Qual deve ser o ganho de peso no terceiro trimestre da Gravidez?

O ganho de peso no terceiro trimestre da gravidez deverá ser o mais significativo, devido ao acentuado desenvolvimento do bebé nesta fase.

Qual deve ser o ganho de peso no terceiro trimestre da Gravidez?
Um adequado estado nutricional da mãe durante a gravidez é essencial para o bom desenvolvimento do bebé.

Durante a gravidez, as necessidades nutricionais e energéticas da mulher aumentam para apoiar o crescimento e desenvolvimento do bebé assim como o aumento do metabolismo materno e o crescimento de tecidos. Neste sentido, é natural e desejável que ocorra um aumento de peso ao longo desta fase. No entanto, este aumento deve ser controlado de modo a não comprometer o desenvolvimento do bebé nem a saúde da mulher.

No que diz respeito ao ganho de peso no terceiro trimestre da gravidez, deverá ser o maior dos três, visto que é quando ocorre um crescimento mais acentuado do feto.

Por que deve controlar o aumento de peso durante a gravidez?


Ganho de peso no terceiro trimestre da gravidez e hipertensao na gravidez

À luz da evidência científica atual, a saúde do futuro bebé é, em grande parte, programada durante a sua vida intra-uterina, sendo o estado nutricional da mãe, incluindo o ganho ponderal, um dos fatores que mais influência o adequado desenvolvimento do feto.

Com efeito, durante a gravidez, é natural que o peso aumente, devido ao aumento do metabolismo materno inerente ao crescimento dos tecidos e da circulação de sangue, à formação da placenta e do líquido amniótico, ao crescimento do próprio bebé, do tecido mamário e armazenamento de gordura, a qual será mobilizada essencialmente na última fase de gravidez e período de amamentação.

No entanto, este aumento de peso deve ser gradual, controlado e adaptado às características de cada mulher e da própria gravidez. Além disso, a evolução ponderal assim como do estado nutricional devem ser alvo de vigilância regular por parte do médico e nutricionista que acompanham a grávida.

Isto porque, um inadequado ganho de peso por defeito está associado ao aumento do risco de atraso de crescimento intrauterino, mortalidade perinatal e parto prematuro, enquanto um ganho de peso excessivo está associado ao aumento de peso do bebé ao nascimento e, consequentemente, ao aumento do risco de complicações na vida adulta, nomeadamente obesidade infantil.

Também para a mãe, um aumento excessivo de peso pode trazer complicações, nomeadamente diabetes gestacional, hipertensão e mais dificuldade em retornar ao peso normal após a gravidez.

Recomendações para o ganho de peso durante a gravidez


Ganho de peso durante a gravidez

Assim, foram formuladas, pelo Institute of Medicine em 2009, recomendações para o ganho de peso durante a gravidez, as quais variam de mulher para mulher e se baseiam no Índice de Massa Corporal (IMC) da mulher antes de engravidar.

Se a mulher for normoponderal antes de engravidar, isto é, se o seu IMC se situar entre os 18,5 kg/m2 e os 24,9 kg/m2, é recomendado um ganho de peso total entre os 11,5 kg e os 16 kg, sendo o mais aconselhado cerca de 12 Kg.

No caso da mulher com baixo peso (IMC inferior a 18,5 kg/m2) o aumento poderá subir para 18 Kg, enquanto no caso da mulher com excesso de peso (IMC superior a 25 kg/m2) não deverá ultrapassar os 11 Kg.

Necessidades nutricionais no terceiro trimestre da gravidez


alimentacao equilibrada na gravidez

Relativamente ao valor pré-gravídico, o aumento médio do metabolismo basal durante o terceiro trimestre da gravidez pode aproximar-se de 19%, o que representa um gasto adicional de cerca de 180 kcal por dia.

Neste último trimestre, cerca de metade do aumento das necessidades energéticas pode ser atribuído ao crescimento do feto (pode gastar cerca de 56 kcal/kg/dia).

Como consequência deste aumento do gasto energético basal e das necessidades energéticas, as quais são crescentes até ao final da gestação, preconiza-se a ingestão de cerca de 450 kcal adicionais, além das 2000 kcal recomendadas diariamente para uma mulher saudável.

Ganho de peso no terceiro trimestre da gravidez


gravida em fim de gestacao

No entanto, este aumento de necessidades não implica que deva comer tudo aquilo que quiser, visto que o ganho de peso no terceiro trimestre não deverá ultrapassar os 5-6 Kg, sendo que uma parte significativa do aumento de peso deve ser devido ao bebé e não ao aumento de massa gorda.

Para sermos mais exatos, o aumento de peso numa mulher normoponderal deverá rondar os 0,4 kg / semana, enquanto para uma mulher com baixo peso deverá ser de 0,5 kg / semana e para uma mulher com excesso de peso, de 0,3 kg / semana.

No caso de uma gravidez de gémeos, o aumento de peso total pode ascender até aos 20,4 Kg e no terceiro trimestre em específico deverá rondar os 0,7 kg / semana.

É, por isso, importante que o balanço nutricional resultante da alimentação da grávida previna um ganho de peso no terceiro trimestre tanto por excesso como por defeito.

Neste sentido, a prática de uma alimentação saudável e equilibrada, o controlo do apetite e dos habituais “desejos alimentares”, aliada à prática de algum exercício físico e de um bom descanso, são essenciais para que não haja um aumento de peso significativo durante esta fase.

Veja também:

Nutricionista Rita Lima Nutricionista Rita Lima

Rita Lima é nutricionista e trabalha, atualmente, nos ginásios Urban Fit de Ermesinde, Antas Prime Fitness e CulturaFit Club no Porto. Durante 2 anos colaborou no projeto Dragon Force do Futebol Clube do Porto e com o Boavista Futebol Clube. É licenciada em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto e frequentou o Curso de Nutrição no Desporto na mesma faculdade.