetos genéticos.

Esta é uma doença reversível e com tratamento contudo, sem tratamento, a gengivite pode transformar-se numa forma mais grave de doença das gengivas, a periodontite.

Nesta situação, as gengivas começam a retroceder em relação aos dentes, criando pequenas bolsas na qual se dá uma grande deposição e acumulação de bactérias, devido à dificuldade de higienização nestas áreas. Estas bactérias acumuladas encontram um meio bastante propício para o seu desenvolvimento provocando assim, o enfraquecimento do osso que suporta os dentes.

Qual o melhor tratamento para a gengivite?


Dentista e gengivite

Cabe ao seu médico dentista analisar e decifrar em que estadio da doença se encontra, de forma a que tenha o melhor tratamento possível.

Contudo, numa fase inicial em que sentimos que algo não está bem com o nosso tecido gengival, podemos aliar à escovagem dentária um dentífrico que ajude a proteger as nossas gengivas e um gel de cicatrização gengival à base de clorexidina.

Este gel pode ser colocado variadas vezes nas zonas afectadas, caso não sinta melhoria ao final de 5 dias é aconselhável ir ao seu médico dentista.

Que tipo de prevenção podemos ter?


escovar os dentes e gengivite

  • Utilizar uma pasta de dentes anti-gengivite ou anti-placa com flúor para fortalecer os dentes e prevenir os danos causa dos pelas bactérias na placa;
  • Cerca de 30 min após a escovagem dentária, pode bochechar com um colutório antibacteriano para ajudar a combater a placa, a gengivite e o mau hálito;
  • Usar o fio dentário uma vez ao dia para remover as partículas dos alimentos e a placa entre os dentes.

Nota final


As gengivas necessitam de tempo para cicatrizar por isso, devemos ter em atenção que em caso de gengivite, podem continuar a sangrar durante algum tempo, não se devendo excluir ainda assim a escovagem e o uso de fio dentário diariamente.

A remoção da placa bacteriana é essencial para melhorar a saúde das gengivas.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

Veja também:

Catarina Mota Catarina Mota

Catarina Mota é Mestre em Medicina Dentária pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte, tendo ainda frequentado a Universidad Ciencias Medicas de Villa Clara em Cuba. Apaixonada pela profissão, dedica-se, sobretudo, às áreas de Ortodontia, Cirurgia Oral e Reabilitação Oral. Atualmente, a par da gerência da Clínica Médica e Dentária Dra. Catarina Mota, desempenha também funções no grupo Labmed Saúde.