Os principais erros ao correr que deve evitar ao máximo

Porque até os mais elementares erros podem ter consequências, o melhor é aprender a identificar erros ao correr, para os prevenir ou corrigir.

Os principais erros ao correr que deve evitar ao máximo
Evite-os e melhore a sua prestação!

 A corrida é um desporto praticado por muitos, seja a nível competitivo seja na vertente de lazer. No entanto, a verdade é que muita gente que corre comete alguns erros que podem prejudicar a sua saúde. Por isso vamos agora nomear os principais erros ao correr, para que os possa corrigir e melhorar a sua performance.

É importante que, em qualquer atividade consulte especialistas para que tenha uma atividade bem orientada, segura e planeada, e para que os resultados sejam os melhores.

 

13 principais erros a correr


1. Não realizar exames periódicos

erros ao correr nao realizar exames periodicos

Um dos principais erros é não realizar consulta médica antes de iniciar a corrida ou qualquer outro tipo de atividade física.

Troque uma caipirinha por uma ida ao ginásio
Treine no Solinca por apenas 3,99€ por semana e volte a ficar em forma. Aproveite já!

É importante que exista sempre um acompanhamento médico e que faça exames periódicos. Isto permitirá saber se está em boas condições para iniciar a corrida, e também ter dados para que possa se possa fazer um planeamento de treinos adequado, eficiente e seguro.

2. Não ter um planeamento de treino

Tanto na corrida como em qualquer outra modalidade, é essencial que exista um planeamento de treino com ciclos de treino, para que possa evoluir de forma gradual. Uns treinos serão mais fortes que outros, uns mais longos, outros mais curtos e mais intensos, mas o importante é que esse planeamento exista e que seja respeitado.

Também é imprescindível que sejam integrados dias de descanso para que não faça quilómetros a mais do que os que estão estipulados e provoque uma lesão, causando uma diminuição do desempenho, lesões musculares e até a queda do sistema imunológico.

3. Não respeitar o corpo

erros ao correr e nao respeitar o corpo

Se se sente demasiado cansado ou alguma dor anormal, quer seja nos músculos ou noutro órgão, reduza o seu volume de treino e consulte um médico. O fato de continuar e insistir com dor pode originar lesões mais graves e, aí, terá mesmo de parar por um período de tempo mais prolongado.

4. Só correr e não treinar outras partes do corpo

Fazer só corrida não vai fortalecer todos os grupos musculares da melhor forma, como é o caso do abdominal, zona lombar e músculos específicos das pernas. Para que tenha um bom suporte e equilíbrio muscular, é importante conciliar o seu treino de corrida com treino muscular, por exemplo, que o vai ajudar a melhorar a técnica de corrida e o seu desempenho.

5. Competição em excesso

erros ao correr e competicoes em excesso

A participação em competições deve ser feita de forma moderada, pois é nas provas que damos o máximo. Se, por exemplo, participa em competições todos os fins-de-semana, isto pode impedi-lo de melhorar a condição física porque o desgaste é muito grande. As datas de prova devem fazer parte do planeamento de treino de toda a época.

6. Correr em jejum

Ao correr em jejum, o corpo não tem energia suficiente para dar resposta à atividade e pode comprometer o seu desempenho. Pode sentir indisposição, desânimo, visão turva, cansaço, vomitar e até mesmo desmaiar. É importante comer algum alimento como suporte energético para a atividade, sem comer em demasia.

7. Correr sem hidratar

erros ao correr e correr sem hidratar

Durante os treinos, são muitas as pessoas que não se hidratam de forma adequada, seja por não quererem perder o ritmo, seja porque acham que vão ficar mais pesados. No entanto, a hidratação é essencial para que o corpo funcione.

Caso entre em desidratação, o seu desempenho não será o desejado. Não tem de beber muita água durante a prova, mas é fundamental que beba antes e depois da prova para repor os líquidos que perde.

8. Vestir roupa extra para transpirar

A utilização de camadas de roupa desnecessárias com o objetivo de transpirar pensando que vai emagrecer não deve acontecer! Irá apenas perder água dos músculos e desidratar, não emagrecer. Recomendamos peças de tecidos técnicos, leves, confortáveis e transpiráveis.

roupa para corrida sport zone

Artigos:

Recomendações para correr no Outono:

Sugerimos peças leves, confortáveis e de secagem rápida, de fácil transporte ideais para os dias de chuva e/ou vento.

roupa para correr sport zone

Artigos:

 9. Utilizar calçado inadequado

erros ao correr e utilizar calcado inadequado

Alguns corredores utilizam o seu calçado de corrida sem perceber qual o seu tipo de passada o que poderá causar, além de desconforto, descompensações que podem gerar lesões.

Um dos pontos fundamentais na decisão da escolha da sapatilha deve ser o tipo de passada (pronador, supinador, neutro). É essencial ter em consideração o seu tipo de passada, o tipo de corrida e o piso onde corre, sendo que o uso de sapatilhas inadequadas poderá causar-lhe lesões. Faça o teste da passada numa das loja Sport Zone e aconselhe-se com um profissional técnico.

Recomendações:

Sapatilhas Neutras

As sapatilhas para corredores com este tipo de passada, nos quais se incluem os supinadores ligeiros, contam normalmente com um reforço na parte exterior.

Artigos:

Sapatilhas de Trail

As sapatilhas de Trail caracterizam-se pela ótima combinação de peso, conforto, proteção e aderência às distintas superfícies e para diversas distâncias.

sapatilhas trail sport zone

Artigos:

10. Não renovar as sapatilhas

As sapatilhas de corrida, tal como qualquer outro material, têm prazo de validade – vão desgastando, diminuindo a capacidade de amortecimento, ou ganhando formas desajustadas pelo que poderá provocar lesões. Assim sendo, é aconselhado trocar de sapatilhas a cada 800 km no máximo ou, se tiver possibilidade, vá alternando de sapatilhas entre os treinos, de forma a que as sapatilhas durem mais tempo.

11. Não realizar o descanso adequado

erros ao correr e nao realizar o descanso adequado

Após cada treino mais intenso deve haver um dia de treino mais leve ou mesmo de descanso – é durante o período de recuperação que ocorrem as mudanças necessárias para a recuperação e construção muscular.

Sabemos que quem gosta de fazer exercício não gosta de ficar parado, mas o período de descanso é fundamental e deve parte do planeamento de treino. Além de permitir as adaptações positivas ao organismo, o descanso é uma das principais fontes de prevenção de lesões.

12. Correr com a postura incorreta

Correr com postura incorreta é, infelzimente, muito frequente. Havendo, por exemplo, fraqueza muscular do core, além de interferir no rendimento da corrida, pode causar lesões na lombar, ciática, nos glúteos, nos posteriores da coxa e nos joelhos.

Se a postura dos braços, cabeça e pés na corrida não for a mais adequada, pode causar impactos negativos. Correr de cabeça baixa, cruzar os braços à frente do corpo, afastar muito os cotovelos do tronco, correr nas pontas dos pés, fechar os punhos com força, ter os ombros tensos, são erros comuns que ocorrem diariamente e é preciso fazer um trabalho educativo para que se corrigam esses vícios, trabalhando assim na prevenção de lesões e melhorando a prestação na corrida.

13. Regularidade

erros ao correr e regularidade

A regularidade é uma das bases do treino – não adianta semana correr todos os dias durante uma semana se na semana seguinte não realizar um único treino. A regularidade, disciplina e consistência nos treinos é que vão ajudar ao desenvolvimento do corpo, na melhoria de tempo de corrida e na preparação para uma prova mais longa.

Veja quais destes erros está a cometer e trate já de mudar e vai ver os seus resultados a melhorar!

Troque uma saída à noite por uma ida ao ginásio. Inscreva-se já no Solinca por apenas 3,99€ por semana!

Veja também:

Ler mais