Ciclo menstrual: o que é a fase lútea?

A fase lútea é uma fase do ciclo menstrual. Ocorre após a ovulação (quando os ovários libertam o óvulo) e antes da menstruação começar. Ao final de uma média de 14 dias, e se não houver fecundação do óvulo e implantação de um embrião, dá-se o início de um novo ciclo, iniciando-se assim a menstruação. Curiosa? Saiba mais.

Ciclo menstrual: o que é a fase lútea?
Conheça as características desta importante fase do ciclo menstrual.

O ciclo menstrual normal dura, em média, 28 dias, tendo início no primeiro dia de menstruação e terminando quando a menstruação do mês seguinte se inicia. Cada ciclo é dividido em 3 fases. A fase lútea corresponde à 3.ª fase.

A menstruação representa os anos férteis da vida da mulher, que se iniciam na adolescência e duram até a menopausa.

É normal que a duração do ciclo varie entre 25 e 35 dias, mas ciclos com intervalos mais curtos ou mais longos do que estes podem representar problemas de saúde como ovários poliquísticos e, por isso, se isso acontecer é aconselhado consultar um ginecologista.

Fase lútea: fases do ciclo menstrual


fase lutea

1.Fase folicular

Inicia-se no primeiro dia da menstruação, dura entre 5 e 12 dias. Nesta fase ocorre um amadurecimento dos óvulos, libertando hormonas, designadas como estrogénios.

2. Fase ovulatória

Nesta fase os níveis de estrogénios continuam a aumentar e é produzida a hormona luteinizante, responsável por selecionar o óvulo mais maduro que é então libertado do ovário por volta do 14.º dia do ciclo.

Depois de liberado, o óvulo viaja pelas trompas de falópio até chegar ao útero. Normalmente, o óvulo sobrevive 24 horas fora do ovário e, por isso, se entrar em contacto com espermatozóides, pode ser fecundado. Uma vez que os espermatozóides podem permanecer viáveis até 5 dias dentro do corpo da mulher, é possível que se tiver tido relações até 5 dias antes da ovulação, possa engravidar.

3. Fase lútea

Ocorre após a fase ovulatória. Nesta fase é produzida progesterona que provoca o espessamento das paredes uterinas para o caso de uma possível fecundação e gravidez.

Quando a fecundação não acontece, os níveis de estrogénio e progesterona vão diminuindo até que o revestimento do útero seja eliminado, dando início à menstruação e ao próximo ciclo menstrual.

Se acontecer a implantação (nidação) do potencial embrião, a fase lútea passa a ser uma fase inicial da gravidez.

A fase lútea tem como duração em média de 11 a 16 dias que podem variar de mulher para mulher e também de ciclo para ciclo. Porém, o mais comum é que uma fase lútea saudável seja de pelo menos 14 dias.

QUAIS OS SINAIS DE QUE SE ENCONTRA NA FASE LÚTEA?


dor e obstipacao

A fase lútea tem também efeitos noutros órgãos, nomeadamente nos seios. Por este motivo, na fase lútea, sintomas como maior tensão mamária e algumas alterações intestinais (maior obstipação) são habituais.

A temperatura basal aumenta ligeiramente (cerca de 0,5 grau celsius). Esta subida de temperatura basal (matinal, ao acordar) é sugestiva de ter existido ovulação.

COMO CALCULAR A FASE LÚTEA?


calendario em aplicacao do telefone

Há mulheres que possuem o ciclo menstrual mais curto e outras mais longo. Para calcular a fase lútea deve seguir os seguintes passos:

  1. Marque o primeiro dia da sua menstruação no calendário e conte 14 dias após o dia marcado. O dia encontrado será o dia aproximado do momento em que está a ocorrer a fase ovulatória (a ovulação) – baseado num ciclo de 28 dias.
  2. Conte 13 a 15 dias após a ovulação e poderá encontrar a fase lútea estimada.
  3. Caso o ciclo menstrual seja irregular, observe o seu ciclo menstrual por alguns meses, para que seja possível determinar o tempo médio entre eles. Encontrando a média, siga os passos 1 e 2 e encontrará o dia aproximado.

Veja também:

Cátia Rocha Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.