E. coli: principais fontes de contaminação e prevenção

A E. coli é uma bactéria que habita o intestino do ser humano, mas existem estirpes que podem causar problemas de saúde graves. Saiba mais neste artigo.

E. coli: principais fontes de contaminação e prevenção
Saiba tudo sobre esta bactéria que, dependendo da estirpe, tanto pode ser inofensiva como patogénica.

A Escherichia coli, habitualmente conhecida como E. coli, é uma bactéria encontrada naturalmente no intestino de humanos e de animais de sangue quente.

Muitas das espécies de E. coli são inofensivas, contudo, algumas podem causar graves problemas e uma das formas de contágio é através do consumo de alimentos contaminados.

Características da bactéria


carateristicas e coli

A E. coli é uma bactéria que se desenvolve em ambientes com a temperatura entre os 7º e os 46º, e têm uma temperatura óptima de crescimento fixada nos 37º.

Calcule o seu IMC
Descubra o seu peso ideal e como atingir o seu objetivo! Calcular já.

O efeito do pH no crescimento depende do tipo de ácido presente. A E. coli consegue desenvolver-se num pH 4,5 ajustado com ácido clorídrico mas não consegue crescer num pH 4,5 ajustado com ácido lático. Em queijos com pH<5,4, as espécies patogénicas não se crescer.

A E. coli é também uma bactéria que cresce na presença e na ausência de oxigénio.

Principais fontes de contaminação


contaminacao por e coli

A transmissão de infeções causadas por E. coli seguem principalmente três vias:

  • O contacto direto com animais;
  • O contacto com humanos;
  • O consumo de alimentos contaminados;

Alimentos mais frequentemente associados a infeções por E. coli

Vários surtos e casos pontuais associados ao consumo de alimentos contaminados com E. coli foram descritos nas últimas décadas. Esses acontecimentos alertaram o público, as entidades e a indústria alimentar para o risco que esta bactéria representa, devido ao carácter severo e à elevada taxa de mortalidade existente.

Os surtos causados por esta bactéria têm como primeira causa a contaminação fecal de água ou de alimentos devido a saneamentos deficientes, más práticas de fabrico e higiene pessoal desadequada.

No que se refere aos problemas causados por E. coli os principais alimentos descritos são:

  • Carnes mal cozinhadas, principalmente de origem bovina;
  • Enchidos curados;
  • Sementes de alfalfa;
  • Alface;
  • Sumos de fruta não pasteurizados;
  • Queijo curado;
  • Leite cru.

Quais os sintomas de infeção causada por E. coli?


dor abdominal

Dependendo da estirpe envolvida, as infecções provocadas por E. coli  podem-se traduzir em diferentes sintomas e diferentes tipo de infeções.

Infeção intestinal

  • Dor de estômago;
  • Dor abdominal;
  • Vómitos;
  • Falta de apetite;
  • Gases;
  • Diarreia, podendo surgir sangue nos casos mais graves.

Infeção urinária

  • Dor/ardor ao urinar;
  • Muita vontade de urinar com pouca quantidade de urina;
  • Urina turva;
  • Forte odor desagradável na urina.

A infecção urinária causada por essa bactéria é mais comum em mulheres devido à proximidade do ânus com a vagina, tornando mais fácil a transmissão da bactéria de um lugar para o outro.

Grupos de risco


criancas e e coli

Qualquer pessoa é susceptível de contrair uma infeção causada por E. coli.

No entanto, os sintomas são mais severos verificam-se em idosos, em grávidas, em crianças e em indivíduos com o sistema imunitário debilitado. 

Tratamento da infeção por E. coli


beber agua

O tratamento para E. coli vai depender dos sintomas e da idade do paciente, mas normalmente a infecção intestinal causada por essa bactéria é tratada com:

  • Repouso;
  • Aumento do consumo de líquidos, por exemplo, água e chás/infusões
  • Alimentação leve, dando preferência ao consumo de frutas, legumes e verduras;
  • Medicamente orientados pelo médico para aliviar a dor e o desconforto;
  • Remédio contra enjoos para evitar as náuseas e os vómitos.

Além disso, caso o indivíduo apresente diarreia com sangue ou outras complicações, o médico poderá receitar o consumo de antibióticos. A doença dura em média de 5 a 10 dias e a diarreia costuma melhorar a partir do 4º dia.

No caso da infecção urinária, o tratamento é feito com uso de antibióticos e ingestão de pelo menos 2 litros de água por dia, para ajudar na eliminação da bactéria da bexiga. 

As medidas de prevenção da contaminação de alimentos por E. coli


lavar as maos

O estabelecimento de códigos de boas práticas e de acções corretivas com o objetivo de reduzir a contaminação ao longo de toda a cadeia alimentar poderá contribuir para a redução dos perigos de saúde associados a E. coli.

Alguns procedimentos importantes são:

  • Lavagem adequada das mãos antes de preparar, servir ou tocar os alimentos;
  • Lavagem adequada das mãos após o uso de quartos de banho, após manipular alimentos crus e após o contato com animais;
  • Pessoas que apresentarem sintomas como diarreia ou vómito devem evitar manipular alimentos, se manipularem devem estar devidamente protegidas;
  • As frutas e vegetais devem ser lavados adequadamente, especialmente aqueles que forem consumidos crus.
  • Cumprimento rigoroso das temperaturas ao longo da cadeia de frio;
  • Evitar o consumo de carnes mal cozinhadas, de bovino em particular, de leite não pasteurizado e de água não tratada.

Calcule o seu IMC, descubra o seu peso ideal e a melhor forma de atingir os seus objetivos!

Veja também:

Ler mais