Falta de lubrificação: causas e tratamento

A falta de lubrificação pode ser algo bastante desconfortável e poderá ser a causa de outros desconfortos como prurido vaginal, ardor e sensibilidade.

Falta de lubrificação: causas e tratamento
Falta de lubrificação? Há solução. Descubra com atuar.

A falta de lubrificação pode ter múltiplas causas. Uma das causas mais comuns é a diminuição dos níveis de estrogénio.

O estrogénio é uma hormona feminina vasodilatadora, responsável pela irrigação sanguínea da vagina. Quando os seus níveis baixam, as paredes perdem elasticidade e a lubrificação natural.

A diminuição dos níveis de estrogénio pode ter várias causas. A menopausa é uma delas, bem como a gravidez e a amamentação. Tratamentos de radiação, quimioterapia e tratamentos com hormonas podem também ter impacto nos níveis de estrogénio, causando secura vaginal.

Poderão ainda existir outros fatores associados, tais como:

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.

  • Fatores físicos – A lubrificação natural da vagina pode ser afetada por variadas formas de medicação, por exemplo, para a gripe, alergia, diabetes, depressão e pressão arterial elevada. O consumo exagerado de café, álcool e tabaco também prejudica a lubrificação vaginal.
  • Fatores emocionais – Stress, depressão, ansiedade podem também contribuir para a secura vaginal.
  • Fatores ambientais – Duches vaginais, sabonetes ou gel de banho não adaptado à mucosa vaginal, vestuário apertado e/ou com tecidos sintéticos.

QUAIS OS SINTOMAS DE FALTA DE LUBRIFICAÇÃO?


desconfortos vaginais

A secura vaginal pode ser acompanhada por outros desconfortos vaginais, como:

  • Prurido;
  • Ardor;
  • Picadas;
  • Sensibilidade;
  • Dor durante as relações sexuais;
  • Hemorragias após a relação sexual;
  • Desconforto generalizado.

Tratar a secura vaginal é muito importante, não só para que haja um relacionamento saudável, mas também para um bem estar físico e emocional da mulher.

10 Dicas importantes para o tratamento de secura vaginal


soja e falta de lubrificacao

Existem várias formas de lidar com a falta de lubrificação e, como cada caso é um caso, o melhor é mesmo cada mulher experimentar diferentes soluções de forma a descobrir aquela com que se sente bem e que melhor se adequa ao seu estilo de vida.

1. Manter uma alimentação saudável

E uma boa hidratação (beber 1,5 a 2 litros de água por dia).

2. Privilegiar o consumo de soja

Esta contém uma substância, a isoflavona que, no organismo tem um efeito semelhante aos estrogénios.

3. Evitar o uso de sabonetes e gel de banho perfumados

Evitar o uso destes produtos não adaptados à mucosa vaginal. Dar preferência a produtos próprios para a higiene íntima e com uma ação hidratante associada.

4. Evitar duches vaginais

Ter sempre o cuidado de limpar na direção vagina-ânus, de modo a evitar a propagação de bactérias.

5. Lavar a roupa interior com detergentes mais suaves

A roupa interior fica mais macia, trazendo um conforto diário diferente do que com um detergente normal.

6. Utilizar lubrificante nas relações sexuais.

Estes diminuem o desconforto íntimo, sendo importante utilizar soluções específicas para o efeito.

Estes podem ser à base de água, silicone ou óleo (lubrificantes à base de óleo não devem ser utilizados com preservativos de látex, pois muitas vezes fazem com que se rompam e assim ficará exposta a infeções sexuais ou gravidez não desejada).

7. Utilizar diariamente um hidratante vaginal

Irá manter os tecidos vaginais hidratados e elásticos, aliviando sintomas como irritação, ardor ou sensibilidade.

A principal diferença entre lubrificantes e hidratantes, é que os hidratantes oferecem um efeito a longo-prazo, enquanto os lubrificantes são utilizados principalmente para as relações sexuais, para alívio temporário da dor e fricção.

8. Tratamento de substituição hormonal

Através de medicamentos tomados por via oral, é uma das terapias mais utilizadas na menopausa e pode também ser adequada para o tratamento da secura vaginal.

9. Terapia de estrogénio vaginal

É outra alternativa, existindo sobre a forma de cremes, anéis, óvulos e comprimidos vaginais.

10. Ter uma vida sexual ativa

Ajuda a evitar a falta de lubrificação vaginal. Aumentar o tempo de preliminares vai aumentar o nível de excitação e, consequentemente, diminuir a secura vaginal.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

Veja também:

Ler mais
Cátia Rocha Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.