Exercício físico em casa: vantagens e desvantagens

Se, por falta de disponibilidade ou budget, está a considerar fazer exercício físico em casa, descubra já as principais vantagens e desvantagens desta escolha. 

Exercício físico em casa: vantagens e desvantagens
Será que compensa mesmo abandonar de vez os treinos de ginásio?

As exigências da vida moderna tendem a fazer com que encaremos muito seriamente a hipótese de fazer exercício físico em casa. Afinal, o trabalho, o lar, os filhos, o cão, o gato e mais seja lá o que for, acabam por deixar-nos sem qualquer réstia de tempo ou disposição para ir ao ginásio, mantendo uma vida ativa e hábitos saudáveis.

Porque não temos de abdicar de nós próprios, é necessário que consideremos as alternativas aos grandes espaços desportivos, sabendo à partida que qualquer treino acompanhado por profissionais tem um nível de exigência e resultados completamente diferentes. Para que possa tomar uma decisão devidamente informada, compare de seguida as vantagens e desvantagens de optar por fazer exercício físico em casa.

 

Vantagens de fazer exercício físico em casa


Quer receber um plano de treinos?
Obtenha já o seu plano de treinos personalizado e atinja os seus objectivos! Fale com o nosso personal trainer e receba o seu plano de treinos.
 

Flexibilidade de horários

 
  • Treinando em casa pode, obviamente, ajustar o horário dos treinos às suas necessidades e compromissos pessoais;
  • Ex.: não precisa de treinar sempre de manhã, à tarde ou à noite, nem de estar em determinado local à hora certa.
 
 


Duração do treino

 
  • Tal como no ponto anterior, e contrariamente ao que acontece nos ginásios (sobretudo em aulas de modalidades - ex.: Yoga, Zumba...), neste caso é você quem define a duração do treino, podendo ajustá-la às suas necessidades.
  • Ex.: num dia pode treinar só meia hora, compensando no dia seguinte com um hora e meia ou duas horas.
 
 


Ajuste a gostos e necessidades pessoais

 
  • Dado que depende apenas de si, vai poder definir uma rotina de treinos que tenha a ver com o seu estilo de vida, ajustando-a em função do tipo de atividade física que mais aprecia e dos objetivos que definiu para o seu corpo.
  • Ex.: pode conjugar movimentos de dança com exercícios direcionados para os glúteos e pernas.
 
 


Conforto assegurado

 
  • Está no seu lar, pelo que se sentirá automaticamente mais confortável e integrado no ambiente; paralelamente, será você o responsável por várias escolhas que influenciam o decorrer do treino.
  • Ex.: é você quem decide o tipo de música, duração dos intervalos, pausas para beber água, etc. 
 
 


Privacidade garantida

 
  • Pode treinar ao seu ritmo e da forma que mais lhe agradar, sem ter de estar preocupado com julgamentos, comentários ou olhares alheios.
  • Ex.: ninguém vai estar a reparar quantos abdominais consegue fazer ou quanto tempo aguenta em posição de ponte.
 
 


Poupança importante

 
  • Fazendo exercício físico em casa, vai poder deixar de despender a elevada mensalidade habitualmente solicitada pelos grandes ginásios.
  • Nota: se juntar o valor que teria de prever para 12 meses de treino em ginásio, terá um belo complemento ao subsídio de Natal!
  • Não precisa de máquinas ou aparelhos caros para conseguir atingir os seus objetivos. Exercícios com o próprio peso do corpo conseguem desafiá-lo constantemente. 
 


Apps: o seu pt em casa

  • São inúmeras as apps disponibilizadas para que consiga treinar em casa. Para IOS ou Android, de fácil utilização e práticas, são uma ótima opção para ter ajuda nos exercícios/treinos a escolher.
  • Conheça aqui algumas das apps de fitness que o vão ajudar no seu treino de casa.
 



Desvantagens de fazer exercício físico em casa



Segurança nos treinos

 
  • O facto de ser acompanhada por um profissional, assegura uma confiança acrescida de que se está a fazer todos os movimentos corretamente, potenciando os resultados e evitando lesões e dores desnecessárias;
  • Por outro lado, há exercícios em que um acompanhante é essencial para evitar acidentes (ex.: bench press).;
  • Por fim, em casa não terá qualquer ajuda, no caso de ocorrer uma emergência.
 
 


Motivação, diversão e convívio

 
  • Quando se treina em casa, sozinho, não é fácil manter a motivação e a determinação elevadas; se for uma pessoa que se distrai facilmente, torna-se ainda mais complicado conseguir seguir à risca a rotina que definiu.
  • Nota: neste ponto o ginásio ajuda, uma vez que as aulas asseguram o elemento de convívio e diversão, bastante motivador.


Apesar de parecer evidente que os benefícios de fazer exercício físico em casa ultrapassam as desvantagens, o nosso conselho é que, antes de tomar uma decisão final, pondere bem todos os factos e se aconselhe com amigos ou colegas que tenham passado por experiências semelhantes. A ideia é ficar seguro de que esta é mesmo a solução ideal para si. Boa sorte e bons treinos!
 
Receba aqui o seu plano de treinos!
 

Veja também: