Febre amarela: o que é e como prevenir?

A febre amarela é uma doença hemorrágica viral transmitida pela picada de mosquitos infetados. O adjetivo "amarelo" designa a tonalidade da pele que afeta alguns doentes.

Febre amarela: o que é e como prevenir?
Aprenda mais sobre esta doença e quando se deve vacinar.

O vírus responsável pelo desenvolvimento da febre amarela é endémico (comum no local) nas zonas tropicais de África e na América Central e do Sul.

COMO SE TRANSMITE A FEBRE AMARELA?


transmissao febre amarela

Os mosquitos adquirem o vírus alimentando-se de primatas infetados (humanos ou não humanos) e então podem transmitir o vírus a outros primatas (humanos ou não humanos).

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.

As pessoas infetadas com o vírus da febre amarela são infeciosas aos mosquitos pouco antes do início da febre e até 5 dias após o início desta. O mosquito torna-se capaz de transmitir o vírus da febre amarela 9 a 12 dias após ter picado uma pessoa infetada.

As grandes epidemias ocorrem quando pessoas infetadas introduzem o vírus em zonas densamente povoadas, com elevada densidade de mosquitos e onde a maioria das pessoas tem pouca ou nenhuma imunidade, por não estarem vacinadas. Nestas condições, os mosquitos infetados transmitem o vírus de pessoa para pessoa.

Estima-se que esta doença cause atualmente cerca de 200.000 casos, dos quais 30000 resultam em morte (15%). O continente mais afetado é o africano, onde ocorrem 90% das mortes verificadas.

QUAIS OS SINTOMAS DA FEBRE AMARELA?


dor de cabeca

A maioria das pessoas infetadas com o vírus da febre amarela não têm sintomas ou têm apenas ligeiros. No entanto, a gravidade da doença varia de pessoa para pessoa podendo tornar-se numa doença hepática (fígado) grave com sangramento.

Em pessoas que desenvolvem sintomas, o período de incubação (tempo desde a infeção até ao desenvolvimento de sintomas) é tipicamente de 3 a 6 dias.

Os sintomas iniciais incluem:

  • Início súbito de febre;
  • Calafrios;
  • Dor de cabeça;
  • Dores gerais no corpo, sobretudo nas costas;
  • Náuseas e vómitos;
  • Fadiga e fraqueza.

A maioria das pessoas melhora após o aparecimento destes sintomas. Embora, após uma breve remissão de horas a um dia, cerca de 15% dos casos progridem para uma forma mais grave da doença, caracterizada por:

  • Febre alta;
  • Anorexia (perda de peso acima do considerado saudável, para a idade e altura);
  • Icterícia (pele e mucosas com coloração amarelada);
  • Sangramento;
  • Choque e falência de vários órgãos (nomeadamente fígado e rins).

EM QUE CONSISTE O TRATAMENTO?


tratamento da febre amarela

Não existe nenhum tratamento específico para os doentes com febre amarela. Sempre que possível, devem ser hospitalizados para cuidados de suporte e observação atenta.

O tratamento é sintomático (destinado apenas a atenuar os sintomas). Essencialmente recorre-se ao uso de analgésicos e antipiréticos para reduzir a dor e febre.

Deve ter-se especial atenção em evitar medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (como o ibuprofeno e o naproxeno) que podem aumentar o risco de hemorragia.

Os doentes com febre amarela devem ser protegidos da exposição a mosquitos adicionais pelo menos até 5 dias após o aparecimento da febre. Desta forma, o vírus da febre amarela na corrente sanguínea deixará de estar disponível para os mosquitos não infetados, rompendo assim o ciclo de transmissão.

PREVENÇÃO DA FEBRE AMARELA


vacinacao

No que à prevenção diz respeito, a palavra de ordem é vacinação.

A febre amarela é evitada por uma vacina extremamente eficaz, segura e economicamente acessível. Uma dose única da vacina é suficiente para conferir imunidade sustentada e uma proteção para toda a vida, não sendo necessária uma dose de reforço.

Em Portugal, a vacina é recomendada na consulta do viajante, sempre que hajam deslocações para áreas endémicas.

A vacina (Stamaril®) confere imunidade 7 a 10 dias após a administração e está indicada a partir dos 9 meses de idade.

COMO EVITAR AS PICADAS DE MOSQUITOS?


repelente e febre amarela

3 Medidas básicas para evitar as picadas:

  1. Usar repelente de insetos. Mesmo um curto período de tempo ao ar livre pode ser longo o suficiente para sofrer uma picada de mosquito.
  2. Usar roupas adequadas para reduzir as picadas. Quando o tempo assim o permitir, use mangas compridas, calças compridas e meias quando estiver ao ar livre. O vestuário pré-tratado com permetrina ou outro repelente está comercialmente disponível, sendo também eficaz.
  3. Conhecer as horas de pico dos mosquitos. Para a maioria dos mosquitos é ao amanhecer e anoitecer, no entanto, Aedes aegypti, um dos mosquitos que transmite o vírus da febre amarela, alimenta-se durante o dia. Devem, portanto, ser usados repelentes e roupas protetoras durante todo o dia.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

Veja também:

Cátia Rocha Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.