Garganta inflamada: quais as suas causas?

A garganta inflamada é uma das principais causas de dor de garganta. Este problema geralmente ocorre associada a outros sintomas como tosse ou rouquidão.

Garganta inflamada: quais as suas causas?
Saiba como identificar este problema.

Com as alterações meteorológicas bruscas ou com a ingestão rápida de alimentos ou bebidas muito geladas, há uma grande probabilidade de começar a sentir uma dor de garganta. Isto acontece porque está com a garganta inflamada.

A garganta inflamada surge acompanhada de dificuldade em engolir e tosse seca. Pode ainda provocar febre ou estar associada a sintomas de gripe, como espirros e coriza.

SINTOMAS DA GARGANTA INFLAMADA


sintomas da garganta inflamada

Este problema é algo comum nas crianças, uma vez que o seu sistema imunitário é frágil e ainda não está completamente desenvolvido.

Quando estamos perante este problema surgem alguns sintomas fáceis de identificar:

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.

  • Dor de garganta (mais comum);
  • Inchaço ou vermelhidão na garganta;
  • Mau hálito;
  • Tosse seca;
  • Dificuldade em deglutir;
  • Dor de garganta ao falar;
  • Aftas na garganta.
  • Pode ainda haver o aparecimento de febre. Se esta for inferior a 38,5ºC estamos perante uma infeção de origem vírica. Se, pelo contrário, a febre for alta e superior a 38,5ºC a origem da infeção é bacteriana.

Nas crianças também pode haver perda de apetite, devido à dor que sentem a engolir. Se a garganta inflamada persiste durante mais de 3 dias pode tornar-se um problema, uma vez que o tratamento depende duma alimentação e hidratação adequadas.

Estes sintomas são o suficiente para fazer o diagnóstico de garganta inflamada. Ainda assim, é fundamental identificar a causa desta patologia para que o tratamento seja o mais específico e eficiente possível. Ao reconhecer estes sintomas do problema é recomendado agendar uma consulta com o médico.

CAUSAS DA GARGANTA INFLAMADA


A garganta inflamada pode ser provocada por vários fatores. Entre eles estão o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, o refluxo gastroesofágico ou a ingestão de substâncias irritantes. Também pode ser provocada por uma gripe ou constipação. Pode ainda surgir como sintoma de uma laringite, faringite ou amigdalite.

A laringite corresponde à inflamação da laringe, provocando rouquidão e perda de voz. A faringite é a inflamação na faringe, que se encontra no fundo da garganta, entre a laringe e as amígdalas. Por fim, a amigdalite consiste na inflamação das amígdalas.

Estes 3 tipos de inflamação podem ter origem infecciosa (viral ou bacteriana) ou não infecciosa.

ORIGEM BACTERIANA

causas da garganta inflamada origem bacteriana

A garganta inflamada de origem bacteriana corresponde a cerca de 20% dos casos. Normalmente, a bactéria responsável é a streptococus nos grupo A, C e G.

ORIGEM VIRAL

causas da garganta inflamada origem viral

É a origem mais habitual da garganta inflamada, correspondendo a 50% dos casos. Pode ser provocado por:

  • Gripe (vírus Influenza);
  • Constipação (vírus Rinovírus, Adenovírus, Vírus Sincicial respiratório, Coronavírus, Parainfluenza);
  • Mononucleose vírus Epstein Barr).

ORIGEM NÃO INFECCIOSA

causas da garganta inflamada e origem nao infecciosa

Para além da origem viral ou bacteriana, a garganta inflamada pode ser desencadeada por fatores não infecciosos como:

  • Alergias;
  • Frio e baixa humidade do ar;
  • Tabagismo;
  • Alcoolismo;
  • Refluxo gastroesofágico;
  • Esforço excessivo da voz;
  • Tumor laringeo ou na orofaringe.

 

TRATAMENTO DA GARGANTA INFLAMADA


tratamento garganta inflamada

Se a garganta inflamada for de origem não infecciosa, a administração de um anti-inflamatório é, geralmente suficiente. Se a inflamação não for devidamente tratada e progredir para infeção, deve ser consultado o médico que irá prescrever o tratamento adequado.

No caso do problema ser provocado por vírus, o médico irá prescrever antibiótico, associado com analgésico, anti-inflamatório e anti-pirético. Se a origem do problema for vírica, o tratamento passa pelo alivio dos sintomas, com a administração de analgésicos, anti-inflamatórios e anti-piréticos.

Em qualquer um dos casos, o tratamento deve ser realizado até ao final. Se for interrompido a meio por já não observar sintomas, corre o risco das bactérias ainda estarem alojadas na garganta e da infeção retornar.

É importante lembrar que o antibiótico só deve ser usado com receita médica, uma vez que as bactérias podem tornar-se resistentes e o mesmo deixar de fazer efeito.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

Veja também:

Ler mais
Isabel Silva Isabel Silva

Isabel Silva é enfermeira por paixão, licenciada pela Escola Superior de Enfermagem do Porto. Sempre quis seguir a área da saúde e acredita que a informação é uma ferramenta essencial para a saúde da população, e que cabe aos profissionais de saúde transmiti-la de forma relevante e fidedigna para que cada indivíduo seja capaz de tomar decisões importantes relativamente à sua saúde e ao seu bem-estar.